domingo, 15 de abril de 2007

Ainda sobre vaidades...

Gente, não me aguentei... Depois de ler o post da DM, tinha que escrever o meu também. Ando sem tempo. E sem inspiração para escrever, confesso.

Mas eu tive um Alberto Roberto na minha vida. Essa eu tinha que contar. Bom, não é segredo que aaaamo namorar um estrangeiro. Ai, gente, sei que isso pode soar meio anti-ufanista ou frescura extrema, mas não dá para explicar, é questão de preferência. Não tem homem que só namora loira? Então...

Então, meu namorado antes do Lu era um americano, o Mark. Lindo. L-I-N-D-O! Ele era, é, modelo. Sabe aquele cara que você olha e pensa "conheço esse cara de algum lugar..."? Sim, você conhece. Ele era capa de revista, anúncio de perfume, modelo da Hugo Boss. Um deus grego! Eu me pegava olhando para ele e pensando que talvez ele fosse areia demais para o meu caminhãozinho.Era cheirooooso, hum, que delícia! Acho que nunca mais vou namorar um cara que fique tão lindo de jeans, sandálias havaianas e chinelo, como se fosse a uma festa.

Passado o deslumbramento inicial, fui ouvir o que o Mark tinha a dizer. Putz, tudo do cara era maior. A casa, os (sim, os...) carros, a piscina, a carreira, o sucesso. E aquilo, claro. Bom, verdade seja dita, tirando o ipod e o celular, os homens querem ter tudo maior do que o da concorrência. Mas ele... Saco! O cara só falava dele. Não perguntava. Não ouvia. Se olhava no espelho, na vidraça, na colher, no metal polido da porta do elevador do hotel... Era mais vaidoso do que eu. Muuuuuito mais vaidoso.

Sair na rua com ele? Um suplício. Todas as muheres olhavam. Gente, juro, quase tive que botar um garotinho de programa em Copacabana para correr. Logo eu, toda fina, me prestando a um papel desses? Hahahaha! Todas as mulheres riam nervosas ao falar com ele. Até a minha mãe. Imagina isso! E ele? Adorava, claro, aceitava a corte de todos como se fosse um marajá.

E aí? Ah... Cansei. Cansei e dei uma de vaca. Terminei pelo telefone. Claro, não dava para eu ir até o Arizona só para terminar. Depois, vai que o cara aperta os olhos naquele olhar meio míope lindo demais que ele faz e eu mudo de idéia? Bom, resolvi que eu era areia demais pro caminhão dele. Então, virou regra na minha vida: acho bacana homens que se cuidam, que sejam vaidosos. Mas a quantidade maior de potes na pia do banheiro tem que ser minha. Disso eu não abro mão.

1 Comentários:

Blogger DM disse...

Viram meninos ???
Definitivamente "Albertos Robertos", não fazem o tipo das vacas ...

Megalomanias, só em um lugar bovinos .... Aquele mesmo que vocês estão pensando ....! (Super valorizado pelo rebanho masculino)! Mas também sem exageros, né! Acima da média nacional, já tá muito bom !!!!

DM

16 de abril de 2007 14:18  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker