terça-feira, 3 de abril de 2007

Gentleman, o sonho "Barbie" de toda bovina

Dia desses, na saída da escola de meu filho, me vi agradavelmente surpreendida pela inesperada e gentil atitude de um bovino desconhecido. A coisa foi absolutamente simples: O cara de boi, do nada, ao me ver "empunhar" um cigarro, de prontidão, estava ali disponível com um isqueiro na mão, para de forma graciosa prontamente, acendê-lo. Por certo, o boi em questão, deveria ser fumante também, e como em bolsa de vaca, é mais do normal não se acharem as "coisas" de imediato, principalmente coisas pequenas como isqueiros, a atitude bovina em questão, além de inesperada me soou como extremamente agradável e inusitada, por se mostrar absolutamente incomum, para os dias de hoje! Acho que na data e local, me senti dentro de um filme antigo. Enfim ...
OK. Muito provavelmente, os maliciosos de plantão devem estar a pensar – Ah! No mínimo o boi, queria um "aproach", ou uma paquera, ou qualquer coisa do gênero. Mas isto, de fato não aconteceu. Após acender meu cigarro, eu absolutamente encantada, de forma educada e polida agradeci, e o gentil bovino cavalheiro se afastou, da mesma forma que chegou .
Pois é, em tempos de contemporaneidade exacerbada e da tão profanada igualdade de sexos, gestos simples e educados como este, agora surpreendem as vacas !
Ou seja: Atitudes gentis e educadas como aqui referida, que deveriam ser a regra, lamentavelmente, se tornaram exceções.
Mas convenhamos, com toda a modernidade intercorrente, gostaria de registrar, que desconheço qualquer vaca de minhas relações pessoais, que não se deixe encantar com cenas de cavalheirismo bovino explícito, ainda que em tais atitudes dos companheiros de rebanho, estejam sempre embutidas as naturais "segundas" ou "primeiras" intenções, peculiares aos bovinos masculinos, se é que me entendem.
Sei lá, atitudes "cavalheirescas", fazem qualquer vaca, se sentir extremamente feminina, e porque não dizer um pouco "Barbie", pois atiçam agradavelmente nosso inconsciente e inconfessável lado princesa.(Sim, toda a vaca que se preze, alimenta um sonho infantil e obscuro de ser sempre tratada como uma princesa, e qual o problema nisso?).
Então, porque não resgatarmos em conjunto de forma corriqueira e usual tais conceitos, de adorável retorno da educação e da gentileza? (Eles, num passado não muito distante já existiram, os bovinos mais velhos por certo hão de lembrar !)
Vejam como poderia ser bárbaro: Ganhariam as bovinas por se sentirem lisonjeadas e um pouco "little barbies", ganhariam os bovinos por despertarem de imediato a simpatia e a atração da bovina agraciada com singelas gentilezas.
Se "bois" são de Marte, e "vacas" são de Vênus, como preconizava o conhecido "best-seller", quem sabe essa necessária "revisão" de conceitos não nos reaproximaria um pouco mais ?
Ah vai! Tentar ser um legítimo "cowgentleman", não dá tanto trabalho assim, e com certeza , queridos bois, vocês certamente "ganhariam em troca, muuuiiiito mais das vacas" .....
Portanto, bovinos de plantão, entendam como lei: Abrir sempre as portas dos carros das bovinas, ajudar com os pacotes no supermercado, acender os cigarros das fumantes, oferecer a sua vez em qualquer fila para a bovina de trás e por aí vai. Agindo dessa forma, as vacas por certo, ficaram muito mais receptivas a todos VOCÊS !
Isso é que é um verdadeiro conselho de vaquíssima, e é de graça hem, portanto aproveitem!
"We are waiting for you cow-gentlemen"!

DM

7 Comentários:

Blogger AP disse...

Amiga, não é segredo: me derreto por um cavalheiro... O Lu é assim: abre a porta do carro, me deixa passar sempre na frente, abre caminho para mim em lugares cheios, puxa minha cadeira. Me elogia sempre, sempre, sempre...

3 de abril de 2007 07:06  
Anonymous Anônimo disse...

Eh... seu texto ateh eh legal, mas muito longo para internet. Naum consigo ir ateh o fim nunca. precisa diminuir. como os textos da ap. fui cavalheiro o suficiente?

3 de abril de 2007 07:13  
Blogger Patty disse...

O mundo tá precisando de pessoas gentil q deveria ser normal e comum, mas não é e o pior às vezes nos acostumamos com pessoas mal educadas e qdo vemos alguém "lapidado" até nos assustamos ou logo pensamos q existe uma segunda intenção, não é?

Adorei o texto!!!

Ap.. Obrigada pelo carinho no comentário lá, já estou melhorando.

Beijos

3 de abril de 2007 14:57  
Blogger AP disse...

A Patty está certíssima! Precisamos de gentileza, independentemente do sexo da pessoa em questão! Estou fazendo a minha parte: além de ser gentil até demais (já reclamaram que me desculpo e agradeço demais, pode?) estou ensinando ao meu filhote como um homem deve ser: educado, gentil, honesto... Não sei se ele já aprendeu e apreendeu alguma coisa. Mas eu estou tentando!

3 de abril de 2007 15:34  
Blogger DM disse...

Gente, adorei os comentários !!!
De fato o mundo precisa demais de gentileza e delicadeza, diante de tanta bárbarie diária ...

Quanto ao comentário do gentil anônimo, entendo que determinados assuntos, não podem ser tratados de forma tão sintética, porque ficam superficiais, a mente bovina feminina é por demais "complexa", e nessas condições às vezes não dá para sintetizar tanto assim... Mas procurarei atender ao seu pedido, quando assim for possível ...

Sim, você já é um "gentleman" só por ter lido o texto, Ademais, críticas contrutivas são tão apreciadas quanto elogios, e ambos estão presentes em seu comentário ...

Beijos e obrigada !
DM

4 de abril de 2007 16:24  
Anonymous Daniel Becher disse...

Gostei bastante do blog de vocês. Ainda quero fazer, no meu, uma resenha dos posts falando de relacionamentos à distância (mostrei há pouco pra minha namorada). Gostei muito da forma irreverente que vocês escrevem.

De qualquer forma, já ganharam um link lá.

Mais uma vez, parabéns pelo blog.

Um abraço!

5 de abril de 2007 09:52  
Blogger DM disse...

Obrigada Daniel !

Você denota ser culto e gentleman!
Assim que der visitaremos o seu blog !!!
Um ótimo "coelhinho" prá você e sua namorada bovina !

Beijos

Dhora

5 de abril de 2007 13:04  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker