sexta-feira, 6 de abril de 2007

HISTORINHA DE “VACONA” PRÁ VOCÊS ...

Atendendo a pedidos anônimos, tentarei ser breve ! É uma história curta, mesmo.

Pois bem, hoje almoçando com meu filho em um restaurante no shopping, vi chegar na mesa ao lado, um distinto cavalheiro bovino com um pacote de presente, “fofíssimo” nas mãos. (Hum... - Prenúncios pascoais, imaginei.)

O cara parecia meio nervoso, digo ansioso. Pensei.... - Por certo, deveria estar esperando uma “vaca”, pela cara estampada de ansiedade, um colega de rebanho normal, é que não poderia ser. Depois de várias olhadas no relógio, eis que do nada, e mais do que atrasada,(“Charme bovino feminino”?) aparece a tal de vaca.

Na minha singela avaliação, vaca tipo comum, com um certo ar de vulgar. Mas até aí tudo bem, às vezes transcende um discreto “charme” em vulgaridades ...

O casal então se cumprimentou e se entreolhou, (Hum...Adoro essa expressão!) como fazem os casais bovinos que já se conhecem, e aí papo vai, papo vem, o bovino meio sem jeito, alcança o pacote do presente para a vaca, com aquele ar contemplativo e de satisfação que todo mundo fica, quando presenteia alguém querido.

Com acurada discrição, fiquei atenta ao presente,(minha curiosidade um dia ainda é capaz de me matar), e a reação da vaca é claro!

E aí pasmem ! A vaca, com absoluta indiferença e pouco caso, desembrulhou o adorável pacote, devendo ter sussurrado algo do gênero, não vai servir, não é meu número, - Sei lá. Noutras palavras : Sequer obrou a vaca por disfarçar que não havia gostado.

Imaginem vocês então, a cara e a cor do bovino! Absolutamente de dar dó ! O boi ficou, pra lá de “bege”, em visível descontentamento. Momento no qual, não pude deixar de me contagiar da mais pura compaixão. Afinal ele estava no mínimo,tentando agradar! E a vaca, naquele momento, literalmente arrasou o cara .

O presente em questão,(Duvido que até agora, não estejam curiosos...), tratava-se de um biquíni, até bonitinho, meia-taça, colorido, tribal. Bom, só pude contempla-lo à distância e com discrição, como já disse.

OK, vaquíssimas ! Vocês devem estar a pensar ... Estamos no outono, às vésperas da Páscoa, e o cara dá um biquíni, em plena capital paulista? Não teria sido melhor um chocolate, talvez?

Mas que importância, afinal deveria ter o conteúdo do presente? Só a atenção, a delicadeza e a lembrança do boi já não seria mais que suficiente para agradar, qualquer vaca “normal” ?

Se a vaca não gostou, que guardasse pra si tal sentimento, trocasse o biquíni depois, por algo de seu agrado, poupando o bovino de tamanha humilhação !

Fiquei consternada, e então não pude deixar de refletir: VACONAS deste tipo, é que denigrem a imagem do rebanho feminino.

Mas queridos bovinos, não desanimem ! Permaneçam atenciosos, e gentis! VACONAS como esta, estão por aí a solta, mas por certo, não hão de ser à maioria !

Boa Páscoa a todos, e nessa época, sem medo de errar, presenteiem suas queridas vacas, com os usuais chocolates. Algo mais “original”, pode dar em “zica” !

DM

2 Comentários:

Anonymous Daniel Becher disse...

As pessoas estão perdendo a capacidade de serem gentis. O que importava o conteúdo do presente?
Falta de sensibilidade da vaca, perante a expressão do boi. A vaca, com certeza, por mais ignorante que fôsse, saberia, olhando nos olhos do bovino, a alegria dele em estar ali.

Ela deve ser parente daquela que tirou foto com o príncipe William...

Se eu fôsse o boi, mandava a vaca pro... brejo!

7 de abril de 2007 07:02  
Blogger AP disse...

Amiga, gostei tanto, pensei tanto no assunto que resolvi dedicar um post em defesa da vaca... Beijo!

E Daniel, vc está certíssimo. Se ela pisou na bola, merece passagem só de ida pro brejo! Beijo pra vc tb.

7 de abril de 2007 19:06  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker