domingo, 20 de maio de 2007

Cinco programas imperdíveis no Rio

Estou cumprindo a ordem dada pela querida Beth do She's Like the Wind e dando cinco dicas do que fazer no Rio de Janeiro, a minha cidade.

Esqueça tudo de ruim que você ouve sobre o Rio de Janeiro. Sim, para divertir-se um pouco nessa cidade é preciso ter memória curta. Nada de lembrar das notícias horripilantes de ontem do Jornal Nacional... Então, lembrar de quê? Ah, sei lá, que tal das lindas músicas que fizeram sobre a Cidade Maravilhosa? Há toda uma trilha sonora para embalar a sua visita.

Confesso que não sou uma carioca muito lá muito à vontade. Morei por sete anos em São Paulo, sempre morrendo de saudades do Rio. Agora, já de volta há dois anos, ainda não me sinto em casa... Mas, não se engane com meus comentários. Apesar do caos, da sujeira e da insegurança, não me pergunte como, nós, os cariocas ainda temos orgulho de nossa cidade.

Está vindo para o Rio? Arme-se... de paciência... O trânsito é um caos. Dirigir aqui é chaaaatooo. Não me entra na cabeça como uma cidade que pretende ser turística pode ter serviços e atendimentos tão ruins!

Mas - que bom que sempre há um mas... - as paisagens são de perder o fôlego! O contraste de montanhas e mar é... sublime! A natureza foi generosa demais com essas bandas de cá. O povo é caloroso, hospitaleiro, bonito... O carioca gosta de ajudar. Pode pedir informação tranquilo: um carioca é capaz de sair do seu caminho só para lhe ajudar a chegar no seu destino.

Quanto às dicas... Há tanto o que fazer aqui... É difícil escolher poucas. Mas tentei fugir ao máximo do padrão. Escolhi lugares que realmente gosto de ir. Espero que gostem.

1- A Pista Cláudio Coutinho, na Urca é um lugar fantástico para passear, correr, caminhar, pensar na vida... Dá até para paquerar. O lugar consegue reunir beleza natural, vista deslumbrante e o principal: segurança, pois está localizada dentro de área militar. Um show à parte são os micos (saguis, se não me engano...), que convivem com os frequentadores do lugar na maior tranquilidade.

2- Esqueça o preconceito em casa e vá direto à Feira de São Cristóvão, no, outrora imperial, bairro de mesmo nome. Lá é o Nordeste no Rio de Janeiro. Uma delícia arretada! Comidas e bebidas típicas (esqueça a balança!), artesanato e, para quem gosta, muito forró!

3 - Acabou de sair da praia ou da balada? Que tal um suco de frutas para repor as energias? Cariocas têm fama de gostar de cuidar da saúde, do corpo e da alimentação. Então, as casas de suco são muitas. Eu ousaria dizer que são uma intituição da cidade! Os sumos da Bibi Sucos são famosos, deliciosos, saudáveis e geladíssimos. Minha dica é o de coco com abacaxi.

4 - Vir ao Rio e não ir ao berço da boemia da cidade é como ir a Roma e não ver o Vaticano (desculpem-me pelo lugar-comum, mas é verdade). A Lapa ferve! Não dá para indicar um lugar na Lapa... Pois lá todos encontram um lugar onde se sentem à vontade. Não é modo de dizer. Todas as turmas, tribos e galeras estão em casa no bairro que já foi chamado de Montmartre Carioca. Há lugar para os amantes do samba, do blues, tecno, forró, rock. Há intelectuais, turistas, artistas e, claro, cariocas. E na hora que der uma fominha, experimente a empada aberta de bacalhau do pé-limpo Belmonte... É de comer rezando!

5- Pode até ser programa de turista, mas eu adoro. Ir à Feira Hippie de Ipanema é uma delícia! Das nove da manhã às seis da tarde, sempre aos domingos, na Praça General Osório. Obras de arte, bijus, jóias, brinquedos, roupas... Um verdadeiro shopping ao ar livre. O que menos se vê por lá são hippies. Uma dica? Nunca aceite o primeiro preço! Pechinche. Apele, diga que não é turista, se for necessário. Sei que não se pede desconto em obras de arte, mas a galera de vez em quando exagera...

No mais, não carregue muito dinheiro no bolso, evite as Linhas Vermelha e Amarela à noite... Reze ao Cristo Redentor pedindo proteção, tome um chopp gelado para descontrair e contamine-se com o clima delicioso da cidade. Bem-vindos e divirtam-se.

7 Comentários:

Blogger Van disse...

Meninas, queridas.....
Vim dar um oizinho e desejar boa noite!
Fique bem!
Beijuca

21 de maio de 2007 01:48  
Blogger Poliane disse...

Chegou até vcs esse Meme, é?? hehe
O bom que descobri q vcs são cariocas!! Minhas conterraneas!! Que "DEIX"!!

Mas meninas... é o seguinte
Vim aqui para convidar vcs duas a virem tomar um café comigo lá no RUMOREJO!! Dê um pulinho lá para saber como!! hehehe

Ah!! Convide os bois!! Não é restrito só para as vacas!! hhehe

21 de maio de 2007 12:13  
Blogger DM disse...

Amei as dicas, por terem um toque pessoal, não aquela coisa encomendada para turista, a ferinha "hippie" em Ipanema, então, tô dentro ...
Meu boi hoje tá na ponte-área, foi ao Rio, e eu aqui ancorada nessa ilha paulista .... Mas eu chego aí em breve ...
Saudades, beijos

21 de maio de 2007 14:14  
Blogger Lívia Condurú disse...

Adorei as dicas.
A Lapa é de fato incrível. Faltou apenas um bom bolinho de bacalhau em Santa Tereza e chopp gelado na beira da praia.. úi! deu até saudade.

Ah! Uma coisa que eu adoro no Rio, rsrs, é poder beber Mate gelado em quaquer canto, buraco restaurante...

Beijocas.

21 de maio de 2007 15:50  
Blogger DM disse...

Suas VACAS ...

VOCÊS ESTÃO ME DANDO ÁGUA NA BOCA DE RIO DE JANEIRO !

SABEM QUE JÁ FUI LÁ UMAS TREZENTAS VEZES, E NUNCA FUI A LAPA ???

MAS AGORA VOU ....

BEIJOS EM TODAS!!!!

21 de maio de 2007 18:31  
Blogger Sir DoRego disse...

Só posso dizer que o Rio de Janeiro é imperdivel. e nada mudará isso, bela sintese e realmente a lapa é o lugar..ainda bem que estou perto de Lisboa e isso me faz sempre me lembrar do Rio, e principalmente da lapa ...muito legal a descrição..sintese real do nosso país .

22 de maio de 2007 04:43  
Blogger Mélica disse...

Gostei das dicas.. ;)
O Rio é mesmo tudo de bom.. pena que muita gente não entendeu a riqueza dessa cidade.
Um beijo e um ótimo dia!

22 de maio de 2007 14:01  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker