quarta-feira, 20 de junho de 2007

Cinco Modelos de Vaca

Essa idéia vem rondando a minha cabeça há dias... Como uma mosquinha de padaria, vem e volta, vem e volta... Já estava me incomodando. Falamos tanto sobre vacas. Contamos que foi graças às ex que concluímos que somos todas umas vacas. Contamos horrores sobre vacas-bundas (a-do-rei, Luma!) que passam e passaram e passarão nas nossas vidas. Ensinamos aos homens como contentar uma vaca. Mas nunca ensinamos a uma vaca como ser (ou não ser) vaca!

Euzinha, particularmente, acho que há hora para tudo nessa vida. Há uma hora de ser vaca, sim. E é molinho ser uma. Então, apresento-lhes os Cinco - mas não todos - Modelos Comuns de Vaca.

1) A Vaca-Gatinha. Para mim, é um tipo particularmente irritante. Não tenho a menor paciência quando a concorrência ataca dessa forma e acho que as meninas hão de concordar comigo. Imagino que os homens em geral acham um saco, mas tem sempre aquele que vai dizer que é bonitinho. Esse tipo de vaca é a encarnação atual da Penélope Charmosa. Fala tatibitate. Aliás, não fala, mia. Tloca as letlinhas feito bebê. Chora à toa. Se faz de desprotegida... Confunde feminilidade com chatice. Olha, não estou falando de um charmoso biquinho ocasional, de um chorinho na hora exata. Isso eu faço e recomendo também. Estou falando miados 24x7, o tempo todo. Eu, se fosse homem, achava broxante!

2) A Vaca-Superior. Este, confesso que uso muito o tipo quando estou irritada ou me sinto acuada. Eu me estico toda, levanto o queixo, ergo as sombrancelhas. Ombros e cabelos para trás. E do alto dos meus 1,71m olho pro mundo com ar de... vaca! Sabem? Aquela que se acha melhor em tudo, mais bonita, mais legal, mais tudo? Claro que, quase sempre por trás desse tipo de vaca há insegurança. Mas olhando, ninguém diz.

3) A Vaca-Professora. Saco. É daquelas que se acha intelectual. Fala difícil. Respondente com tom professoral e condescendente, como se realmente fosse mais inteligente que o resto do mundo. Ah, claro, usa palavras difíceis aqui e ali para mostrar que sabe das coisas. Esse tipo eu, particurlamente não faço, não. Eu sei, hahaha, não preciso ficar provando isso.

4) Vaca-independente. Essa não precisa da ajuda de ninguém. É quase o oposto da gatinha. Já nasceu pronta. Troca o pneu do carro, ser for preciso. Resolve seus problemas. Vai à luta. eu simpatizo com o tipo, mas não é sempre que consigo ser uma.

5) Vaca-bunda. A vaca-galinha. A vaca-piranha. São as vacas sem ética! Homens compromissados são o prato principal destas predadoras. Alha só, antes que alguém me condene. Não sou santa. Não me faço de santa nem me finjo de chocada diante de certos fatos da vida. Eu, Ana Paula, tenho meus dias de... vaca fácil, como disse a DM. Toda mulher tem, vai, não adianta dizer que não, porque ninguém vai acreditar. Isso é normal. estou falando daquelas que, sistematicamente, só querem os homens que já pertencem a outra...

Há outros tipos de Vacas, sim. Vou pensar em mais alguns... Vacas-aproveitadoras, que engravidam para assegurar alguma coisa (marido, grana, fama, ou tudo isso), como a vaca do post da DM.

16 Comentários:

Blogger Cintia disse...

Uau!!
A vaca foi pro Brejo de novo! Adoro! E olha, o Brejo também é cultura sim!
Quanto as vacas... hum... não sei em qual delas me encaixo. Acho que um pouco de todas aí e mais um pouco. Beijão!

20 de junho de 2007 12:36  
Blogger DM disse...

Bom, vacas gatinhas, quem aguenta? Não sou homem, mas literalmente "broxo" quando me deparo com uma ...

Vaca superior, sou as vezes, vaca independente procuro ser, mas não troco pneus, e nem me arrisco a abrir aquela parte do capô que mostra o motor do carro... Aliás me limito a sentar a "bunda" e dirigir ...

As outras vacas já fui todas, menos a anti-ética, MUUU PRÁ ELAS, Nesse universo complexo, somos um pouco de todas todos os dias ...

Ai ando tão cansada de vacas essa semana, umas andarão me enchendo muito o saco ... Próxima crônica escreverei sobre "bois" ....

BEIJOS

20 de junho de 2007 13:00  
Blogger Beth disse...

É somos um pouco de todas todos os dias ....... nem que seja em pensamentos ....... uauauauauauauau

ae continuo nos primordios. Estou adorando os primórdios das vacas

20 de junho de 2007 14:23  
Blogger Lívia disse...

Adorei o novo layout!!!
E puxa, confesso que às vezes canso, até mim a mesma, com o ar vaca-professora... rsrs

Beijocas.

20 de junho de 2007 15:00  
Blogger Van disse...

GENIAL, GENIAL, queridona!!!!!!
Mas tem muitos outro modelos.....
O mundo das vacas é vasto!!!!

Tem as vacas-perfeitas:
Aquelas que mesmo cheias de defeitos (como todas) são tão iluminadas e lindas que atingem a perfeição.
Tipo vocês, né????
Aff....
E não é puxa-saquismo.
É o que eu penso, mesmo!

Adoro vocês, queridas!
POST GENIAL!

Quero outros!
Beijuca

20 de junho de 2007 15:07  
Blogger AP disse...

Lívia! a vaca aqui vai sempre pro Brejo! E sim, somos um pouco de cada uma dessas (menos as vacas-bundas, claro, que ninguém vai se orgulhar em sê-lo) e muitas outras...

DM, detesto vacas-gatinhas... Eu troco pneu, sim, mas só se for absolutamente necessário. Mas eu tive um pai que me ensinou até a limpar carburador. claro que eu já me esqueci como se faz... Mas na minha casa, com homem ou sem, essas coisas mais técnicas e masculinas ficam sempre aos meus cuidados.

Beth, querida, seus comentários continuam hilários e pontuais!

Lívia, obrigada! É obra da Dan, do Hipermoderna. Show, não é?

Van, minha queridíssima, vamos ficar vacas-convencidas assim! Estou já pensando em outros modelos para postar!

Meninas-vacas, beijos para todas vocês!!!

20 de junho de 2007 15:50  
Anonymous dan disse...

mais um meme, eu que comecei! ^^ duas coisas que eu odeio e uma que eu adoro!
http://hipermoderna.net/vou-inventar-um-meme

ah, quanto ao layout, não pretendo mudar nada radicalmente, apenas dar uma afinilada no visu, a identidade continua a mesma! ^^ não se preocupem, vocês vão gostar! ;D

beijocas a todas as vacas.

20 de junho de 2007 18:50  
Blogger Osc@r Luiz disse...

Belas e gentis vaquinhas,

Voltei por não conseguir ficar muito tempo sem aprender as vossa lições.
Nós homens, dependemos das suas instruções para melhor compreender esse complicado universo bovino.
A gentileza destas duas Vacas-Superioras, é algo que ultrapassa os arames e faz mugir no fundo das nossas consciências.
Desejo saúde e paz a vocês e a essa enorme e culta boiada que vos cerca.
Adorei pastar aqui na vossa companhia!
Um grande beijo a cada uma (ou seria uma lambida?).

20 de junho de 2007 20:20  
Blogger Cintia disse...

Minhas Queridas AP e DM.
Sou uma vaca-lerda (essa não está especificada no post mas é muito comum). Eu me atrapalhei toda com vcs duas e, cada vez que queria responder pra uma, não sabia pra quem estava respondendo... as vacas-lerdas são umas coitadas!
Bom, é o seguinte: eu voto sim para uma caixinha (chatbox) de racados aqui neste curral. Quero falar com vocês e tenho que ficar "invadindo" os comentários, mesmo o assunto não estando relacionado.
AP - vc tem um pequeno cavalheiro, né? É aquele que "preciiiisa" usar o pc? O mesmo que acha que mulher deve ficar só cheirando as flores?
DM - vc tem um pimpolho também mas não sei de que tamanho.

Hum... precisamos conversar mais. Vacas-lerdas precisam de muita conversa pra reconhecer pessoas que tem nomes tão curtos.
Um beijo grandão pra cada uma!

20 de junho de 2007 22:00  
Blogger Mélica disse...

Oiii!!
Que lindo o blog!! Adorei o look novo!! Parabéns!!

Estou passando para dizer que estou de volta de Israel.. ainda me reorganizando, mas em breve estarei mais presente na blogosfera e acompanhando com mais frequência!:) Obrigada por me acompanhar nessa viagem...;)
Um ótimo dia para vc!

21 de junho de 2007 07:41  
Blogger AP disse...

Oscar Luiz, gentil é você! Venha sempre. Beijo para você... Deixemos as lambidas para os cachorros e os bois, hahaha! Lambidas de vacas (vacas bovinas, os animais irracionais, de fato e literais...) devem ser um horror!

Cíntia, vaca-lerda sou eu, que lhe chamei de Lívia, acredita? A c-box está lá... fica melhor, mesmo! Podemos conversar! A Beth já tinha pedido também... Eu sou a Ana Paula, mãe do mini-cavalheiro apaixonado e que sempre preciiiiisa usar o computador. A jornalista. A carioca. A torcedora do Fluminenseeeeee! Um beijo!

Melica, bem-vinda de volta da sua viagem e obrigada! Vou passar lá para saber das novidades. Beijo!

21 de junho de 2007 09:32  
Blogger AP disse...

Dan, vou passar lá para ver o meme. E obrigada pelas alterações... Estamos cada dia mais lindas... Só que a vaca aqui não sabe colocar, né? Beijo!

21 de junho de 2007 09:34  
Blogger Claudio disse...

Como eu me instruo (sem trocadilhos, please) com seu blog. Aprendi muito sobre essas bovinas que nos rodeiam e ainda aprendia classificá-las. Algo como um menu para leigos.

É como em restaurante russo. Você come e nem sabe direito o que é realmente, apenas que o gosto é bom.

abs

21 de junho de 2007 10:55  
Blogger DM disse...

Nossa Cláudio! Você fala de vacas como se estivesse em uma "churrascaria" ! A perdão, falou restaurante russo ! Menos rapaz ... Mas que bom que você se diverte, essa é a idéia do Blog !
Venha sempre!
Beijos

21 de junho de 2007 17:52  
Anonymous PatyC disse...

Me encanto este post Paula, todas locas pero al final todas vacas. Ja, ja,ja...Saludos! Mua!

22 de junho de 2007 20:55  
Blogger Sir DoRego disse...

penso que todas devem abstrair disto nao se classificar e apenas ser o que é ...o que em muitos casos já é bem dificil...

23 de junho de 2007 06:30  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker