quarta-feira, 11 de julho de 2007

AS VACAS “GRILADAS” E SEUS “GRELOS”!

Toda a vaca que se preze, já nasce grilada, psicológica e anatomicamente falando! Nossos maiores “grilos” começam muito cedo, lá na chamada tenra adolescência bovina feminina. Nessa fase, não somos ainda VACAS propriamente ditas, mas simples bezerras desavisadas à mera pretensão de um dia vir a se tornar umas verdadeiras vacas. Mas ainda assim, nessas parcas “condições bovinas femininas” e sem saber direito a que viemos, já começamos naturalmente a chamar a atenção dos bovinos vizinhos de rebanho! E, é justamente nessa fase, que as coisas, se complicam um pouco para essas jovens bezerras, porque somos nessa cruel fase, arrebatadas, ainda que momentaneamente de toda a sorte e espécie de “grilos”, sem nos darmos conta, de que possuímos um “grilo” anatômico comum, vulgarmente conhecido por "grelo" que muito provavelmente será o grande responsável por nossa realização plena, em nossa maturidade bovina feminina (sexualmente falando, é claro!).

Pois é, diferentemente dos bovinos, bezerras possuem uma educação mais recatada e repressiva no que diz respeito a seus primeiros contatos com o sexo oposto, e a gente cresce seguindo o curso natural da vida, com dúvidas e grilos infindáveis, sobre nós mesmas, que geralmente só serão dissipados pelas naturais colegas e amigas de rebanho mais “experientes”, pelo salutar hábito da leitura, e ou até mesmo por alguns bons bois também mais experientes que a gente vai encontrar pela frente nos naturais currais da vida. Ou alguma vaca aí da minha geração, a menos que tenha sido filha de mãe vaca-ginecologista, vai me dizer que em sua adolescência manteve um papo esclarecedor sobre seu naturais “GRILOS” de adolescência e /ou sobre os benefícios do uso adequado do seu próprio “GRELO” ?

Never, nunquinha, jamé ! Pois é, esses “grilos e grelos” só serão resolvidos mesmo
na vida adulta, no exercício peculiar de nossa “vaquice” própria, só adquirida ao longo dos anos, depois de muito esforço para entender nossa própria natureza de fêmea da espécie, e por que não dizer dos companheiros de rebanho, os quais aliás a gente tenta entender até os dias de hoje, e muitas vezes não consegue ! Mas, como vacas perseverantes que somos ... seguimos tentando !

Bom, mas voltando aos “grilos” mais comuns da adolescência, bovina feminina:
Meus seios são grandes ou pequenos demais? Meu “traseiro” é “empinado” o suficiente? E essa cólica, hemm??? Vem todo mês mesmo, acompanhada desse mal- estar insuportável ? ( Vacas antes do período menstrual) . Será que estou dentro dos padrões de preferência bovina masculina ou da ditadura do mundo “fashion” ? Sou vaca-gorda ? Sou vaca-magra? Porque nasci vaca-crespa, ou lisa? (No universo bovino feminino a coisa funciona mais ou menos assim: Se a vaca, nasceu de madeixas crespas, quer ser vaca de madeixas-lisas e vice-versa. Se vaca nasceu clara, que ser morena, se morena, quer ser vaca- loira, e para que tantos dilemas? Ora, queridas confessem : Para agradar a quem : A NÓS MESMAS ? Para agradar aos bois, é claro, porque simplesmente não sabemos viver, sem um suspiro dos mesmos ! A gente até pode se dar bem, em qualquer área que se disponha a atuar, mas nenhuma vaca, por mais ortodoxa que seja, vive bem, sem um “suspiro” bovino masculino ! Ah, não vive mesmo ... Adoramos provoca-los, ainda que inconscientemente ....

QUANTO AOS “GRELOS”: Bom esses, (porque o plural, hem ? se cada vaca só tem um ?) a gente só descobre mesmo depois de muito penar, de resolver algumas culpas, e com ajuda dos bois é claro !

SÓ PARA BOIS DESAVISADOS E QUE NÃO ENTENDEM NADA DE VACA MESMO:

A melhor definição que já li, é a do LUIS FERNANDO VERÍSSIMO: O “grelo” feminino, é como um “guichê” de qualquer estabelecimento público: Antes de "entrar", o boi precisa necessariamente passar por ali, se não passar pelo tal “guichê” poderá vir a ter sérios problemas futuros, ou o seu ingresso em tal estabelecimento, poderá vir a ser interceptado ou bruscamente interrompido. Sem falar nas tais condições climáticas de tal ambiente, aqui me referindo a tão conhecida “umidade relativa do ar” se é que me entendem ...
Condições adversas e nada feito, um boi não entra assim, tão facilmente em tal estabelecimento . Daí a necessidade premente da passagem de qualquer boi, em tal guichê, ainda que breve ! Parênteses: Mas, não sejam tão breves assim ... bovinos. Lembrem-se da máxima: A pressa é sempre inimiga da perfeição!

QUANTO AO PRÊMIO GRELO: Acho que as vacas já agradeceram à contento tamanha honraria, mas que levei um “susto”, quando li, ah levei ... Mas no final tratava-se só, de um “inseto” saltitante e simpático !!!!

PS: Depois desse texto, me senti um pouco, como aquela velhinha canadense, que fala sobre sexo no GNT ... Mas depois relaxei, a tal velhinha é mais do que uma VACA ....

13 Comentários:

Blogger Claudio disse...

Realmente um verdadeiro tratado sobre os grilos e grelos das vacas. Fica a minha pergunta de boi sobre o universo feminino: os grilos e os grelos da vaca são maiores ou menores que os das galinhas?

Talvez fosse interessante abordar o tema pelo prisma galináceo. Será que elas tão dando valor aos grelos, visto da condição penosa (com duplo sentido) dessas aves poedeiras?

Parabéns pelo texto. Como sempre com padrão bovino de qualidade.

bjs

11 de julho de 2007 21:58  
Blogger Fabi disse...

Acho que o melhor que podemos fazer, é deixar os grilos de lado e usar bem o grelo. Fica tudo mais tranquilo nao é mesmo?

11 de julho de 2007 22:52  
Blogger AP disse...

Engraçado, amiga, meus grilos de adolescência (sou gorda ou magra? etc...) só chegaram na vida adulta... A cada percalço na minha vida amorosa, um grilo chegava para fazer cri-cri na minha cabeça. Adolescente eu tinha problemas, sim, mas não duvidava que eu era bonita, gostosa e inteligente, hahaha! Questão de educação... Meus pais me educaram para ter um self de primeira... Mas aí eu cresci... Um choque de realidade! rs

A-do-rei seu texto, vaca!!! Mas amiga, você não pode pular um detalhe importantíssimo: mulheres se vestem e se enfeitam para outras mulheres. Não para os homens. A roupa que você usa, a maquiagem, o decote, o salto... Tudo, tudinho para as outras. A visão masculina é muito superficial e só olha o todo (por todo quero dizer: é gostosa ou não? dá para pegar?). Os detalhes são para as outras mulheres... e para nós... que delícia terminar de me arrumar e me sentir poderosa, hahaha!

Quanto ao uso do grelo, amiguinha... Que bom que vivemos em momento de informação. Tudo mundo (ou quase!) sabe como é, onde está e a forma de usar! Viva a comunicação!

Beijos, boas férias! Tá frio aí? Continue escrevendo!

12 de julho de 2007 09:16  
Blogger DM disse...

Querídissimos:
CLÁUDIO: Tenho quase que certeza que vacas-galinhas, não sabem usar seus "grelos"... Sei lá, desconfio que elas primam mais pela quantidade, do que qualidade ...
AP: Concordo que os detalhes da indumentária "lay-out" final de qualquer vaca, é para competir com as "outras" vacas... Mas o objetivo final, é sempre os bois ...

Se aqui no Sul tá frio ? Me sinto nos Pólo Norte ... De matar, mas estou tentando resolver o problema etílicamente, bons vinhos tintos encorpadessímos, argentinos, chilenos, estão todos convidados!
SALUTE A TODOS !!!! Só ficar longe da "neura" paulista por uns tempos já é ótimo, e da vaca-da ex- de meu boi, igual a CREDICARD MASTERCAR: "NÃO TEM PREÇO!!!!!

12 de julho de 2007 10:50  
Blogger luma disse...

Eu ainda não agradeci! Também só hoje fiquei sabendo. Aproveito quando venho e leio todos os posts anteriores ao atual. Obrigada meninas!!
Quanto ao grelos e grilos, tanta confusão. Confundi grelos com grelhos e a coisa piorou. Deixei o post como estava. Logicamente descobri depois de um comentário bovino.
Fui na casa de uma amiga e tinha uma máscara de vaquinha, depois mostro como fiquei avacalhada!! (rs*)
Beijus, Luma

12 de julho de 2007 12:19  
Blogger Van disse...

Aaaaaaaaaahhhh! Adorei o comentário da FABI.
Tô com ela em genero, número e grelo....ops!!!!! Grau!
hahahahahahahhahahahahahahaa
Beijuca, queridas e sumidas vaquinhas.
Vão ficando famosas e esquecendo das vacas menos importantes......
aff....
:)

12 de julho de 2007 15:17  
Blogger Cintia disse...

\o/ Acho que fiquei até meio com vergonha... (nem sabia que eu era toda pudica assim!) Mas gostei, é tudo verdade! E como toda verdade, tem que ser dita. Explorações à parte, grandes responsáveis pelo conhecimento, deveria ter uma Cartilha dando uns toques, né? Tipo assim, será que a comunidade bovina toda sabe onde fica o tal do "ponto G"? (ou seria "ponto V"?)
Olhaí, um assunto importante pras amigas vacas abordarem. Beijos!

12 de julho de 2007 18:03  
Blogger AP disse...

Querida Doutora, aproveite o frio... Sinta-se européia, ahahaha! Beba vinha, inspire-se... Escreve-nos sobre as vacas e vaquices do Sul!

13 de julho de 2007 10:00  
Blogger DM disse...

Queridas leitoras:

VAN - Esquenta não, esta vaca aqui tá de férias no Sul, e até aqui chegar, só correu, como ia esquecer da minha super vaquinha Quintana de saias !!! Hoje to passando lá no Van Filosofia ...

Cíntia: Vergonha do que, de ser vaca e ter grelo ??? Me poupe amiga, anyway as vacas estão aqui para dirimir quaisquer dúvidas sobre essa nossa particular existência bovina !!!Beijos !!!

AP: De fato aqui, me sinto uma vaca mais européia ... Vacas e bois por aqui andam de casacos, mantilhas, cachecóis sobretudo ... Bovinos muito chiques por aqui... Nada a mostra, mas muito charme bovino ... O problema é meu bezerro inquieto que não me deixa ver nada com calma ....Bom, mais etílica do que nunca, para passar o frio ...Saudades

13 de julho de 2007 15:08  
Blogger AP disse...

Querida e etílica amiga vaca, estou com saudades tb... Ah, nada como roupas de frio para nos deixar mais bonitas e charmosas... Para bezerro inquieto não tem remédio, não... Então o jeito é negociar... Tente negociar seu tempo com ele!rs Beijos!

13 de julho de 2007 15:12  
Blogger Sir DoRego disse...

a passagem pelo"guiche" nunca deve ser breve...deve ser como direi...marcante...e tocante no que se refere ao prazer que tal "pedágio" proporciona a concessionaria que administra a tal rodovia onde se encontra tal guiche, que nos faz sempre voltar...sempre...(hehehe).

14 de julho de 2007 09:30  
Blogger AP disse...

Ah, Sir... Cara que comentário fantástico, ahahaha! Tô rindo até agora!

14 de julho de 2007 10:04  
Blogger DM disse...

Sir Sir Sir ...
A exemplo da AP, amei o comentário, é sempre uma honra voc~e por aqui a prestigiar as vacas...
Passagens marcantes pelo tal guichê, costumam ser inesquecíveis, e as vezes as vacas se apaixonam ....

14 de julho de 2007 10:43  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker