segunda-feira, 6 de agosto de 2007

BOIS E VACAS “WORKAHOLICS”.

Reza a lenda que “o trabalho enobrece” ou então, que “Deus ajuda, quem cedo madruga”, mas em minha singela opinião, nem tanto assim. Aliás, acho de um “diletantismo puro” os bovinos(as) que dizem “amar” o trabalho acima de todas as coisas, e que se sentem “realizados” – só - com isso. OK, ta certo que por vezes é gratificante exercer a profissão que se escolheu, ser “expert” em qualquer coisa na vida, e, através do exercício diuturno e ininterrupto de um labor “honesto”, manter a própria subsistência e conquistar toda a sorte de coisas materiais que porventura conste do particular rol de ambições de cada um.

Meu ex-boi, um típico “bom vivand”, versão afrancesada do que no Brasil chamamos de “vagabundo e deitado”, na linha contrária dos bovinos tidos como “workaholics” enaltecia o ócio como ninguém, e ainda elocubrava frases do tipo: “Quem trabalha muito, não tempo de ganhar dinheiro”! E não é que o cara se achava feliz ao seu modo.

Como o cara não era “muito chegado” ao trabalho, e eu, por outro lado, admitindo ser uma vaca materialista, “pero no mucho” me sentia sobrecarregada demais, pois aquela felicidade não era a minha, por esta e outras razões mais relevantes é claro, um belo dia, mandei literalmente o boi pastar !

Mas a via contrária em excesso também não me agrada muito! Jamais suportaria, manter um relacionamento com um “boi-workaholic” em tempo integral. Um boi, que não achasse um tempo de qualidade para mim, que não estivesse “livre” ainda que por um breve momento, só para ouvir minhas estórias de vaca, que nunca pudesse atender ao telefone quando o assunto de fato fosse urgente, que vivesse assoberbado de compromissos e reuniões sempre inadiáveis, sem hora pré-determinada para acabarem. Um boi, que só vivesse em função de agenda e de prazos, em que eu precisasse também, previamente me agendar com ele, para o que quer que fosse. Bois e vacas desse “nype”, por mais trabalhadores e ambiciosos que sejam, e com todo o lastro de bens materiais que podem por certo vir a alcançar e proporcionar, com vistas a justificar suas constantes ausências, de igual modo, eu mandaria pastar.

Fico pensando por vezes, que momentos de qualidade podem ter esses “altos-executivos” ou mega-empresários, com uma VERDADEIRA VACA? Quase nenhum. Quanto muito um sexo casual talvez, “quase sempre às pressas”, ou quem sabe um sexo bem pago, com uma “vaca modelo da hora, que aliás não deve estar nem ai para ele, mas sim pela grana do cara, e pelas “benesses”, que o “vil metal” proporciona. A coisa assim, fica muito superficial e de consumo rápido!

Assim, quem se satisfaz só com o trabalho, por certo que nunca se realizará completamente com uma vaca ou um boi, pela simples razão de não haver tempo, nem espaço para o outro(a) em sua louca vida de trabalho.

Tão me achando vaca tipo “grudenta” não é mesmo ? Mas não é o caso, não. Simplesmente acho que para tudo na vida, tem haver moderação e comedimento, e dentre essas coisas, até mesmo o trabalho, que precisa ter hora determinada para começar e acabar. Quando trabalhamos em excesso, ainda que os fins e objetivos sejam para lá de louváveis, obramos por esquecer da efemeridade da vida “bovina” e da passagem inexorável do tempo, que também é implacável.

Não estou aqui fazendo qualquer apologia ao ócio, mas bois e vacas tidos como “workaholics”, me parecem estar a perder, e muito, das coisas simples, mas não menos boas da vida! Tanto o ócio como o trabalho, em meu modo de ver, são indispensáveis ao crescimento do ser humano, por isso não devem andar divorciados por muito tempo !

Nessas condições, parto sempre do seguinte princípio: Deve mesmo, ser “show” ter a carro importado “top” de linha do ano, ou a bolsa e o sapato da marca “Prada”. Mas de que me adiantam esses bens materiais se não terei qualidade de vida suficiente para poder usufruí-los!

O mesmo acontece nos relacionamentos bovinos, ausências constantes de bois e vacas, sob pretextos de trabalho, ainda que consentidas costumam deixar “certos” vácuos por vezes irremediáveis na relação, além de deixar as porteiras do curral sempre abertas para novos bois e vacas que estão por ali a pastarem, e/ou simplesmente de passagem pelo pasto !

PS: Como é natural existirem bois e vacas com opiniões no “contra-fluxo”, vou logo avisando, é evidente, que existem momentos na vida em que o trabalho por vezes necessita ser priorizado mesmo. Na minha profissão vivo correndo atrás de prazos e eles atrás de mim. Mas tem de se organizar para que o boi do lado, não se sinta nunca preterido demais. Meio termo para tudo na vida, é sempre o ideal, (no meio está a virtude).

18 Comentários:

Anonymous Adão Braga disse...

Não conheço nenhum nobre que trabalhe tanto quanto eu!!!

6 de agosto de 2007 21:58  
Anonymous Anônimo disse...

Precisa prestar atenção na digitação, nos erros de português e nas palavras estrangeiras escritas de forma incorreta... Use o corretor, na dúvida! Assim, do jeito que está, você peca contra teu texto. Continuo sem entender porque o uso de tantas aspas. Pesam demais no texto. Me imagino vendo você fazendo aquele gesto ridículo das aspas com os dedos o tempo todo. Nem tudo o que você grifa precisa de destaque.
Aceite essas minhas críticas numa boa, por favor. Trabalho numa editora e sei do que estou falando...
Abraço!
Vivian

6 de agosto de 2007 22:45  
Anonymous Anônimo disse...

O ditado correto é assim:

O trabalho enobrece o homem,
porém depois de nobre ele não trabalha...

6 de agosto de 2007 23:50  
Blogger Wolverine Logan disse...

Nunca tive vocação pra especialista, sempre gostei de saber sobre vários assuntos diferentes, o que não é a melhor política pra quem quer ganhar muito dinheiro o que nunca foi meu objetivo, prezo poder estar entre amigos, e quando estou apaixonado a prioridade é estar com a bem amada, levo uma vida leve e feliz, mas quando me vinculo numa idéia ou num projeto coloco toda minha força nele, pode até ser um defeito mas minha vida é movida a grandes paixões, por pessoas, idéias e ideais.

6 de agosto de 2007 23:52  
Blogger rafael disse...

Uma frase resume minha postura frente ao trabalho: o suficiente já basta!

E não sou exigente....

7 de agosto de 2007 02:20  
Anonymous 1ª Lady Newton disse...

Vivi isso ha 6 meses. Spider Man é um boi recém-formado que conseguiu um otimo emprego numa empresa e precisa viajar o tempo todo! Como é muito jovem e está passando por um momento sublime na carreira, ele acha que deve priorizar esta fase, não assumindo definitivamente nosso relacionamento, apesar de dizer que não tem tempo para outras mulheres e sempre quando está em Sampa, me procurar, ao menos para conversarmos ao telefone.

Sim, eu me sinto triste, pois a ausencia dele faz muita falta. A ladainha que ouço é a de que em ABRIL este projeto acaba e ele ficará mais tranquilo. Mas depois deste projeto virão outros! E a carreira dele está apenas começando, muito brm por sinal! Não posso pedir a ele que deixe isto de lado e também não desejo que ele o faça.

Estou urtindo ele qdo posso e nossos momentos juntos são de qualidade, apesar de escassos! Ele tb me dá muita força no meu trabalho que tb exige renúncia. Acho q por enauqnto, estamos num momento de priorizar nossas carreiras, mas contradizendo tudo o q eu disse até agora:

SINTO FALTA DELE nos momentos simpls, sabe?

Vamos ver como isso acaba, né?

DM: Vc desceveu sem tirar nem por o Spider Man no parágrafo que desenvolve as caracteristicas do Workaholic...Mas o meu boizinho é tão carinhoso...tão fofo! Por isso fico neste impasse danado!

7 de agosto de 2007 08:33  
Blogger Ricardo Rayol disse...

Detesto ser óbvio mas tudo é equilíbrio, mas fico surpreso que tenha aturado um encostado.

7 de agosto de 2007 12:41  
Blogger DM disse...

QUERIDA LADY, VOU SER AGORA OBJETIVA COM VOCÊ COMO NUNCA FUI, JÁ QUE ME DESTE ESSA LIBERDADE, O TEXTO DE FATO FOI DIRECIONADO A VOCÊ E AO SEU MOMENTO COM O SPIDER ... ACHEI QUE FICOU ATÉ MEIO GENÉRICO, ALIÁS, NEM EU GOSTEI MUITO, O FIZ NA CORRIDA, POR CONTA DE DEMANDAS DE TRABALHO.

QUERIDA NENHUM RELACIONAMENTO É REDONDO, COMO A "CERVEJA" HÁ HÁ, AS VACAS QUE DIZEM QUE LEVAM UMA VIDA PERFEITA COM SEU BOI, MENTEM ... SEMPRE EXISTEM SENÕES ... ENTENDO O PERFIL DO SPIDER DE TRABALHADOR CONTUMAZ E EM TEMPO INTEGRAL . O CARA PODE ESTAR MESMO EM UM MOMENTO PROFISSIONAL, EM QUE OPORTUNIDADES POR CERTO NÃO PODEM SER DESPREZADAS E PERDIDAS. ATÉ AÍ TUDO BEM, RESPEITO E ENTENDO. E SE GOSTAS MESMO DO CARA DEVE SUBLIMAR E INCENTIVAR, ESSAS SÃO POR MIM AS CHAMADAS AUSÊNCIAS CONSENTIDAS E QUE DEVEM SER PASSAGEIRAS ...
A VIDA POR VEZES É SUBLIMAÇÃO EM PROL DE UM BEM OU DE OBJETIVOS A SEREM CONQUISTADOS ... NO ENTANTO NÃO TE VEJO MUITO FELIZ NA COISA ... SÓ ME PAREÇE FELIZ, QUANDO ESTÁS EFETIVAMENTE COM O CARA ... E COMO FICAS NESSAS AUSÊNCIAS? É QUESTÃO DE AVALIAR ...

JÁ VIVI SITUAÇÕES SEMELHANTES COM MEU BOI ATUAL, QUANDO PINTAM INÚMERAS OPORTUNIDADES DE TRABALHO E GANHOS DE FATO IMPERDÍVEIS, MAS QUANDO CONSTATEI DISTORÇÕES, CHAMEI O BOI PARA A CONVERSA ... SE EXISTE DE FATO UM PROJETO DE VIDA JUNTOS, HÁ DE SE SUBLIMAR E ATÉ AGUENTAR TAIS MOMENTOS ... SENÃO NÃO SEI SE VALE A PENA ... A OPÇÃO DE PORTEIRAS DO CURRAL ABERTAS OU NÃO, DEVE SER CONJUNTA E PESSOAL ... MUITA AUSÊNCIA, GERA FRUSTAÇÃO, SOLIDÃO POR VEZES INDESEJADA, CARÊNCIAS, ETC ... E TUDO ISSO SOMADO, DÓI DEMAIS. POR MAIS QUE SE TEM AMIGOS, QUE A GENTE SE ENVOLVA COM OUTRAS COISAS PESSOAIS, COM O TRABALHO, A CASA A VIDA, NADA SUBSTITUÍ OS MOMENTOS COM O BOI QUE SE GOSTA... MAS SE SE RELACIONAR COM ESSE BOI DÁ MAIS SOFRIMENTO QUE FELICIDADE, É QUESTÃO DE SE REAVALIAR SE VALE A PENA OU NÃO ... O CARA TAMBÉM TEM DE VER O TEU LADO, PÔ ... VEJO A COISA TODA DE FORA, E JÁ ACHO O SPIDER UM POUCO EGOÍSTA, APESAR DE TODO O CHARME... ENFIM QUEM TEM DE AVALIAR É TU MESMO, O QUE É MELHOR PRÁ TI... MAS VÊ SE NÃO SOFRE MUITO... BOI NENHUM DO MUNDO MEREÇE LÁGRIMAS DE VACAS !!!

BEIJOS

7 de agosto de 2007 13:17  
Anonymous 1ª Lady Newton disse...

DM:

Obrigada mesmo! Vou reavaliar tudo isto sim. É muito triste quando ele não está, apesar de me sentir única ao lado dele. Temos planos juntos? Não sei. O tempo que ficamos juntos, não planejamos nada. Ele gosta de mim? Diz que não consegue se enxergar com outra. Mas tb não assume nada. Diz que tem medo de me prender. Talvez se gostasse mesmo de mim, preferisse me prender ao estar longe né?

Tudo é uma curtição só! Eu achava uma baita diversão enquanto era só paquerinha, casinho, rolinho. Mas ele foi me cativando, ficando mais presente (e ausente, pois comecei a sentir mais a falta dele) e acho q agora está tudo perdido! TO APAIXONADA!!!!!

Talvez seja por isso q fiquei mais melancólica! Hehehe

Mesmo assim, valeu mesmo!
É bom qdo recebemos conselhos de pessoas q vem de fora! Ja q não tenho o meu blog, uso o de vcs!

7 de agosto de 2007 14:11  
Blogger Thiane disse...

Sou workaholic assumida. Mas entendo que esse é um problema meu e que eu tenho que aprender a administrar sem sacrificar ninguém. Mas, na verdade, ter uma agenda minha ajuda na hora de conviver com a agenda dos outros. Porque é isso: quando é o outro que se enrola, não fui eu quem deixou de viver a minha vida à espera dos compromissos de alguém. Ter projetos pessoais, hobbies, reservar um horário pra ficar consigo mesmo além de trabalhar para ter realização é essencial. E tb acho que quando não sobra 5 minutos pra ligar, um final de semana, uma noite de segunda à sexta, por mais workaholic que seja essa pessoa está é fugindo do outro. Fugindo da relação. Qualquer workaholic sabe que sempre tem mais 5 minutos pra encaixar... E tudo é negociável. Beijos

7 de agosto de 2007 14:28  
Anonymous 1ª Lady newton disse...

Meu workaholic favorito as vezes passa quase um mês sem pisar em soslo paulista!

Oh céus! Oh Vida! Oh azar!
Como é difícil para um super-herói proteger o mundo!

7 de agosto de 2007 14:41  
Blogger DM disse...

Mas querida Lady, não se esqueça de proteger a você primeiro....
Agora, estar apaixonada, é um dos melhores estados de espírito que já experimentei na vida, mas nunca se esqueça de amar a si primeiro ...Questão de se auto-proteger, para a vaca não ir pro brejo ...

7 de agosto de 2007 16:44  
Anonymous 1ª Lady Newton disse...

Sábio conselho DM!

Se algum dia eu realmente tiver meu time de Voley com o Spider, juro que batizo uma delas com seu nome!

7 de agosto de 2007 17:03  
Blogger Angelina Jolie disse...

Ahh! é muito difícil conviver com um workaholic. Por mais que se acerte e se compreenda que é necessário, que é essencial, mesmo que por uma fase, isso desgasta muito uma relação. Atrasos, muitos momentos sozinha, e não estar ali exatamente naquele momento imprescindível...

pra mim, como foi dito, trabalho tem hora certa pra começar e pra terminar, sou muito "dura" nesse quesito e qualquer "exploração" a mais me deixa muito estressada.

8 de agosto de 2007 10:47  
Anonymous Fabio Centenaro disse...

Eu já fui um workaholic, hoje nem tanto. Mas com muito trabalho ou não, acho que a chave é ver se o relacionamento, no geral, satisfaz ambos os envolvidos. Sofrer por alguém que nunca pode estar presente não é nada legal. A não ser que haja uma luz no fim do túnel, como por exemplo "daqui a um mês tudo volta ao normal". Se não houver essa "esperança", vejo só sofrimento. Um encontro casual, paqueras, é só legal no começo. Depois, a gente começa a querer mais, querer um relacionamento estável, um relacionamento de verdade. E um relacionamento só é possível quando existem duas pessoas, e não uma só.

Acredito que o importante é avaliar até onde vale a pena levar essa situação adianta. Por melhor que seja a outra pessoa, não acho prudente alguém "se violentar" na espera de outra.

Desculpe a intromissão ... mas essa é minha opinião ;)

8 de agosto de 2007 13:52  
Anonymous 1ª Lady Newton disse...

Hoje no almoço:

SM: Oi Lady, to no Rio, mas volto ainda hoje se tudo der certo. Amanhã acho que fico na empresa mas não sei direito a que oras saio de lá. Ainda na sexta vou para Vitória de novo.

LN: E porque ta me dizendo tudo isso?

SM: Para vc saber porque não estou com vc.

LN: Hum...sei.

SM: Bem, ja que vai ficar calada assim acho melhor eu desligar.

LN: Espera... Boa viagem. Cuidado tá? E me traz uma lembrancnha aí do Rio.

SM: Não fica brava.

LN: Não to brava.

SM: Volto na Terça. Te ligo.

PS: What can I do??????

8 de agosto de 2007 14:21  
Blogger Ana Paula disse...

Eu estou cansada de workaholics!!! Meu próximo namorado vai ser vagabundo, hahahaha!

Gostei do texto, me lembrei dos tempos de casamento de lembrei de certos homens que me passaram pela vida!

9 de agosto de 2007 11:34  
Anonymous Anônimo disse...

Ser woraholic não quer dizer que o cara é ruim na cama,

Sou woraholic e viciado em sexo,

ô vaca:
fica quietinha,

8 de julho de 2008 14:26  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker