quarta-feira, 19 de setembro de 2007

BOIS MADUROS PREFEREM NOVILHAS E VICE-VERSA?

Reza a lenda que bois mais velhos preferem vacas bem mais novas que eles, e que a recíproca também é verdadeira, aqui me referindo às vacas mais maduras, que estão também agora a preferir novilhos sarados e mais jovens!

Nunca apreciei muito esse tipo de idéia pré-concebida, como, por exemplo, no mesmo gênero, os bois preferem às vacas LOIRAS ao invés das morenas... Como se de antemão, o sempre desejado e almejado encontro entre parceiros do sexo oposto estivesse sempre condicionado à “juventude estampada” do colega de rebanho, ou a singela cor de suas madeixas...

Mas sou obrigada a me render para o fato de que, desde que o mundo é mundo, em muitos casos, homens mais velhos, depois da maduridade adquirida, optam sim, por Vacas bem mais novas que eles!

Em contra-partida, as vacas hoje maduras,não mostram mais, qualquer espécie de preconceito ao se relacionar com verdadeiros “novilhos” do sexo oposto, de preferência os mais saradérrimos...

Não possuo nenhuma espécie de preconceito no que diz respeito a tais tipos de relacionamento, mas não posso deixar de vislumbrar nos mesmos um fim já pré-anunciado, que por vezes, nada tem a ver com a idade cronológica de ambos os parceiros... (Reticências necessárias, para vocês refletirem mais profundamente sobre o assunto!)

Em uma sociedade bovina de consumo como a nossa, que está sempre a enaltecer o culto a “juventude eterna”, é mais do que normal e aceitável que bovinos e bovinas de idade mais avançada, em um determinado momento de suas vidas, se sintam sim, atraídos por parceiros mais jovens, pela inquestionável atração que corpos jovens e sarados despertam em todos nós e também por aquele espírito aventureiro e um pouco irresponsável que só “juventude” proporciona e permite...

Mas o que acho intrigante, nessa espécie de relacionamento, é a questão mais elevada da coisa toda ... Aqueles conceitos e valores de vida, que só se adquirem com a maturidade ao longo de um tempo,(aqui psicologicamente falando) e que de uma certa forma se mostrarão por vezes conflitantes entre parceiros de idade muito diferentes .

No caso específico dos bois, acho particularmente, que eles não dão a mínima importância para esse fato singular, já que ao escolher uma parceira bem mais jovem, estão simplesmente a exercer uma questão de vaidade pessoal, pelo simples fato de expor a tal novilha aos outros bois... (A tal concorrência, por vezes infantil dos bovinos), porque uma novilha, certamente aos olhos dos outros bois, alimenta o “ego” de um bovino de meia-idade...

A novilha, por seu turno, não está ali com o boi-maduro, pela beleza escultural do mesmo, em muitos casos já corroída pelo tempo, talvez esteja ali sim, pela segurança e estabilidade que um boi deste geralmente proporciona, talvez pela experiência do mesmo, pelas boas histórias que ele lhe contará, e/ou ainda por um complexo de Édipo mal resolvido ao longo da vida. Enfim, a novilha estará ali, ao lado deste boi de meia-idade, por tudo isso, mas certamente não pela virilidade e disposição do mesmo...

Necessário parênteses: (OK, em tempos de ‘Viagras bovinos’, agora tudo é possível!) Mas como vaca que sou, já vou logo adiantando: Aprecio muito mais ereções masculinas por causas naturais, do que por causas químicas!

Na via contrária: A vaca- madura e seu novilho sarado ... Por evidente que novilhos sarados, em tempos de cultura ao corpo, se mostram atraentes a essas vacas, aliás eu diria a todas às vacas... Bíceps e tríceps bem torneados, colírio para os olhos de qualquer vaca! Mas sem exageros, tá ? (Particularmente, odeio aqueles bois, que parecem haver engolido um “cabide”).

Pois é, bois sarados e jovens, de um modo geral, são de fato esculturais mesmo, e maravilhosos de se olhar, sendo cultuados e apreciados desde a Roma antiga!

Vaca divagando : Não pude deixar de lembrar agora do seriado Roma da HBO, do Tito Pulo, do Lúcio Veronius, Marco Antônio, etc., do Gladiador, do filme, etc.) - Ichê, agora já pulei para a Grécia-antiga, precisamente em Esparta, naqueles trezentos-bois de tirar o fôlego de qualquer vaca ! Sem, sombra de dúvida, todos EMBLEMATICAMENTE MASCULINOS, VIRIS, EXALTANDO TESTOSTERONA!!!

Pois é, mas será que uma vaca-mais-madura, tem pique para um cara desses? E depois da mais do que certa, satisfação carnal e visual, o que será que discutem esses parceiros na intimidade do curral ? É fato, que bois amadurecem um pouco mais tarde, do que as vacas, isso é constatado desde a mais tenra infância, se agravando mais ainda na adolescência...

A vaca certamente já deve ser resolvida profissionalmente, e o boi-novilho, certamente ainda estará patinando e galgando degraus profissionais.

E o que me dizem das diferenças culturais e de experiência de vida entre ambos? Será que conseguem ser dirimidas ao longo do tempo? E se, a vaca já deixou de procriar e o boi, ainda tem pretensões nessa área? Todo boi, carrega em si, o desejo ancestral de perpetuação da espécie...

Bem sei que a medicina avançou muito na área reprodutiva, vacas agora têm filhos aos 50 anos se assim o desejarem. Mas me pergunto sempre se será esta, uma atitude responsável? Um filho e suas correlatas implicações, em tão avançada idade?

Antes de me apedrejarem em praça pública, por aparente preconceito, vou desde logo avisando, que me inclino ao ponderável e acredito que por certo em tais relações, existem sim muitas trocas. Talvez muitas, até de fato, gratificantes para ambos os parceiros, mas que esse tipo de relação já nasce condenada à efemeridade, ah isso já nasce mesmo! Pela singela e simples razão do tempo ser inexorável, e a juventude se esvanecer junto com ele !

Logo, logo, certamente os bois e as vacas mais velhos, pareceram entediantes para os mais novos e a recíproca por certo será mais do que verdadeira, porque não?

Por isso sou adepta de relações mais equilibradas, não tão equidistantes assim... Mas essa questão não deve ser fechada, nunca! Tudo dependerá da hora, do local, do momento, ou do boi ou vaca novilhos saradões que ousarem atravessar o seu caminho, em um belo dia de sol ou de chuva, se preferirem os mais reclusos.

Atire a primeira pedra o boi ou a vaca, que nunca pensou em azarar um desses, em qualquer idade? Rssss.

26 Comentários:

Blogger Ana Paula disse...

Tô respondendo rapidinho pq tenho que ir buscar o sueco na escola e levar pro Judô... Sabe... Sei lá, na minha vida, não dá para generalizar... Sempre namorei homens especificamente da minha idade. Casei com um. Depos que me separei, já tive mais velhos, já tive mais novos... Como estou numa idade, asim, digamos, intermediária... De vez em quando tem um bebê arrastando as asinhas pra mim... De vez em quando um beeem mais velho... Os da mesma idade é que estão cada vez mais raros. a minha dúvida é se estão atrás das mais novas ou das mais velhas?
Agora, pra mim, AP, não faz muita diferença, não... O conteúdo é que conta... rs rs rs
Postei, né? Deixa eu correr! Beijos.

19 de setembro de 2007 16:24  
Anonymous Fabio disse...

Buenas, lá vou eu de novo. Não se esqueçam das vaquinhas (no sentido pejorativo, sim) mais novas que se ficam com os mais velhos por puro interesse.

Mas tirando isso, não vejo problema nesse negócio de idade. Um de 25 pode ficar com uma de 35 e vice-versa. O que importa é a cabeça dos dois e o que cada um espera.
Em havendo cumplicidade nos sentimentos/desejos, tudo bem. Se for só por atração física, ou por ego, tem tudo pra dar errado.

Mas como diria minha vó: "cá um, cá um" ...

Beijos!

19 de setembro de 2007 17:04  
Blogger Claudia disse...

AP disse tudooo!! Eu nunca gostei d mtoo mais velhos, sempre tive relacionamentos mais serios (1 casamento e 1 namorido) c os da minha idade. A questao dos sapinhos (SAP:bezerros p vcs) começou mto por acaso, qdo me separei do namorido eles começaram a coachar no meu brejo junto c os beeeeemm mais velhos... daeh, o q aconteceu foi pura matematica e hj em dia troco 60 por 2 de 30 ou 40 por 2 de 20, facil facil!!! a-do-rooooo!!! Mas, sempre achei q é só p brincar no play!! Será??
"Deixo a vida me levar, vida leva eu..."
bjksssssssssss

19 de setembro de 2007 17:54  
Blogger Ricardo Rayol disse...

Divagando um pouco, sim com certeza existe uma predileção idiota de ostentar um trofeu. Eu evito. Geralmente a mulherada mais jovem não sabe o que quer e onde quer. Ou então fazem caras e bocas absolutamente desconexos e só um retardado para acreditar que ela está realmente sentindo prazer. Na verdade nunca fui encanado em guria nova.

19 de setembro de 2007 18:17  
Blogger DM disse...

Pois é gente, sem preconceito, na prática a coisa não funciona muito bem, como bem dito pela AP, depende do conteúdo de cada um ... Aliás aquele trecho do comentário da AP,já tive uns, já de tive outros, parece samba do Martinho da Vila, aliás o tema da samba mesmo, como disse a Cláudia, deixa a vida me levar, vida leva eu ...(Zeca Pagodinho) Não curto muito samba, apenas cultura geral ...

Bom quando tinha 18, gostava dos mais velhos e cheguei a namorar um de 35... Não deu pé mesmo ... Porque o cara era erudito e intelectual demais prá mim na época, e eu no auge da minha "novilhidade", não tinha paciência com o boi, queria mesmo é sair, fazer festa, conhecer o mundo,na prática ....

Aí, depois de alguns anos, acabei casando, com um boi um ano mais velho que eu... Só que o boi em questão tinha a idade mental, dez anos a menos que a minha... O cara era divertidíssimo, festeiro,mas responsabilidade zero....(A cronologia parecida aqui não ajudou muito justamente pelo conteúdo) ...

Hoje estou com um boi dois anos mais velho que eu, mas bem mais "sério" que eu ... Mesmos projetos de vida, pensamentos parecidos sobre algumas coisas, divergências não menos sérias sobre outras ... e a coisa parece estar a funcionar ... Mas nunca se sabe o como será o próximo ato, não é mesmo ???

19 de setembro de 2007 18:44  
Blogger Gastón disse...

Sempre me relacionei com mulheres da mesma idade que eu. Porém, a mulherada hoje em dia está tão insuportavelmente recalcada que uma mulher mais nova acaba tornando uma relação mais leve. O problema é que a longo prazo a coisa não anda. Momento de vida é importante.

19 de setembro de 2007 19:02  
Blogger AcidoCloridrix disse...

Novilhas tenrinhas normalmente têm muito nervo, e nervo sabe mal,,,, quanto a mim prefiro gordurinha que dá mais sabor ao "petisco",,, gordurinha da boa, que se derrete entre os labios,,, entendes??? Que novilhas que nada,,,, vivam as vaquinhas!!!!!
HCL

19 de setembro de 2007 19:27  
Blogger a calma alma má disse...

hummm, eu devo ter algum tipo de imã para boizinhos mais novos... até cheguei a casar com um. Hoje, quando conheço um representante do sexo masculino e ele é mais velho que eu, uhuu!! Comemoro!!! Tão raro é... Eu queria saber por onde andam os moços bois da minha idade (ou mais). Diz a lenda que casados, com filhos, dentro das suas casas, será?

19 de setembro de 2007 19:36  
Anonymous Beth disse...

Desde de muito nova prefiro os homens mais velhos do que eu, normalmente 5 anos mais velho. Engraçado isso !! Agora que estou pensando. A maioria era mais velho do que eu 5 anos. Eu heim!!??
Nada demais, nem estou a procura de algo mais do que os garotões, mas normalmente prefiro os homens mais velhos. Sempre foi assim!! Sei lá .... vou saber !!! Prefiro os quarentões.


Beijão DM

19 de setembro de 2007 19:41  
Blogger Prill disse...

aahmm
já faz algum tempo que eu tava afim desse tema pulular no "...vacas".

primeiro pra repartir uma observação minha de que os bois mais velhos já não preferem tanto as novilhas como antigamente, não mesmo, podemos fazer uma pesquisa IBGE a esse respeito. as vacas de idade intermediária têm tomado brutalmente o mercado porque, como a Ana falou, têm podido alargar a roda da coisa tanto pros da sua idade, como pros mais novos, quanto pros mais velhos. ou seja: a mulher de mais de 30 hoje não está numa posição tão desconfortável assim como algumas gostam de alardear (é blefe! eu sempre soube).
digo essas coisas porque sempre saí e namorei bois mais velhos e, invariavelmente a coisa terminava e lá estava ele com uma adoravel, inteligente e estabelecida balzaquiana à tira colo.
nós, sub-2[5?], apreciadoras dos bois de maior milhagem pastoril temos sofrido muito. ao menos eu tenho sofrido muito porque o mercado está realmente escasso.
e não, não sou interesseira, não estou procurando quem me sustente e não imagino ter lá grandes complexos de Édipo; simplesmente me divirto mais com os moços maiores de 35 anos. não há nem comparação. e a virilidade desses bois seniors têm estado à toda diante do progresso da ciência, não tenho nenhum preconceito contra o viagras, gemadas e catuabas.
Enfim, as diferenças são complicadas, lógico. Idades diferentes geralmente pedem momentos e planos de vida diferentes mas, nem sempre, são anacronismos insuperáveis.

um beijo

19 de setembro de 2007 19:41  
Blogger DM disse...

Gente que primor de comentários:

Em síntese: Gaston, leveza em qualquer relacionamento é essencial, mas com novilhos de ambos os sexos, as vezes cansa !

HCL: Que bom que você aprecia vacas, mais maduras e mais cheiiinhas,de cérebro, gordura não tá com nada ...To te devendo uma visita!

Beth: Adoro você, e bois mais velhos de 5 até 1o anos a mais acho perfeitamente administrável, mais que isso problemático !!!

Calma alma má: Bois mais novos sem problemas desde que na citada diferença de 5 a 10 !

Prill: Primor de comentário, adorei !!!

19 de setembro de 2007 20:56  
Anonymous nana' hayne disse...

Olha DM,
dia destes fui convidada a responder uma pergunta para o blog Acido Cloridrix, então fui lá e dei um copy e vou dar uma paste aki.... pura preguicinha mesmo, rs, tá certo que a pergunta dele era:

Sexo com pessoas bem mais velhas????? Já experimentou???? Foi bom???? Foi mau????

Mas acho que serve bem para este seu post, com os complementos q vou colocar abaixo do q respondi lá....

"Bem, minha experiência é o justo oposto, meu namorado atual é 18 anos mais jovem do que eu. Tenho 49 e ele 31. Ao que me consta está¡ bem feliz :)

Houve em minha vida uma quase que constante no tema:
3 casamentos e todos com homens mais jovens, variando a diferença entre 1 mes e 12 anos.
Não tenho nada contra os mais velhos e ou de mesma idade, somente rolou pouco.
Ainda hj não fiz nenhum "reparo" ( nada de botox, plásticas, etc).
Porque?
Sou do tipo que acredita que as pessoas se atraem por afinidades, existe muito mais que só atração física para que o sexo seja bom.
Quanto a "saber fazer", acho que independe da idade...é algo inato, dai eu dizer que precisa mais que atração física.
Assim como prazer, (palavra de sentido muito amplo, mas que geralmente é citada somente ao lado do sexual, devemos lembrar que sexo é lúdico e imagine uma pessoa "brincalhona", "solta" de bom humor mesmo, tentando fazer sexo com alguém muito conservador, sóbrio e de pouco humor?
Na minha opinião, não vai rolar um bom sexo.
Aqueles que conhecem melhor a si mesmo, geralmente são os melhores amantes, porque antes mesmo de ir pra cama com alguem, vão saber notar se têm ou não compatibilidades.
nana' 18 de Setembro de 2007 12:29"

...complementos: relacionamentos assim como todo o restante das coisas na vida é impreciso e inseguro, jamais se pode saber até quando vai durar... dia destes aqui mesmo falamos do "homem-cagão"... acho válido para este post tb...ora, se ficarmos com medo do futuro, não iremos viver. Encarar uma relação com alguém mais jovem que poderá não dar certo, ou como vc diz ali 'condenada':

"Talvez muitas, até de fato, gratificantes para ambos os parceiros, mas que esse tipo de relação já nasce condenada à efemeridade, ah isso já nasce mesmo! Pela singela e simples razão do tempo ser inexorável, e a juventude se esvanecer junto com ele !"
...é tão igual à uma relação de pessoas da mesma idade, que pode não dar certo, por "n" motivos.
Será mesmo que devemos nos preocupar com motivos? Ou seria melhor como ( acredito que foi aqui tb que falamos) ...infinito enquanto dure?

Relações mais equilibradas?
E quem garante que idade é sinal de equilíbrio ou falta dele?

Entediante?
Repito, será tão entediante ou não mesmo se forem da mesma idade, sempre vai depender muito mais de AFINIDADES.

Filhos?
Sim é preciso deixar claro isso, assim como tantas outras aspirações, que se tem, jamis se sabe onde vai acabar...
No meu caso já decidimos que se estivermos mesmo afins de continuar adotaremos.
Avançada idade para as implicações de um filho?
Ora, quantos órfãos existem no mundo? Pior, quantos abandonados por pais jovens e insensatos?

Morrer, minha cara!
Esta, acredito deva ser a maior preocupação do ser humano, morrer e não ter vivido!

Ah, meus relacionamentos sempre foram bastante satisfatórios, as separações se deram por que acabou o amor.

Meu amor atual, já dura 3 anos mesmo com a grande dificuldade de ele morar na Itália e eu aqui no Brasil, este "garoto" já atravessou várias vezes o oceano prá vir me ver, acho que existe algo maior ai, que só sexo ou algo 'raso emocionalmente'de ambas as partes, né?, rs. Detalhe, não é rico não e a apssagem custa uma grana, hehe. Como tb sou pobre, nunca paguei pra ele vir :)

bjs

19 de setembro de 2007 20:58  
Blogger Thiane disse...

Hoje em dia tá difícil em qualquer idade. Acho que a única coisa complicada é aguentar a pessoa combinando carona pra facul, né? Porrrraaaaa, amor, eu me formei há 10 anos ahahahahaha Ganhei algumas amigas de 20 anos por conta dos amigos de 30... que já trocaram essas por outras de 18... bem mais chatas e mais burras, por sinal :-)
Beijocas

19 de setembro de 2007 20:59  
Anonymous Adão Braga disse...

Querida Dê Mê:

Não faz muito tempo, que eu dialoguei com um antropologo sobre algumas tribos indigenas. E ele me disse que admirou-se de uma regra de uma tribo que vivia mais ao norte que era o seguinte:

Os membros mais velho da tribo unem-se sempre com os membros mas jovens da tribo. Seja ele homem ou mulher.

Ou seja, um homem de 50 vai juntar-se com uma indiazinha na idade do acasalamento.

Uma mulher, na mesma faixa etária teria um indiozinho também no momento de virilidade.

Mas, esta regra social, é explicada da seguinte maneira:

1 - Não há velhos abandonados;
2 - Não há jovens sem o apoio e conselhos de membros experiêntes.

Eu perguntei sobre a questão sexual, já que as mulheres poderiam estar em menopausa, e ele ainda disse:

"A questão sexual é tratada diferente entre eles."

Mas, não entramos em detalhes quanto a isto.

Pontos de vistas... enquanto aqui, as escolhas não são motivados por estes conceitos...

19 de setembro de 2007 21:16  
Blogger Ana Paula disse...

Pensei pacas sobre isso no judô do filhote... Talvez motivada pela presença uniformizada (adoro!) e saudável dos jovens professores... Ah, não dá para generalizar. Não na minha vida...
Lembra do M.? Lindo, corpão... Um homem de 49, num corpo de 30, com espírito de velho de 95... Porém mais imaturo que um menino de 15... É muito número pra minha cabeça. Desisti, né?
Tomemos meu último: 35 anos, carinha de 25, corpaço de 20, maturidade de 15... Desisti de novo...
Ai, DM... Na minha vida não dá para montar um padrão...

19 de setembro de 2007 23:11  
Blogger Van disse...

Aff.... Péra! Eu me perdi nos comentários da Thiane e da AP... Sempre fui péssima com números.
Noves fora.....Zero! Pouco importa a matemática.

Beijuca

20 de setembro de 2007 00:25  
Blogger AcidoCloridrix disse...

dm,,,, fica à vontade,,, tá devendo nada,,,, sei como é dificil manter as escrita em dia relativa a todos que nos visitam,,,, aparece quando quiseres e poderes,,, estás à vontade!!!
Beijos avacalhados,,,,, HCL

20 de setembro de 2007 06:55  
Blogger André Moinhos disse...

Querida vaca DM,

Adorei o texto, mas ficou parecendo que só os mais velhos, tanto "boi" quanto "vaca", é que podem escolher seus parceiros!
E os "bezerros" que preferem vacas mais velhas?! Não tem direito de escolha não? rs
Comentei sobre isso no meu blog e quase fui apedrejado tb!
Já me relacionei com vários tipos de "vacas" e "novilhas" e sinceramente, parafraseando a querida vaca AP, "o conteúdo e que conta". Imaturo, inseguro, maluco e metódico, todos nós somos e temos que aprender a lidar com os "defeitos" dos parceiros.

Mas, não posso fazer nada se tenho uma "queda" por vacas mais velhas!

Beijocas

20 de setembro de 2007 08:16  
Blogger luma disse...

Com tantos problemas no dia a dia, homens e mulheres procuram pessoas não aborrecidas, mas esquecem que mesmo as menos aborrecidas, um dia podem trazer aborrecimentos.
Beijus

20 de setembro de 2007 11:16  
Anonymous Mulher Aspirina disse...

É vero... essa conversa já é bem antiga. Mas olha tem que ser assim, ha ha ha... lembrem-se, nós mulheres somos seres superiores, kkkkkk então pra que um homem acompanhe nossa maturidade bota-lhe anos nisso.
Bjs da Aspirina

20 de setembro de 2007 11:29  
Blogger Iara Alencar disse...

Oi meninas, eu procuro um boi, não faço questão que seja boi velho ou novilho, mas prefiro os novilhos, os bois mais velhos são complicados e enrolados, na maioria das vezes já são divorciados e tem filhos.
Minha exigência que sejam machos.

20 de setembro de 2007 12:54  
Blogger DM disse...

Adão querido saudades de você ... Muito apreciei suas considerações antropológicas ilustrativas ao tema, sobre a tal tribo indígena ... Dia desses assisti um filme do Mel Gibson, sobre essas civilizações antigas chamado "Apocalíptico", meio violento, mas que mostra bem algumas dessas sociedades e seus costumes e hábitos. Infelizmente não vejo como se aplicar esse tipo de cultura a nossa civilização ... No final os bois de 50 é que se dão melhor com as índias novinhas AH AH , Mas o lado humano da coisa até que é louvável, mas inaplicável a nossa realidade, a menos que haja uma reformulação total em nossos conceitos sociais coisa dificil, mesmo ....

AP -Connheço seus casos, e como os meus, são absolutamente fora dos padrões ... Independentemente da idade o que queremos é nos sentir amadas, realizadas, respeitadas por qualquer boi, independentemente da idade, e só por isso é valido tentar com todos HÁ HÁ , Como você adoro buscar meu filho no esporte ... Bovinos professores inspiradores ...

NARA'HAERE - Concordo com você a chave de qualquer relacionamento são as afinidades, sempre ...
THIANE - Tô com você tb, não tenho mais paciência para administrar garotões, já tenho um boy de 8 anos que me dá muito trabalho,imagina um mais velho ...

VAN - Sempre como você, sempre odiei matemática

HCL- Adorei os beijos avacalhados, outros prá você !!!

André - Querido um boi com a sua "cabeça", só poderia mesmo apreciar as BALZACAS ...

LUMA - Tudo na vida, tem a sua parcela de aborrecimentos, querendo ou não, até bons relacionamentos as vezes se tornam aborrecidos ....

ASPIRINA - Não acho que somos superiores aos bois, em muitos casos até somos, noutros não, mas que amadurecemos muito antes que eles, ah isso sem dúvida ...

UFA CANSEI !!! BEIJOS EM TODOS, PRÓXIMA CRÔNICA PARA NÃO PERDER O TOM BOVINOS NA IDADE DO LOBO ... O VOCÊS ACHAM ?????

20 de setembro de 2007 13:13  
Blogger André Moinhos disse...

DM isso foi uma crítica ou um elogio?! rs

Bom tema... só que não vou poder opinar sobre! rs

Beijocas

20 de setembro de 2007 13:51  
Blogger Cristiane Martins disse...

Olha eu confesso que sempre fui uma vaquinha admiradora dos novilhos.
Meu marido é 3 anos mais novo que eu... pouca coisa né... mas sempre me envolvi com homens mais novos...
Gosto eu acho, sei lá.
Freud explica.
Bjo

20 de setembro de 2007 19:12  
Anonymous Adão Braga disse...

DM:

Falta nos espaço e tempo para dialogar sobre o tema... nesta tribos, há toda uma estrutura montada para perpetuar a espécie... o individualismo é banido, desconhecido... lá o que conta é o grupo, por exemplo, as crianças não tem uma mãe unica, todas as mulheres são mães e todos são pais...

A questão da idade das novinhas é resolvido porque a elas são ensinadas que o papel delas é a procriação... simplorio, mas é assim que se vivem,,, para quem gosta de ter sempre uma novinha... o lugar é por lá, mas quem deseja ir praquelas bandas???

20 de setembro de 2007 19:15  
Blogger Osc@r Luiz disse...

Tudo especulação do mundo da pecuária...
Rótulos que a sociedade bovina coloca.
Nada disso tem sentido.
Cada indivíduo tem seu DNA. Nenhum é igual ao do outro.
É impossível generalizar...
Beijos!

20 de setembro de 2007 23:48  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker