quinta-feira, 13 de setembro de 2007

BOVINOS TARADOS OU SIMPLESMENTE SEM-VERGONHA...

Como já me referi aqui em inúmeras oportunidades, me considero uma vaca que sempre obrou por enaltecer os efeitos positivos do hormônio ‘testosterona’ sobre os nossos adoráveis companheiros de rebanho. Afinal esse hormônio é herança genética exclusiva dos machos, atuando, de forma positiva ou não, sobre os mesmos, de modo a influenciar de forma determinante em seus caracteres físicos secundários, que, de um modo geral, são muito apreciado pelas vacas ‘normais’, aqui me referindo explicitamente a pêlos, barba e músculos.

Por um acaso, já confidenciaram à vocês que bovinos com barba por fazer, às vezes parecem adoráveis a nós vacas ? (Desculpem, um breve devaneio de vaca! Não pude aqui deixar de lembrar do boi do Miami-Vice e do não menos adorável boi-médico da série “Lost”!)

Bem, mas voltando à tônica do assunto de origem: Como ia dizendo, o tal hormônio masculino também, é o grande responsável pela por vezes exacerbada ou exagerada libido masculina, conforme o caso, além de outras características psicológicas tipicamente masculinas, como a da agressividade, a da disposição para embates e ‘enfrentamentos físicos’, coisas que nós vacas, dentro de nossas limitações hormonais, não nos mostramos, na maioria das vezes predispostas. Arrisco até a dizer, que nessas questões típicas de “agressividade”, são as vacas, na maioria das vezes, mais controladas/recatadas e pacificadoras que os bois! Vai ver, são as nossas constatadas e cientificamente comprovadas diferenças hormonais, ou ‘cornos’ de vaca ou de bois pouco aparados, HÁ HÁ HÁ !

Necessário-parênteses: (Desculpem, mas por viver sempre, em minoria, me vi obrigada a estudar ainda que de forma superficial, ditas diferenças biológicas, mesmo que o assunto não seja exatamente a minha ‘seara’, por uma mera questão de sobrevivência e compreensão de determinadas atitudes masculinas, até hoje por mim não tão bem assimiladas e bem compreendidas assim...) Ademais, tenho um filhote-bezerro-homem, e para melhor entender suas “reações tipicamente masculinas” ainda que juvenis, diante da vida, me senti também na obrigação de me aventurar na matéria!

Agora, assim como nós vacas, eventualmente sofremos de disfunções hormonais, especialmente em nossos mal afamados períodos de TPM e/ou em prenúncios de climatério, acredito que nossos companheiros de rebanho, também se mostram passíveis de tais disfunções derivadas do seu particular hormônio masculino. Aqui, me referindo de forma específica a determinados bovinos assim considerados... “Bovinos-tarados”, cuja elegância, sempre exigível diante de qualquer vaca, parece deixar de existir em uma fração de segundos! Ou deveriam tais bois, serem taxados simplesmente de “sem-vergonhas” e pronto ?

Ora, toda a vaca que se preze, já deve ter se deparado com um boi amalucado desses, em notório e patente descompasso de seus hormônios pessoais. Sim aqueles bois, que invariavelmente ao acaso, encontramos por algum caminho da vida , e que parecem nos “comer” com os próprios olhos, ainda que a vaca não se insinue de forma alguma para os mesmos, ou demonstre qualquer empatia ou compaixão pelos brutos! Sim, esses tipos de bois, parecem se mostrar sempre dispostos e na eminência de praticar qualquer ato de natureza libidinosa, e/ou ainda ao cometimento de um crime mais grave, qual não seja o de estupro bovino.
Juro, bois descontrolados assim, por vezes me metem medo, e olhem que não sou, nenhuma “vaca virgem desavisada” sobre o que venha a ser, as reais ‘segundas ou primeiras’ intenções bovinas masculinas ...

Por azar, tenho um vizinho do citado gênero ‘boi-tarado’. Conheço o cara, de vista, simplesmente por freqüentarmos o mesmo bairro. O tal boi por vezes me desconserta e me deixa desconfortável. Ele me fita de um jeito feroz e animal, e me obriga sempre a mudar o meu caminho habitual simplesmente para evitá-lo.

Juro, nunca ‘dei mole’ ou esbocei qualquer tipo de charme bovino feminino, para o tal do boi. Ele simplesmente assim procede quando me vê, mesmo quando estou acompanhada do filho e/ou do boi-litisconsorte, vulgo “maridão”, do lado. Aliás já reclamei do cara para o boi-marido, e ele assim me consolou, simplesmente dizendo, que o tal boi, reage dessa forma, por não ser ‘normal’, ou não controlar sua própria masculinidade. Vai saber! Aliás acho que um boi desses, nem devia andar solto pelas ruas...Nós vacas precisamos se cuidar desses tipos !!!

Bom, tirando esses “bois-tarados-dementes”, salvo melhor juízo, existem também, aqueles, tipos de bois, tipicamente sem-vergonhas, que costumam se fazer de “babacas”, para no fundo no fundo, virem a “tirar uma leve casquinha da vaca”, ao lado!

Tive um colega do tipo, que falava gesticulando, e quando gesticulava, largava propositalmente a “mão-boba” na coxa da vaca mais próxima ... Ciente da manha do cara, um dia ele ousou o tal gesto comigo, e foi prontamente recebido com um belo tapa de vaca em sua boba pata. Juro, o boi ficou absolutamente desconcertado com a minha inesperada reação! E assim nunca mais ousou a se fazer de bobo, pelo menos comigo ...

Bois tarados ou sem-vergonhas de plantão, não importa qual a classificação dos brutos: Só mesmo tratando, à COICE, ou à TAPA, conforme preferirem!

Portanto,"às favas”, com a testosterona deles! Já basta, a nós vacas administrar mês a mês, as nossas próprias disfunções hormonais!

Dúvida cruel de vaca: Será que quando desferi o tapa contra o bruto, meus índices de testosterona não estavam elevados?


15 Comentários:

Blogger Ana Paula disse...

Querida... O que dizer? Há vezes em que um pouquinho de testotesrona não faz mal a ninguém... Um homem mais assanhadinho, né?
Mas... Realmente, tem uns caras que olham pras mulheres com aquele olhar de lobo mau que o Roger Rabbit fazia quando olhava pra Jessica Rabbit, não é? Babando! Um horror... Gosto dos mais sutis. Mas não sutis demais. Até para ser tarado há que haver um equilíbrio.
Quanto aos tapas... Cuidado, amiga, tem homem que gosta! rs rs rs

Ah, sim, barba por fazer rules! Amo muito tudo isso (hum, tô divagando tb?)

Sabe o que é mais engraçado? Estou escrevendo sobre hormônios femininos... Isso é que é sintonia!

Estou esperando a resposta daquele e-mail, tá?

Beijo!

13 de setembro de 2007 18:42  
Blogger DrFox disse...

DM,

Imagino que essa situação limítrofe é realmente difícil e fora de contexto, merecendo ou atenção policial ou psiquiatrica. Esses eu deixo de lado.

Agora é inegável que uma dose de pouca-vergonha e/ou taradice aplicada em hora e local apropriado é apenas mais um dos elementos da sedução.

Homem tem o gene da conquista no seu DNA e se possuir experiência saberá dosar conforme a situação.

No final sabe o que mais incomodou no seu texto? Foi essa coisa de desviar do olhar e/ou do caminho do cara.

Nessas horas falta realmente a testosterona, pra partir pra ignorância e meter logo um chute nos bagos do desgraçado. hehehe

Bjs

13 de setembro de 2007 19:03  
Blogger DM disse...

AP, já respondi ao teu e-mail, assim que o recebi, HA HA você também já sofreu este olhar de lobo-mau tarado ? DESCONCERTANTE E
E DESCONFORTÁVEL .... INCOMÔDO... TARADICES BOVINAS MASCULINAS, TEM DE TER LIMITES

Bois com barba por fazer ... Um MUST EM DIAS DE CHUVA !!!!
GENTE PERDOEM O TROPEÇO na redação, eu já me referi aqui, no início do texto, foi de matar ignorem o pronome pessaol ME, é que ando doi dói ultimamente ... QUESTÕES HORMONAIS DE VACA! Logo me recupero ...

13 de setembro de 2007 19:05  
Blogger Ana Paula disse...

Fox, suas respostas são sempre ótimas. Não que eu concorde com todas sempre. Acho que aí é que está a graça... Chute nos bagos? Boa tática.

Amiga, claro que já. Que mulher nunca?
Sim, limite rules!
Barba por fazer é must qq dia, amiga! Cara, já tô eu de novo divagando...
Tô falando de outro e-mail que te mandei agora à tarde, mulher!

13 de setembro de 2007 19:15  
Blogger Iara Alencar disse...

oi vaquinhas..


ahhh nem me fale num hombre masculo, forte, com mãos grandes, ombros largos, olhar fatal me encarando....assim com uma barba que me faz pensar nela roçando meu pesocço, meus seios, minha cintura..

acho melhor ficar quieta.

13 de setembro de 2007 19:56  
Blogger Wolverine Logan disse...

DM sempre cercada por tarados, bois que se roçam nela no metro, vizinho com olhares de luxúria, colegas de trabalho com mãos bobas, quem é essa mulher que desperta esse lado animal dos homens a sua volta?!? Agora até eu fiquei curioso!!

14 de setembro de 2007 00:49  
Blogger Osc@r Luiz disse...

Bom dia, queridas...
Tem mesmo bois que maculam a nossa classe bovina.
Mas tirá-los de circulação é uma atribuição ou da Vigilância Sanitária ou do Centro de Controle de Zoonoses, dependendo do Código de Posturas do Município.
Hahahahha!
Beijos!

14 de setembro de 2007 06:17  
Blogger Ana Paula disse...

Ahahahaha! E agora, amiga?

14 de setembro de 2007 09:34  
Blogger Agente Secreta 007 disse...

Nossa! Lendo esse post, lembrei-me de um breve relacionamento que tive com um bovino macho apelidado pelos amigos bovinos de "Boi", e justamente um tipo que ficava ótimo de barba por fazer... hummm
Por onde será que ele anda? será que já casou?
Não sei pq comentei isso, mas vai assim mesmo!
Sou fã de vcs vaquinhas!
bjo

14 de setembro de 2007 09:50  
Blogger rafael disse...

DM, excelente!
Eu, como um jovenzinho comportado, confesso que as vezes sou dominado pela irracionalidade da testosterona!!!

Dessa vez concordarei com todas as palavras do Fox!!! E faço da curiosidade do Wolve a minha também (rsrs)

bjus

14 de setembro de 2007 12:20  
Blogger Mila disse...

Boa!!! A tapona foi demais!!!!
Tipo... já imaginou se nos, vacas, fizermos o mesmo??? Caramba...
Se é testosterona ou não agindo... acho que é mais instinto de preservação que toda vaca tem!!!!
Agora barba por fazer... é lindo de ver... mas nos primeiros dias machuca a beça as peles delicadas dos rostos das vaquinhas.. mas nada que uns 4 dias não resolvam... e concordo.. o boi-medico de Lost.... oh senhor!!!!
Beijos Mila

14 de setembro de 2007 14:23  
Anonymous nana' hayne disse...

afff, DM,
boi-médico, boi-infláveis- lidice (os fortões) bois-barba-cafajeste...difícil se conecntrar no texto com tais ilustrações...que é isso aqui?

Vcs precisam avisar quando for dia de exposição, para eu fazer uma chapinha no couro e deixá-lo, liso e reluzente com brilho siliconado, rs.

Chego aqui desavisada e ainda me pedem prá comentar 'a testosterona'? Só consigo sentir calorrrrrrrrrrrrrrrr, kkkkkk.

cof cof, cof...vaca se recompondo...aos bois taradões um aviso:
"cuidado sapatos de bico fino, são potentes armas de defesa em pés certeiros de vacas desconsertadas"

****************************
Aniversário da vaquinha Ana Paula hj?
Ouvi isso num brejo ali...
Parabéns querida, que hj, (mas só hj), tenhas a certeza de que és mais feliz que ontem e menos feliz que amanhã :)

bjs

14 de setembro de 2007 15:29  
Blogger DM disse...

Adorável Mutante e Rafa: Vocês me deixaram encabulada e ruborizada ... Mas fiquem tranquilos, sou vaca absolutamente normal!!! Charmosinha sim e encima do salto sempre ... Mas acho que tenho sim "toca" para bois descompensados, ou vai ver sou muito gostosa e não sabia???? HÁ HÁ HÁ HÁ .... Só rindo mesmo ...

Meninas: Desculpem se o post, foi ilustrativo demais e deixei vocês com calores .... Confesso que também fiquei, por falar em testosterno, Dr. Fox, Rafael e Wolf ... Conselho de vaca: Não façam a barba, neste final de semana, deixem-a por fazer ... As vacas agradeçem !!!!

Beijos em todos e bom findi!!!!!

14 de setembro de 2007 16:00  
Blogger Claudia disse...

Queridas,
digo sempre que tudo é uma questão hormonal e genética... lembram qdo estudamos biologia, tudo se resume em fenótipo e genótipo, não tem escapatória... E se eles tem a testo, a gente tem a ciclicidade e isso, minhas amiguinhas vacas, faz a diferença!!!
beijocas

14 de setembro de 2007 20:39  
Blogger Thiane disse...

Hahahahaha eu nem bater mais quero haahah Bjs

15 de setembro de 2007 15:10  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker