quinta-feira, 6 de setembro de 2007

MANUAIS DE AUTO-AJUDA SÓ PARA BOIS E VACAS

Juro, por mais que eu tente, não consigo entender como esse tipo de literatura, os chamados Manuais de Auto-Ajuda, que se transformam, do dia para a noite em grandes sucessos editoriais. Certamente, depois de qualquer publicação que tenha por conteúdo o sexo, (assunto dos mais batidos, mas que permanece indelével, sempre despertando o interesse geral) se encontram inúmeros outros títulos do gênero auto-ajuda sempre no ranking dos mais vendidos .

Verdadeiras e curiosas "obras-primas" de consumo fácil e preços acessíveis e módicos, estão hoje aí a dominar o mercado literário com a promessa embutida de operar e realizar verdadeiros milagres e transformações radicais em nossas vidas!

Como sou vaca-agnóstica e cética do rabo à sola dos cascos, mas curiosa ao extremo, e vaca para não dizer rata de livraria, dia desses, me dei ao trabalho, mas no fundo no fundo (era lazer, mesmo) de folhear três magistrais títulos do gênero a saber: “Como enriquecer juntos”, “Realize seus sonhos”, “Como incrementar sua vida sexual, depois de anos de casados” ...

Sinteticamente, em leitura mais do que dinâmica de vaca de apenas hora e meia, na adorável BookStore Bovina:

Para se enriquecer juntos, a receita é muito simples: o boi e a vaca devem ter metas e objetivos comuns, no que diga respeito a dinheiro e nas formas de como gastá-lo, devendo acima de tudo, serem econômicos! (Para não dizer sovinas).Essencial não se gastar com futilidades ...
Bom aí a vaca fica sem sapatos novos, profundamente infeliz, não vai ao cabeleireiro, não faz unhas, vira vaca-bruxa do dia para noite e muito provavelmente o boi vai pastar em outras pastagens, mas a parelha certamente enriquecerá junta, já que essa é a meta primordial! Quanta profundidade e obviedade ...

Já para realizar todos os seus sonhos, basta você meditar e muito sobre eles... Mas uma meditação séria, aplicada e disciplinada, daí até o sonho se realizar é só atravessar uma certa “ponte”, certamente aquela entre o sonho e a realidade ...

Exemplo prático: Meu sonho atual de consumo é viajar a Paris, e lá passar alguns poucos dias. Seguindo à risca as dicas do tal manual de auto-ajuda, já acordo mentalizando/meditando. Acendo um insenso providencial, (embora não curta muito) para criar o bendito clima esotérico e “Vuoa lá” HUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM- Tudo muito ZEN ! Literalmente essa vaca em minutos, se transporta ao Champs Elysse, aos afamados cafés parisienses, tomando muitos “bejaulois”, e vendo o mundo do alto da Torres Eiffel ! Pois é, mas tem a tal da “ponte no meio”, que significa na vida prática, trabalhar muito e ganhar preferencialmente em “Euro” para a vaca ter o almejado sucesso e lá chegar! Vida real: A atual realidade da vaca é seguir trabalhando em dobro, ganhando em reais, tentando levar a vida aos moldes de Esparta, para ver se sobra algum, (muito embora, não resista muito ao glamour de Atenas), mas segue resoluta na meditação...

Já para incrementar sua vida sexual após anos de casados, as dicas são mais primorosas ainda! O casal precisa se reinventar, ficar mais selvagem, e retomar o estado de “cio” de tempos de outrora. Deverá manter ainda a mente aberta a novas experiências e posições, visitar outras culturas menos ortodoxas em matéria de sexo. Começar a freqüentar duvidosos clubes de casais (leia-se swings), se houver consenso é claro! Livros de cabeceira: Deverão ser no mínimo o “Kama-Sutra” (novinho, esse né?) Mas parece que nossa cultural ocidental, ainda não o absorveu bem, por isso é sempre atual ! Ou vai ver as vacas ficam incomodadas com aquelas posições desafiadoras das leis da gravidade. Tem também, o recentíssimo “Novas Técnicas de como incrementar o Sexo Oral”, (será que depois de alguns anos de casados, não se deve mais usar a língua, e eu ainda não tô sabendo?)

As sugestões de variações para casais casados, são tão absurdamente inimagináveis e por vezes impraticáveis principalmente para quem tem filhos pequenos, que chega até a dar saudades do clássico, usual, mas não menos prazeiroso “papai-boi e mamãe-vaca"! Ou alguém aí, por mais animal que seja, consegue viver em estado de cio permanente?

Livros e manuais de auto-ajuda? Só parafraseando a colega vaca-AP: HAJA FANTASIA !

Mas juro, em um belo dia de sol, vou tentar escrever um livro desses!

Quem sabe ele, não será o grande responsável pela minha viagem à Paris ... e, eu assim então me tornarei vaca-rica e famosa, em estado de “cio” permanente ?
Brainstorm e neurônios a mil !

PS: Bom feriadão e beijos em todos os bovinos(as), que continuam a nos prestigiar !

Só para a vaca Lady: Querida vaca ... Saudades sinceras de você! Juro que já li e reli seu blog novo, o das Pereças e adorei ! Mas na hora de postar comentário, não tá dando certo, vi que tem duas modalidades... Por favor, ensine-me “passo a passo” o que preciso fazer. Acho muito digno reconhecer certas inabilidades ... Beijos!

14 Comentários:

Blogger Cristiane Martins disse...

Olha eu curto um incenso e uma meditação, mas acho que a auto-ajuda já diz tudo... tá dentro de nós e não nos livros.
P.S. Não tenho mta coordenação para o Kamasutra hahahaha
Bj e bom feriado.

6 de setembro de 2007 21:04  
Blogger Beth disse...

Minha auto-ajuda está na obviedade de respostas que a vida te dá no dia-a-dia, principalmente no observar os outros e decidir se é aquilo que quero para mim. Reconstruir sempre meu ser, observando outros seres.

Mas é mais fácil esvaziar os nossos bolsos e lendo o que se repete nas prateleiras. O autor enriquece, as editoras idem e cada vez mais o povo recorrer aos analistas.

Ainda prefiro meu espelho.


Bjs meninas
Bom Feriado
Como sempre...estarei numa trip, desta vez, sossegadinha e lendo minha mais nova aquisição literária (de não auto-ajuda)

6 de setembro de 2007 22:45  
Blogger Aryana Penno disse...

Kkkkkkkkkk
Vaquinhas, pra mim essa parada de auto ajuda é besteira, chuva de enganar moco, e outras coisinhas.
O que importa é a pessoa acreditar em si mesma!
Mas um dia ainda fico rica com meu livro de auto ajuda de uma única frase: segue seu coração!
Meus amigos adoram meus conselhos (que por sinal são derivados do dito acima). Ai quem sabe vcs não compram meu livro?
hauhauhau
Beijos e ótimo feriado!

6 de setembro de 2007 23:05  
Blogger vsuzano disse...

Chiçaaaaaaaaaaaaa que estábulo este.... gostei... de ver as vacas a enxotar as moscas de cima delas...

7 de setembro de 2007 06:52  
Blogger Ana Paula disse...

É, minha amiga... Auto-ajuda tem que ser interpretado como ajuda para quem escreve! hahahaha
Mas honestamente, eu acredito em focar nos nossos desejos como uma forma de conseguir chegar lá...
Quanto aos manuais de auto-ajuda para casais... devem ter seu público-alvo. Nem toda vaca é deusa do sexo! Nem todo vaco sabe o mapa do tesouro! rs rs rs
Tô com a Cris... Kama Sutra não rola, né?
Beijos, amiga, bom feriado!

7 de setembro de 2007 11:35  
Blogger Wolverine Logan disse...

DM
A AP falou tudo livros de auto-ajuda foi uma forma que os autores inventaram para se auto-ajudar a ficarem ricos, dentro das editoras ele são tratados como conteúdo de segunda, importantes sim pela quantidade de exemplares vendidos, são os de alta circulação os chamados títulos necessários e que ajudam as editoras a se sustentar e investir em em outros segmentos, a editora que eu trabalhava tem um monte desses.

7 de setembro de 2007 16:52  
Anonymous Adão Braga disse...

Estou repetindo o mesmo comentário a todos e a todas, pois vou tentar juntar os cacos que me sobraram esta semana, pois, independência não tenho, mas a morte, me é certa.

Um cheiro e um bom fim de semana"

7 de setembro de 2007 20:35  
Blogger Thiane disse...

Pra mim não tem nada mais irritante que "O Segredo". É ÓBVIO que se as suas intenções forem boas, se você pensar positivo e ainda se esfoçar as coisas dão certo. Mas precisa um livro E um filme? Olha, cada um só precisa cumprir bem com a sua parte. Mas até esse povo que pratica auto-ajuda passa a perna nos outros. Queria inventassem um movimento pra menos idiotice e mais ética. Beijos

7 de setembro de 2007 20:38  
Blogger Sandra Leite disse...

VAquinhas,

Indicação para vocês no Isso é Bossa Nova! Adoro vocês!

7 de setembro de 2007 21:24  
Blogger rafael disse...

Tomara que vocês tenham a experiência apenas dos livros.
Eu inventei de assistir uma palestra de um desses gurus da auto-ajuda. Claro que ele repetiu a risca as mesmas obviedades dos seus livros. Mas o pior foi testemunhar 90% do público chorando no final!!!!

Detalhe: havia mais de 600 pessoas no autoditório, e valor do castigo foi R$ 30,00.
Detalhe 2: só fui assitir porque pagaram a minha entrada! rsrs
Detalhe 3: quase chorei, mas de raiva de tanta bobagem que ouvi!!
bjus

7 de setembro de 2007 23:50  
Anonymous nana' hayne disse...

A benedetta moda!!!
Tudo vira moda atualmente, dai algo que poderia ser bom (somente, milagres é no andar de cima, rs) passa a ser um fast food e vamos lá...rápido engole, tem + meia dúzia saindo ali quentinho,precisa vender, precisa vender...

Dai a chatisse de zilhões de livros, filme, peça, novela, etc etc Bombardeio nas nossas cabeças de redundância.

Quando li Louise Hay por volta de 1990, achei legal. Comecei o livro pelo final (onde ela conta sua vida), se deu certo para ela, pode dar pra mim, pensei...
Não deu tanto assim, mas não posso negar que me ajudou a entender como determinadas coisas se processam nas nossas mentes.

bjs

8 de setembro de 2007 17:30  
Blogger Osc@r Luiz disse...

Isso aí!
Muito floral de Bach no gado todo pra ficar bem calminho....
Muuuuuuuuuuuuu!
Bom final de semana!
Beijo!

8 de setembro de 2007 19:28  
Blogger Ricardo Rayol disse...

Uma das razões que criei o mago eostérico oportunista foi exatamente me dar bem nessa área tão profícua e promíscua dos livros de auto-ajuda. Quando tinha orkut 10 % dos que me adicionaram como amigo achavam que eu era mesmo um mago. Só que ainda não consegui traduzir isso em dinheiro, mas quem sabe um dia.

Quanto aos que leu, bom, a obviedade é óbvia. mas quero ver alguém conseguir voltar ao cio de adolescente com filhos e contas para pagar. A gente cresce e quer outro nível de êxtase.

8 de setembro de 2007 22:40  
Anonymous Karla Junqueira Oncins disse...

Olha, eu concordo que a maioria dos livros de auto-ajuda não prestam, mas também acho que não devemos generalizar.
Se formos ver bem, a maioria dos romances não prestam, assimo a maioria dos livros infantis. Ou seja, a maioria dos livros de qualquer gênero não prestam.
Outro dia, de tanto minhas amigas insistirem, assisti o tal "The Secret". E depois, só para tirar umas duvidas, ainda li o livro. Pois bem: há coisas que funcionam com a força do nossop poder mental, não há dúvida, mas achei muita fantasia, muita enrolação, e juro, se pudesse, escreveria um livro só para discutir muita coisa que é afirmada pela autora de The Secret.
Sábado estava passeando na livraria Cultura da avenida Paulista e vi um livro que dizia tudo aquilo que eu queria dizer. Li ali mesmo, sentada naqueles pufs (que ninguém da Cultura nos ouça) e adorei, porque o autor disse exatamente o que eu diria se tivesse que contestar o tal The Secret.
O pior é que eu esqueci o nome do livro (rsss), mas sei que fala das verdades e mentiras da lei da atração. Eu diria que é uma exceção entre esse monte de porcaria de livros de auto-ajuda. Beijos.

12 de setembro de 2007 14:55  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker