terça-feira, 9 de outubro de 2007

Dando nome aos bois

Mas uma pérola do meu filhote. Engraçado, mas ele, apesar de ter seis anos apenas, me ajuda a entender os homens um pouco mais... Ou não! Mas me ajuda a aceitar melhor as diferenças... Mas me deixa, sim, com um pouco mais de boa-vontade com a espécie. Por que, ao contrário do que o André diz por aí, não se fala só mal de homem nesse blog. É público e notório que sou fã incondicional de homens.

Nós dois de mãos dadas indo pra escola. Momento mãe e filho... Atrasados, como sempre. Puxo a criança como uma desvairada pela mão. Ele vai me falando um monte de coisa, não entendo/não presto a devida atenção... Judô, Futebol, a-namorada-do-papai, posso-descer pro-play-sozinho-pra andar-de-patins... Até que vêm as palavras mágicas que me fazem parar e esquecer da hora.

- Mãe, tô pensando em dar um nome pro meu p...

A mãe (Eu!) pára. Olha em volta.

- O que, filhote? A mamãe não entendeu.

- Tô pensando em dar um nome pro meu p... - repete o moleque, já divertido com a cara de constrangimento da mãe. Não se esqueçam que estamos no meio da rua.

- OK. - Olhando em volta de novo, mas já morrendo de rir - O p... é seu. Mas me diz. Pra quê? O que você ganha com isso? Ou ele?

- Ah, sei lá. Assim fica mais bacana. Deu vontade. Vou pensar em um nome pro meu b... (Meu filho parece um ex-namorado meu, pernambucano da gota, que sabia todos os sinônimos possíveis para o ... e a ... Uma coisa! Não, o JP nem é filho dele.)

- Pensa não, amor. Mulher acha esquisito esse negócio de homem que põe nome no b...

- É?

- É.

Acho que ele não acreditou em mim... Tudo bem, filho. Mamãe não sabe de tudo, mesmo.

Nem sei sei é verdade. Se todas mulheres acham esquisito ou não. Fabi, tô me lembrando de 'Como Perder um Homem em Dez Dias'. É, deve ter mulher que gosta... Já estou eu generalizando de novo. É isso o que eu faço de melhor... Ah, isso e ser superficial nas minhas análises... Hehehehe!

Eu sei que eu acho estranho. Paca... Acho uma coisa meio bizarra... Não entendo qual é a necessidade. Vínculo afetivo com o troço? Acredito. Entendo. Mas tem que dar nome? Tem dó...

Dou graças por só ter tido um namorado que me contou qual era o nome da coisa. Era americano... I'm sorry... What? Eu ri. Ri. Ri, tô rindo até hoje. Ele ficou achando que meu inglês era péssimo, não se zangou. Ainda veio querendo botar um nome na minha. Opa! Póparandoaí. Nem pensar. Te ajeita, sujeito, como diz minha amiga !

Notaram os ...? É insisto em dizer que sou moça fina, recatada e de família. e é assim que trato assuntos tão delicados como esse. E ai de quem disser o contrário! rs

Blogged with Flock


21 Comentários:

Anonymous Erika disse...

Você é mesmo finérrima. rsrs

E apelido pro... ou prá... pelamordideus.. me poupe e vão tomar nos devidos.... ahahaha


Beijosss

9 de outubro de 2007 12:37  
Blogger André Moinhos disse...

Hahaha!

Boa JP! rs
Não sou adepto a nomenclatura de tais partes! É meio brega né?!
Com o tempo ele aprende!
Valeu a pergunta só por ter deixado a mãe constragida! rs

Beijocas

9 de outubro de 2007 12:53  
Blogger DM disse...

Também acho ridículo, o sueco que me perdoe, dar nomes ao dito cujo dos bois ... Prefiro até as alcunhas tradicionais, aliás quando estou muito brava e com raiva brado aquele nome horrível, mas que exterioriza por si só a própria raiva como ninguém ... Car......

Ai gente sou vaca phyna de Milão, mas de vez em quando escapa !!!!

Que pelo menos o sueco escolha um nome bonitinho ... Essa moda ainda não rolou aqui em casa.. Ainda bem ... Administra AP, ser mãe vaca é isso aí !!!!

9 de outubro de 2007 12:54  
Blogger Ana Paula disse...

Erika, sou, não sou? O orgulho da mami...
Vc tb é fina, adepta dos "..."!

Gostou, não é André? Se divertiu com meu constrangimento... Essa é, inclusive a razão de evitar apresentar meu filho para os amigos (do sexo masculino, sabe?)... Eles sempre se juntam pra me sacanear. Homem é tudo igual, não importa a idade! rs rs rs

DM, alcunhas? Não. Uma palavra muito séria para esse assunto! rsrsrs
Apelidos, vá lá. Nomes? Nem pensar.
Claro que administro. Uma das coisas que sei que faço realmente bem é educar meu filho, pra ele fazer a alegria da mulherada qdo crescer. Ai! Vamos mudar de assunto??? rs

9 de outubro de 2007 14:47  
Anonymous Railander Uóston disse...

KRULLLLL!!!!! hahahahahahaha (eu fui obrigado a assistir e ainda ouvir um comentário maldoso).

Putz... é difícil escolher um apelido pro dito cujo. Fica fácil apelidar quando te deixa a ver navios com aquela mulher maravilhosa (daí surgem vários de baixo calão - Inútil, falecido, Ladislau, camiseta de algodão (encolhe depois da primeira lavada) e por aí vai).

Agora... deve ter sido A cena. Deve ter sido parecido com a minha, quando a princesa me perguntou porque as meninas não têm um "negócio" que os meninos têm.

bjos cambaleantes.

9 de outubro de 2007 14:59  
Blogger DrFox disse...

Oi Ana,

Já tava 'inventando' pro garoto. hehehe

Poxa, qual o problema de lidar com isso sem constrangimento, ainda mais hoje em dia.

Há um verdadeiro bombardeio de informações por todos os lados e quanto menos essas questões lhe constrangerem, mais confiança ele terá em você.

Agora, isso de apelidar o p... piiiiiiiiii, é coisa de v... piiiiiiiii! rsrsrs

bjs

DrFox

9 de outubro de 2007 17:09  
Anonymous Angelina disse...

HAhahahhaha essa foi boa! também acho esquisito e sem propósito esse negócio de dar nome ao playground. Mas, sei lá né! cada qual com seu cada qual.. KKKKKK

9 de outubro de 2007 18:18  
Blogger Fabiana disse...

ahahahah, JP a cada dia q passa saí com uma melhor.

bj

9 de outubro de 2007 18:40  
Blogger Thiane disse...

Ai que bonitinho! Beijos

9 de outubro de 2007 20:13  
Anonymous nana' hayne disse...

Meninas,
fiz uma homenagem ao blog de vcs lá no banana, venham conferir :)

bjs

9 de outubro de 2007 21:08  
Anonymous Adao Braga disse...

"Menino homem" tem amiguinho invisivel até a puberdade... então descobre este, ou seria melhor continuar com o amiguinho invisivel???

ha ha ha

10 de outubro de 2007 01:55  
Blogger Kio & Lola disse...

ai gente...

só podia ser cria sua AP! rsrsrs

minha amiga fez um blog pras peripécias do pequeno dela..."piadas do joãozinho". (tinha que ser joão também né!rs)

Da última vez ela contava que ele adorou a bíblia. Já tinha comido a metade.

Acho que um blog do JP seria sucesso! Fica aqui a idéia!!

beijo-beijo da Lola

10 de outubro de 2007 08:51  
Blogger Paola a Estranha disse...

AP que graça.
Tô aqui morrendo de rir!
Ele tá parecendo a amiguinha da minha sobrinha dizendo que um rapaz era muito gostoso.
Ai estas crianças. rs

Beijão.

10 de outubro de 2007 09:23  
Blogger Mila disse...

Eu to rindo até agora... ainda bem que nã tinha mais ninguem no laboratório... se não ia achar que eu pirei de vez... hauahauhaua.. Este seu filho é uma figura!!! hauhaauha...
Olha... isso de dar nome... não sei... mas eu dou nome pro carro, pro computador, pro palm, pra tudo... ops... quase tudo... estas coisas não tem nome... eu ja tenho um nome... hauahauhau... Hilário!!! hauhauahaua
Beijos Mila

10 de outubro de 2007 10:54  
Anonymous doedinha disse...

Ahahahahahahahahaha... Meu Senhor! Será que JP realizar a emailtelepatia?! (roxinha de rir)

Querida Vaquinha! Fina, doce e meiga AP... JP é RULES!!!

Ahahahahahahahahahaha... Amo esse bezerrinho, tipo amor a primeira vista, sabe?! Ô mocinho inteligente!!!

Balaio de cheirinhos, pra ele, é claro!

Tia Dô

10 de outubro de 2007 11:31  
Blogger Bill disse...

Você precisa bloquear alguns canais de televisão, Ana Paula!!! Sei lá... Na minha infância, eu via Tom e Jerry, Dom Pixote, Pepe Legal e Babalu, A Dama e o Vagabundo, Olho Vivo e Faro Fino... Aliás, ainda vejo! Dom Pixote ainda é o meu maior ídolo! Depois, Dylan, Lennon, Gandhi e toda a minha adolescência, que (pode acreditar!!) ainda não acabou!
Beijinhuuuuuuuusssssss!!!!!!

10 de outubro de 2007 16:18  
Blogger Wolverine Logan disse...

Todo homem algum dia já deu um apelido para o próprio p... mas homens adultos continuar se referindo ao p... por esses nomes alegres e pior ainda divulgar o tal apelido é demais.
Olha o JP tá na idade pra essas coisas mas quando ele tiver idade suficiente para apresentar o p... pra ala feminina é por que tá na idade de lagar os apelidinhos.

Beijos

10 de outubro de 2007 20:38  
Blogger Ricardo Rayol disse...

ahahahahaha se tem uma coisa que nunca me liguei foi nessa de dar nome. Coisa mais bizarra, fico lembrnaod do filme que tu citou e que caí na gargalhada na cena.

11 de outubro de 2007 11:05  
Blogger Cristiane Martins disse...

Não gosto.
Acho feio e sem graça.
É pinto e deu ué.
Pra que dar mais vida ao troço do que ele já tem?
Porque fala sério, o bicho tem vida própria hehehe
Bjo

13 de outubro de 2007 20:37  
Anonymous Tiago disse...

Não vejo problema algum em dar nome ao p....
Na verdade o meu não tem nenhum, mas a cada dia o chamo de maneira diferente.
PQ?
Pq desde quando a mamãe nos ensina que precisa segurar na mangueirinha e apontar para “fazer xixi” (fazendo do simples ato de mijar um divertido jogo) criamos um laço de amizade com o novo companheiro de aventuras.
São varias as brincadeiras que podemos fazer com ele (monstros de urina, helicóptero, jogo do sim ou não -adoro esse ehheh-, etc). Enfim, se ele esta tão presente na vida de um homem não existe problema algum em dar um nome ou apelido carinhoso.

Alias, eu fico ate indignado de como que mulheres ( principalmente as de “seios fartos”) não brincam com os peitos na hora do banho...

14 de outubro de 2007 20:38  
Blogger Thiane disse...

queridas, tô tão sem tempo! desculpem o sumiço. e não é que o outro voltou da turnê e me encheu de presentes???? inacreditável hahahha mas eu estou ótima! e vcs continuam sensacionais. beijocas

15 de outubro de 2007 15:34  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker