segunda-feira, 29 de outubro de 2007

PARA QUEM E COMO AS VACAS SE DESPEM NATURALMENTE!


Já que um dos últimos “posts” da AP foi sobre o controvertido tema de “Para quem as vacas se vestem”, resolvi trilhar a via contrária, e traçar breves pinceladas sobre “Como e para quem, às Vacas literalmente se despem” !

Pois bem, se despir totalmente da indumentária usual de vaca, diante de um boi novo ou estranho (aqui me referindo aquele tipo de boi com o qual você, nunca teve ou tenha tido nenhuma espécie de contato mais íntimo) não me parece, apesar de toda essa revolução de costumes uma experiência tida como das mais fáceis ! Porque uma primeira vez, há de ser sempre uma primeira vez, mesmo que a vaca seja experiente, e já saiba de antemão tudo o que provavelmente se desenrolará nessa sua nova estréia pré-anunciada com um novo parceiro de rebanho.

É mais comum do que se pensa, que a grande maioria das vacas, em uma situação dessas tida como “nova”, (afinal o boi é outro, e eles nunca são iguais) se vejam invariavelmente, acometidas de uma inicial e passageira inibição e até de uma certa dose de constrangimento e pudor, no ato de se despir.

Afinal, a “estréia” com um novo boi, é sempre uma estréia! E, estréias, em qualquer de suas acepções, costumam sempre vir acompanhadas de um certo nervosismo! Exceções feitas é claro, talvez as vacas da sub-espécie-“vagabas” ou mesmo aqueles tidas como profissionais do sexo, agora até catalogadas na condição de trabalhadoras regulares, pelo Ministério do Trabalho, para as quais o ato em si de tirar a roupa diante de qualquer boi, se mostra equiparável a comer um trivial feijão com arroz !

Mas, nem tanto ao céu, nem tanto a terra, para as vacas do tipo normais ou assim consideradas como “ordinary cows”, o ato de se despir totalmente e pela primeira vez, diante de um novo boi, vem sempre acompanhado de apreensões naturais e próprias das vacas, até mesmo daquelas que se auto-intitulem intimamente de Deusas !

Falando sério, por mais que tirar a roupa nos dias de hoje, possa parecer uma situação corriqueira e comum, e por vezes até, de fato, premeditada e presumível, é sempre um “pouco” sofrido para qualquer vaca, se desnudar pela primeira vez diante de um boi-stranger!

Naqueles minutos cruciais que antecedem a seqüência natural e até previsível dos fatos, antes de se despir para o boi, somos invariavelmente acometidas e até por vezes paralisadas momentaneamente, por toda a sorte de pensamentos absurdos próprios das vacas, do tipo: Será que vou agradar ou impressionar, será que minha “underwear” está adequada, será que o cara vai me achar gorda ou magra, dentro ou fora dos padrões, será que a lei da gravidade não está a me trair, e meus peitos e minha trazeira bovina se encontram à altura desse encontro ?

Logicamente que essas iniciais apreensões de vaca, muito provavelmente irão logo se dissipar, conforme as atitudes apropriadas do BOI ali presente, e no conseqüente desenrolar desse salutar jogo de sedução corporal. Mas uma coisa é mais do que certa: Toda essa sorte de estúpidos pensamentos, no momento de um primeiro encontro bovino mais íntimo, estarão certamente presentes, nas mentes bovinas femininas por mais desencanadas que estas possam vir a ser !

Por essas e por outras, acho mais do que apreciável, que nesses cruciais momentos iniciais de um “desnudamento” comum, por ocasião de um primeiro encontro íntimo, que incumbam aos bois, o comando e a condução dos acontecimentos através da adoção de uma postura carinhosa e acalentadora, até que vaca naturalmente se sinta à vontade, e venha, ou se deixe despir de forma natural e até instintiva.

A regra geral, nesse tipo de situação costuma ser sempre a mesma: Enquanto nós vacas ainda estamos ali, relutantemente de saia ou de camisa, intelectualizando e até traçando elocubrações investigativas sobre o que nos fez parar na cama daquele boi específico, os bois certamente já estarão quase que semi-despidos, e com o seu “treco viril” em riste, como que anunciando e sinalizando suas reais intenções!

E por mais natural que isso possa parecer,até para as vacas mais descoladas, a sutileza, a precisão e a “pegada” de um boi, em uma dessas iniciais horas de tensão, mas de não menos tesão de vaca, além de apreciadas, serão essenciais, e até mesmo, determinantes para que haja um segundo encontro, onde a intimidade já certamente se instaurou naturalmente!

E só então, depois dessa intimidade e porque não dizer, nudez conquistadas, entre um boi e uma vaca, aí todo mundo, certamente poderá se “rasgar” muito mais a vontade !

Parafraseando o invariavelmente machista boi- Nelson, Rodrigues, é claro: TODA A NUDEZ, PRECISA TAMBÉM SER CONQUISTADA!

24 Comentários:

Blogger Oficina da Arte disse...

E o problema do leite industrializado? Vocês todas usam água oxigenada por que não se sentem vacas holandeas? E a soda caustica? Pra que serve?
Um beijão!
Fernando

29 de outubro de 2007 21:56  
Anonymous Grilo disse...

Amigo, vamos fazer parceria? Tenho o blog PutsGrilo!com (www.putsgrilo.com). Abraço.

30 de outubro de 2007 00:25  
Blogger Claudia disse...

Vamucombiná que a primeira vez é sempre meio "esquisita" pra uma pepec-vaca, falta uma certa intimidade... Eu to vivendo uma situação meio diferente, de "desnudar-se" pro mesmo sapo-boi que conheci aos 20 anos! E o medo da comparação com a bunda de 20 anos atrás?? Rolou até um papo antecessor sobre um assunto muito discutido por aqui, do tipo "to usando uma calcinha-basica-bege porque num tava preparada", mas rolou bem e a vestimenta obteve elogios... eehehhehhehe
bjksssssss

30 de outubro de 2007 01:51  
Anonymous Erika disse...

Vou me ater à sua última frase DM.
"Toda nudez precisa também ser conquistada"
Definitivamente, ficar nua, pelo menos prá mim, é como despir a alma, não dá prá ser prá qq um.

Fechou com chave de ouro.

Beijo

30 de outubro de 2007 06:49  
Blogger Fábio disse...

Muito interessante.
Ainda que, por mais que nenhuma vaca acredite, existem bois que não se importam tanto com a aparência das vacas.
Abraços

30 de outubro de 2007 08:04  
Blogger Ana Paula disse...

Amiga... Eu prefiro sempre a segunda vez. Claro que, por isso, a primeira tem que tem que ser interessante o suficiente para que haja uma segunda...
Como diria a Lady... Secound time rules!!!
Quanto a tirar a roupa... vc não podia ter dito melhor: Toda nudez precisa ser conquistada!
Mandou bem no post, amiga.
Depois te escrevo com calma, tá?
Beijos!!!

30 de outubro de 2007 08:22  
Blogger André Moinhos disse...

DM,

Vc falou tudo! Pegada antes e rasgar depois que tiver intimidade! rs
A primeira vez é sempre assim, "nem tanto ao céu, nem tanto a terra!"
Temos que guardar as surpresas para as próximas...
Rasgar. Gosto disso!

Beijocas

30 de outubro de 2007 09:58  
Anonymous Adao Braga disse...

Aos Bois de plantão:

Evoluamos Pokemons... vejam a dica no texto. Elas ficam assim "timidas", no momento de desnudar-se, então, deixe em meia-luz, na penumbra, coloca uma música suave, e vá com calma, tire peça-por-peça, e a neura dela se despir, vai diminuir...

Vão por mim!!!! A dica da DM, é essa...

30 de outubro de 2007 10:27  
Blogger André Moinhos disse...

Lendo nas entrelinhas, Adão?!

Valeu pela dica! rs

Abraços

30 de outubro de 2007 11:47  
Blogger DM disse...

Querídissimos, por sermos vacas cerebrais não temos o melhor problema em expor algumas de nossas fragilidades, e essa é uma delas, por questões culturais e histórias, o medo de se desnudar ... Por isso sempre precisamos da ajuda e vocês e da conquista, do ritual da sedução, step by step , fica tudo mais fácil para todo mundo ...

Agora machões de plantão, sei que foram educados para posturas contrárias, mas confessem, em uma primeira vez, também devem pintar as mesmas inseguranças ou não ? O medo de não agradar, de não corresponder a expectativa da vaca, até que vocês disfarçam bem !!!

Querido André, concordo com você, rasgar roupa, rasgar pelo boi, ou pela vaca, é de fato muito interessante e realizante, mas tudo isso não cabe em um primeiro encontro, pois primeiros encontros costumam e devem ser mais românticos e investigativos, se não certamente não haverá um segundo encontro !!!!

30 de outubro de 2007 12:47  
Blogger André Moinhos disse...

Querida DM,

O homem tem a mesma insegurança. Como o corpo está, "tamanhos" e outras paranóias masculinas. Por mais seguro e "convencido" que o homem seja, sempre rola um: "o que ela vai achar?" rs
Mas disfarçamos bem!

Rasgar no primeiro encontro?! Não.
Primeiro encontro é uma verdadeira chave. Ou vai te abrir outras portas, ou vai fechar aquela de vez. Tem que ter um romance, um mistério e um "q" que deixe aquela vontade de quero mais.

Dependendo da "química" o segundo pega fogo! Ai rola de rasgar, morder, falar....e....
Deixa eu ficar quieto!

Beijocas

30 de outubro de 2007 15:02  
Blogger Ana Paula disse...

Ué, André? Acredita em química agora? rs

30 de outubro de 2007 15:05  
Anonymous Railander Uóston disse...

Hã?
Por favor, só não apareçam com as pernas pintadas de verde (alguém vende seguro de vida?).
De resto, toda a timidez é compreensível e admirável.

30 de outubro de 2007 15:48  
Blogger transgressor disse...

engraçado....o medo,a dúvida,a insegurança...tudo vai rolando antes ,muito antes do "tirar a roupa"...eu penso que quando a elas tiram aroupa,já conhecem tudo o que vão experimentar pela primeira vez!Se houver paixão....tesão daí vale tudo.Nem sei falar como é,só fico sabendo que gostou na proxima,pq tem a proxima.A magia da mulher desnudar-se pra mim é a entrega!Aí que mora o extase!!!!É o Éden e a maçã oferecida!!!Meu Deus...como é bom!!!

30 de outubro de 2007 16:28  
Blogger Ricardo Rayol disse...

sei lá, achei interesantissimo sua abordagem mas também meio complicado... homens tambem tem uma certa apreensao na primeira vez, sob varios aspectos da nudez feminina, o tipo de calcinha, etc e tal.

30 de outubro de 2007 22:24  
Anonymous 1ª lady newton disse...

Ai DM, muito franca?

Eutiro a roupicha naturalmente só na hora de tomar banho! Sou uma menina pudica e não me meto com essas coisas de sedução. (To ficando devota de Madonna Ciconne - coisa linda de deus).

Em todo caso, a ultima vez q tirei os panos pra inglês ver (e ele viu mesmo! UH lá lá!) foi tranquilo e digno! Mas larguei essa vida. (síndrome de abstinencia, gata!)

Saudades Gatchinha!

31 de outubro de 2007 07:23  
Blogger Gabriel (Sir DoRêgo) disse...

o final do escrito já diz tudo se pegar a mulher de jeito....as roupas vão ser o que menos importarão... o tesão da hora impede que a cabeça, impede pensamentos...o tesão da hora leva as duas mentes para bem longe...bem longe da timidez do tirar a roupa...o final do escrito já diz tudo...quando os dois corpos e mentes estão conectados...nada interfere nem roupa, nem vergonha, nem frescuras...vale é o tesão, o amor e a vontade dos corpos...isso é o que vale...

31 de outubro de 2007 15:53  
Blogger Cristiane Martins disse...

Putz... despir-se dos pudores no início é muuuuuuuito complicado... eu particularmente sempre fui meio tímida no início... depois a gente se solta... mas até se solta demooooora.
Já os boizinhos são bem mais light... vão tirando tudo e desfilando peladões sem nenhum pudor.
Bjo grande e desculpa o sumiço repentino.

1 de novembro de 2007 19:27  
Anonymous Angelina disse...

Ahhhh adorei o seu post! É muito engraçado mesmo, porque essa "neura" toda sempre rola, eu diria mesmo que continua rolando mesmo depois de muitas vezes, até no corriqueiro dia-a-dia de casados.

e com certeza, a 'neura' da mulher é sempre maior... acho que os homens não tem tanta preocupação com essas coisas não. Mas mediante os padrões de beleza femininos hoje, é sempre difícil se sentir "A GOSTOSA" na hora do vamo ver, e essa auto-estima faz muita diferença.

1 de novembro de 2007 22:40  
Blogger Beth disse...

DM minha fofissima (kkkkkkk)
voltei hoje do meu recesso. Nem li o post direito. Vou passar aqui mais tarde e ler tudo que está disponível.
Adorei te ver por lá.

Bjs

5 de novembro de 2007 14:53  
Blogger Beth disse...

Pois é DM
Recentemente um cheiro no cangote já bastou. hahahahahahaha

6 de novembro de 2007 09:47  
Blogger MH disse...

E O OSCAR DE MELHOR FRASE VAI PARA: "intelectualizando e até traçando elocubrações investigativas... os bois certamente já estarão quase que semi-despidos, e com o seu “treco viril” em riste..." AMEI...MUITO BOM.

7 de novembro de 2007 14:29  
Blogger Ana Paula disse...

Essa minha amiga DM, MH... Advogada... E como toda causídca, tem um estilo muito particular! rs rs rs

7 de novembro de 2007 19:21  
Anonymous EAD disse...

Blog show d bola demaisss!!!!!!!!!

28 de novembro de 2007 16:53  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker