quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Seres hormonais...

Andamos tão preocupadas em sermos mulheres modernas que acabamos por nos esquecer que somos mulheres. Mas o que é mesmo ser uma vaca-muher? Quem é homem não tem idéia de como é difícil ser uma... É ora estarmos alegres e sorridentes como passistas de escolas de samba, ora deprimidas como personagens de um livro de Dostoiévski... (Homens logo dizem de cara, sem titubear: TPM... Pois sim, depois somos nós que gostamos de generalizar... É muito mais do que isso. A TPM é apenas um sintoma, a pontinha do iceberg)

Meus amigos do sexo masculino, é para vocês que eu falo: acham que é facim assim ser mulher? Mentruar, morrer de cólica. Ter filhos. Não ter filhos. Evitar filhos. Aparentar 10 anos a menos ou murchar como uma ameixa. Estar "pronta para a ação" ou dizer que está com dor de cabeça. Passar do choro mais sentido ao riso mais gostoso em 3s... É ser mulherão. É querer ser mulherzinha, ainda que por cinco minutinhos.

É ouvir cantadas idiotas. Ouvir cantadas perfeitas... É adorar ser descaradamente paquerada. É esperar... Por aquele telefonema, aquela mensagem, aquele e-mail. Aquele dia da semana. Aquela palavra. Ao mesmo tempo é ir à luta pelo que se quer. É não desisitir de encontrar um cara legal. Onde quer que ele esteja... É querer que esse cara legal seja meio bom moço, meio cafajeste, depende do dia, da hora, do lugar, da situação.

Competir por igualdade e, ainda assim, querer ser tratada como mulher deve ser tratada. Ter que se virar nos 30 e ainda achar graça. Sentir necessidade de estar linda, cheirosa e gostosa. Sentir necessidade de ouvir que está/é linda, cheirosa e gostosa. Ser meio santa e meio bruxa. Competir com suas semelhantes e ao mesmo tempo ser ética. Amar e odiar com igual intensidade, tanta, tanta intensidade. Fazer charminho. Dar um gelo antártico. Querer colo e fazer de conta que não. Pedir colo quando não dá mais para aguentar...

O que nos faz tão contraditórias, intensas, interessantes, apaixonantes? Vacas, gatinhas, cachorras e outros animais? Hormônios, amigos. A chave está nos hormônios. Somos todas umas hormonais...

Blogged with Flock


20 Comentários:

Blogger André Moinhos disse...

Então a palavra mágica é hormônio?!
Que fazem de vocês esses seres perfeitos, lindos e por vezes irretocáveis?!

Ai que está todo o encanto. Essa "metamorfose ambulante" que vocês conseguem ser com tanta desenvoltura.

Não, definitivamente não é fácil ser mulher. Por isso que eu tento fazer de um tudo para agradar uma em específico! Que mesmo sendo esse ser "homonal", pra mim continua linda.
Ai, ai, ai... esse frio tá me deixando romântico... rs

Beijocas

24 de outubro de 2007 07:42  
Anonymous Lola disse...

Sensacional!!

Apesar do meu problema ser um transtorno bipolar, eu acho que isso não descaracteriza o lado hormonal da coisa! rsrs

E esperar é bacana né? Faz parte da nossa "mulherzice"! Mas tem coisa melhor do que receber aquela ligação inesperada?! rs

Beijo-beijo

24 de outubro de 2007 08:16  
Blogger a calma alma má disse...

Os meus hormônios deveriam ser hormônias, assim, no feminino.
Ah, querer tudo ao mesmo tempo de forma organizada ou de forma louca e irreverente... Nem eu sei mais o que vai ser no próximo minuto.

24 de outubro de 2007 08:26  
Blogger Fabiana disse...

É cara, tá uma merda...

O bom é q passa ...

Beijo

24 de outubro de 2007 09:03  
Anonymous doedinha disse...

Vixi Maria!!! Que susto da gôta, MUSA, ainda bem que tu chegou na palavra HORMÔNIO, porque depois de ler pensei que a palavrinha no final seira DOIDA, somos todas umas doidas... Ahahahahahahaha...

Mas que é dose é, viise?! ô coisinha complicada ser mocinha.

E sabe de uma, na próxima vida quero nascer MULHER. como assim de novo?! Ôxente, de novo e novamente e tantas vezes eu tiver que vir, ADORO minha condição para'hormonal, para'o'normal, para é tchudo, a gente é PODEROSA MENINAAAAAAA!!!!

24 de outubro de 2007 11:40  
Blogger paola disse...

Ai, ai!
Sou também de fases, fazer o quê? rs
Beijucas

24 de outubro de 2007 11:47  
Blogger Gastón disse...

E ainda fazem reposição hormonal quando a idade vem chegando. Pois é, já pensou, deixar de ser louca? Não, bota mais um hormônio aí doutor porque hoje eu quero arrancar o fígado daquele desgraçado!

24 de outubro de 2007 12:46  
Blogger DM disse...

AP QUERIDÍSSIMA ...

O QUE DIZER !!! AMEI ESSE TEXTO, SINTEZA EM "POUCAS" PALAVRAS O QUE SER FÊMEA DA ESPÉCIE !! ADOREI O TEXTO, PARÁBENS ! SEI LÁ, CAIU COMO UMA LUVA PRÁ MIM, POIS ESTOU
SENTINDO TUDO ISSO AO MESMO TEMPO HOJE!!! CORRENDO COMO SEMPRE AMIGA .... QUERO COLO !!!!

24 de outubro de 2007 13:22  
Blogger Ana Paula disse...

DM: é o friozinho, a chuva, a fase da lua... e a vida da gente, né, amiga? Tá difícil aqui tb. Mas a gente dá conta.
Tb tô pedindo colo...
Beijos!!!

Gasta! Nunca havia pensado nisso... Reposição hormonal para continuarmos loucas, hahahaha!
PS: Gasta in Rio: Eu vou! rs
Beijo!

P., não somos todas nós?
Beijos

Dô, minha arretada... Doidas, hormonais, bipolares, de lua, de fases, complicadas e perfeitinhas... Poderosas, sim!
Cheiro!

Fabi, a lua muda de fase, graças...
Beijo

Calma Alma... Hormônias? Muito boa! Deve ser isso... Só pode! rs
Beijo

Lola... Acho que essa nossa bipolaridade vem dos hormônios, do desequilíbrio deles, só pode!
Beijo-beijo!

André... Tá assim, fazendo de tudo pra agradar? Cuidado... É poder demais na mão de uma mulher... Quem avisa amiga é... rs
Beijo!

24 de outubro de 2007 13:52  
Anonymous Railander Uóston disse...

Err...
Na minha humilde opinião, devotada vaca, é isso que as torna mais interessantes.
TPM? Hormônios? Eita!!! E eu achava que não existia nomenclatura para os perrengues que vocês têm.
Pra mim, assim como os vacos, vocês têm os maus e os bons dias, o único perhaps é que os maus dias vem em sequência, enquanto que os nossos, são variados e mesmo sem ter a tal TPM ou os tais hormônios?
Então porque somos tão mal-humorados certos dias? Talvez porque nosso time não tenha ganhado, ou então porque não tenhamos conseguido pegar aquela mulher maravilhosa, ou então, porque tudo isso ficou fútil e tão sem sentido depois que eu li seu texto?
Sei lá. Talvez eu só esteja tentando entender as vacas. Será que consigo?

Bjos do seu Ex-Quase-Noivo Railander!

24 de outubro de 2007 16:31  
Blogger Ana Paula disse...

Meu querido ex-quase-noivo Railander Uóston...
Não sei. Ando convencida de que existe TPM masculina também, sabia?
(depois desse comentário tão elogioso às vacas, sua imagem está novamente imaculada!)
Beijos da ex-quase-noiva!

24 de outubro de 2007 18:05  
Blogger Erika disse...

ontem eu 'ouvi' a frase "cuidado, um vampiro pode entrar pela sua janela quando vc menos esperar"

ai eu respondí "cuidado vampiros de plantão.. se não ligar antes a surpresa pode ser do vampiro".. ahaha

hormônios? sei não, heim rsrs

beijos

24 de outubro de 2007 21:04  
Blogger Ana Paula disse...

Ahahahaha! Muito boa, Erika. Os vampiros que se cuidem, então!
Beijos!

24 de outubro de 2007 21:13  
Anonymous DEAN... disse...

garota...eu sou aquele q tem uma sintonia de ideas com vc que assuta....q atrai...e q agora apenas constata..tentando nao colocar muita analise nem emocoes sbre isso..meu nome eh MEPHISTOFOLES...HEHEHEHE......definitivamente eu sou seu fan...fico acompanhando meio de longe...e hoje tomei coragem pra comentar,vc eh muito legal!!E EU AMO AS VACAS...QUE O MUNDO SE TRANSFORME NUM GRANDE PASTO...

24 de outubro de 2007 23:07  
Blogger DrFox disse...

Oi Ana,

Apesar de ter gostado do texto, pela forma bem humorada, sinto dizer que seria muito simplista alocar tanta responsabilidade aos pobres hormônios. Tadinho deles. hehehehe

Não vou filosofar ou tentar fazer comparações obvias com outros "alteradores de comportamento", mas acredito que não justifica.

Claro que isso não diminui a admiração pelo sexo oposto, afinal numa coisa é preciso concordar, as mulheres são mesmo mais determinadas, só precisam do motivo.

Bjs

DrFox

25 de outubro de 2007 02:32  
Blogger Ana Paula disse...

Querido Fox: E eu lá sou especialista no assunto? Claro que meu texto teria que ser simplista!
Mas eu, sinceramente , continuo acreditando no que escrevi. Acho que vc deveria ler mais sobre o assunto! rs rs rs
(Só está desculpado pq elogiou meu texto e não deixa de admirar as mulheres! rs)
Beijos!

Dean... ou eu deveria dizer... Mefphistofoles? rs
Um fã? Ah, pára com isso, que depois eu fico convencida e ninguém vai me aturar!rs
Sintonia de idéias com quem lê é muito legal. Fico contente que isso aconteça. Venha sempre, comente sempre que quiser, vou adorar!
Beijos!

25 de outubro de 2007 06:55  
Blogger Sir DoRego disse...

passei por aqui para dizer que é sempre bom passar por aqui...mesmo que as vezes eu demore...

25 de outubro de 2007 08:08  
Blogger Pedro disse...

Toda mulher moderna sabe ser mulher quando ela quer. E ela o é quando é para quem se quer.

25 de outubro de 2007 09:46  
Blogger Wolverine Logan disse...

Esse hormônios maravilhosos e seus efeitos fantásticos, amo todas essa peculiaridades que eles conferem as mulheres, responsáveis pelas apaixonantes e irritantes variações de humor.
Beijos

25 de outubro de 2007 20:35  
Blogger Cláudia disse...

é isso mesmo!
fiquei até cansada com a descrição... rs

26 de outubro de 2007 23:00  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker