quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Mentiras sinceras nos interessam. E muito.

De verdade, não me interessam os motivos que o fazem contar uma mentira para uma mulher, meu amigo. Também não estou aqui para discutir o lado moral da questão. Juro. Mentir em um relacionamento é, na maioria das vezes errado. Mas, mais cedo ou mais tarde, e por motivos variados, todos, homens ou mulheres, acabamos mentindo. Pra sobreviver. Pra não magoar. Ou por safadeza, mesmo.

Quem diz que nunca mente já está começando uma mentira... Melhor seria dizer: "raramente minto". Enfim, se você que está lendo é homem e precisa mentir para uma de nós... Capriche na mentira. Pareça sincero. É como meu velho e sábio pai dizia: "Não basta ser honesto. É preciso parecer honesto".

Vamos falar honestamente? Tem homem por aí que duvida da inteligência das mulheres, embora a maioria diga que não. Cara, eu digo: mulheres não são burras. Principalmente no que diz respeito à relacionamentos. Pode ser que a maioria de nós não saiba o que é um motor aspirado ou a escalação do seu time ou o que é um impedimento. Mas farejamos mentiras mal-contadas e mal-disfarçadas a quilômetros. Quer mentir? Então, caro leitor, aposte na inocência da sua namorada/mulher/noiva/rolo/cara-metade... Não na falta de inteligência. Lembre-se do badalado instinto feminino. Ele é não é uma lenda propagada pelas fêmeas de nossa espécie.


Em tempo: A DM está de férias, toda pimpona, badalando em Guarujá! Delícia! Aproveita, amiga!

12 Comentários:

Blogger Fabi disse...

É amiga, falo q quando o sujeito inicia uma mentira nem precisa terminar , pq só pela introdução eu ja sei q é mentira.
No maximo fingimos nao perceber ou nos acomodamos nao querendo agir, mas a gente sempre sabe.

bj

17 de janeiro de 2008 10:54  
Anonymous Adao Braga disse...

AP,

numa outra música, o mesmo cantor explica:

se mentir, ... foi pra te proteger da solidão!!

Eu não minto sempre, porém, uma mentira, tem que ser repetida sempre, até você mesmo esquecer o motivo porque a contou, e lembrar apenas de repeti-la.

Fala é verdade é necessário, e mentir é indispensável!!!

Mas, há situações e em quê mentir, é descabido, desnecessário, mas, continuo a dizer:

- Eu te juro: não fiz! Não falei, não fui lá, e não estava lá momento algum!

DM, aproveite querida! Não é pra quem quer, é pra quem pode!!!

17 de janeiro de 2008 11:45  
Blogger MH disse...

Mulheres farejam a mentiras a kms de distiancia. Sabe aquela historia do tubarão que sente o cheiro de uma gota de sangue no oceano. Pois é, isso vale para as vacas tambem.

17 de janeiro de 2008 13:34  
Blogger André Moinhos disse...

As mulheres são espertas. Mais que os homens. Isso é fato. Alguns se fazem de sonsa pra sobreviver... rs

Bom, eu "não costumo" mentir. Prefiro a verdade. Sempre. É mais fácil e dá menos trabalho!

Até pq, no final, pode acontecer como na história do "Pedrinho e o Lobo..."

Beijocas

17 de janeiro de 2008 15:08  
Anonymous Erika disse...

mentira sempre teve perna curta... e nariz comprido.. rsrs

melhor não mentir, mas quem nunca mentiu que atire a primeira perna curta.. rsrs

beijos

"Oncotô? (Erika)"

17 de janeiro de 2008 15:59  
Blogger Murdock disse...

Eu não digo que não minto, mas não sei mentir...

17 de janeiro de 2008 16:11  
Blogger Dahi Penno disse...

" Todo mundo mente é a constante, a variável é o motivo"

;)

17 de janeiro de 2008 18:14  
Blogger Paola disse...

AP, falei com a Fabi que ia fazer um post sobre isso, mas vc já o fez!

Nós pescamos de longe. ;)

Na música do Charlie Brown diz: Quem é de verdade sabe quem é de mentira. rs

E o sábio Lulu menciona em uma de suas músicas: Não leve o personagem pra cama, porque pode acabar sendo fatal. huahua

Caso tu não saiba sobre o que falei pergunte pra ela.

Beijos

18 de janeiro de 2008 08:40  
Blogger Ricardo Rayol disse...

sem contar aquelas que gostam de acreditar numa mentira.

18 de janeiro de 2008 11:50  
Blogger Wolverine Logan disse...

Tive uma namoradan que sempre me dizia que "Mulher fareja até osso engarrafado" e disso eu já tive muitas provas, parece que adivinham!

18 de janeiro de 2008 17:10  
Blogger DrFox disse...

Olá Vaquinhas,

Quanto tempo hein!

Acho que a questão nem é mentir ou não, aqui já separando mentira deslavada de mentira pra evitar confusão.

A questão de verdade é: As vacas aguentam a verdade nua e crua?

Eu não acredito e é justamente por isso que os bois acabam desenvolvendo esse processo "mentirinha pra não machucar".

Muita firula, pouco suco.

[]'s

DrFox

18 de janeiro de 2008 18:32  
Blogger Eu e Ela disse...

Eu adoro dar corda pra mentiroso.....
Gosto de ver até onde são capazes de ir, sabe que quando fingimos que acreditamos e até incentivamos a mentira alheia o mentiroso vaza.
Acho que acaba o estoque de mentira.

Eu até tenho medo do meu sexto sentido....
Mas não são todas as mulheres que tem isso não, conheço algumas que a verdade ta na cara e ela não olha de jeito maneira, de repente é auto proteção né?

Tava com saudades.

Beijos

19 de janeiro de 2008 16:56  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker