segunda-feira, 10 de março de 2008

Bom começo de semana, curral!


Vamos começar os trabalhos da semana...

Difícil ver a mãe da gente sofrendo por amor. E pior, por um homem que nem meu pai é... Tem dó. Nós, os filhos, devíamos ser poupados disso. Ou poderíamos ter a capacidade de poupar nossas mães de sofrerem. Também seria bacana... Fora que o mau humor tá de lascar... Sobra pra vaca aqui... Aí... Alguém tem um coroa bacana pra apresentar pra minha mamma? rs

Mudando de assunto... Leram a notícia da iraniana que entrou na justiça pra receber do marido o dote combinado antes do casamento? Essa é ó-ti-ma! O marido foi condenado a pagar para ela um dote de 124 mil rosas. Sim, queridos, é isso, não me enganei, não. São cento e vinte e quatro mil rosas. Meras 124.000 rosas.

Foi assim: o cara prometeu esse dote à esposa antes do casório. Isso de dote me soa meio feudal, sei lá. Mas é outra cultura, não me cabe discutir ou entender, eu acho. Não vem ao caso. Voltando ao assunto... Ao que parece o cara era mão de vaca, o popular pão-duro. Depois de casado, não pagava nem o cafezinho para a esposa. Ela, então, chateada, foi reclamar seu direitos na justiça e levou... Quem não chora, não mama, tá certa. Agora, a pergunta que não quer calar é: como ela vai receber as rosas? Aos poucos? De uma vez? Pediu plantadas num roseiral? Mandou distribuir na rua? O marido disse que só pode dar cinco por dia. E que a culpa de a mulher ser assim é das amigas milionárias, hahahaha! Ô amigo! Quem mandou prometer, então? Tem homem que promete até as calças antes, né não?

Mas como eu a-do-ro meter o bedelho onde não sou chamada: fofa, dou a maior força. Prometido é cumprido. Mas... Rosas? Vamos combinar que em dinheiro seria muuuuito mais sábio? Vai gostar de flores assim... lá no Irã! rs

Boa semana pras vaquinhas e pros meninos também.

23 Comentários:

Blogger Ricardo Rayol disse...

Se o cara não for tolo vai negociar um desconto para entregar em grana mesmo. Dá um belo dote bem dotado.

Um beijos às vacas pelo dia. Atrasado, mas antes tarde do que nunca.

10 de março de 2008 10:01  
OpenID adaobraga disse...

Eu não sou contra o Dote. É uma garantia para a mulher, nestes regimes. É um pagamento adiantado, para, se no futuro o casamento deteriorar-se e for necessário o divórcio. O cara paga antes de "usar".

Só entra nestas situações quem quer e pode. Depois, não tem como reclamar... são as regras.

Direitos e deveres claros e assegurados.

10 de março de 2008 12:55  
Anonymous Adao Braga disse...

Quanto a sua mãe, observe, que em todas as idades sofre-se por amor, paixão, sentimentos e tudo mais... ninguém tem a receita eficaz

10 de março de 2008 12:57  
Blogger Bridget Jones disse...

Quer saber? Muito franca? Acho digno ganhar 300 mil rosas. Mas olha, das colombianas... Vermelhas!

E bombons também! Lindt, como da ultima vez! E tenho dito!

HUNF!

PS: Comment deixado para o "doido da vez" que eu acho q lê este blog!

10 de março de 2008 14:25  
Blogger AjB disse...

...sempre boa leitura , neste blog, parabéns vaca...

saudações de Portugal...

10 de março de 2008 15:32  
Anonymous Anônimo disse...

Pq coroa? Vai que a véia se amarra em um bebê igual à vc, néam, beibe? Ou vai dizer que seu namoradinho não tem uns bons anos a menos que vc, vaca?

10 de março de 2008 15:39  
Anonymous Seu príncipe encantado disse...

Se você deixar esse seu namorado e ficar comigo, lhe dou como dote as rosas e o dinheiro que você quiser.

10 de março de 2008 15:46  
Blogger Ana Paula disse...

Rayol... Dote bem dotado é ó-ti-mo! rs
Obrigada e beijos para vc também!


Adão, isso é que é olhar pelo outro lado... rs
Ninguém tem, não é mesmo? Uma pena...
Beijo


Querida doutora, espero que o doido da vez leia e entenda o recado... Muitos beijos!!!


ajb, agradecidas! Beijos brasileiros


Anônimo, beibe... Pra ser precisa, meu namorado é exatamente 13 anos mais novo do que eu... É só pra quem pode, beibe. Genética privilegiada, néam? Além de não parecer fisicamente mais velha que ele, não penso nem me comporto como uma chata, dessas que repara e comenta a vida dos outros... Faz toda a diferença. Entende, néam, beibe?


Seu Príncipe encantado... Não, obrigada.

10 de março de 2008 16:00  
Anonymous Anônimo disse...

Beibe... Perguntar não ofende...

10 de março de 2008 16:54  
Blogger Ana Paula disse...

Claro que não. Pergunta quem quer, responde a verdade qem pode. Quem tá na blgosfera é pra se molhar, beibe. Mas acho que isso vc já sabe... Anyway, venha sempre, comente sempre. A casa é sua.

10 de março de 2008 18:38  
Blogger Iara Alencar disse...

este negocio e dote poderia existir até hoje não é?

10 de março de 2008 21:48  
Blogger Eu e Ela disse...

Mamãe não chorou muito, arrumou um 29 anos mais novo, qual o problema nisso????
Filho quer ver a mãe feliz....
Mas que dote... será que não dá pra transformar em joia, é muita rosa, mas tem louco pra tudo...
Mas prometeu...

Beijos

10 de março de 2008 23:07  
Blogger MH disse...

Receba as flores que lhe doooooooooouuuuuu!!!!.
J aouvi falar que mulheres gostam de flores, mas isso ja é fanatismo né. Bom, eu no lugar dela abria uma floricultura para dar alguma utilidade para o tal do dote. (gente estranha, eu heim!)

11 de março de 2008 14:09  
Blogger DM disse...

Adoro flores, mas o dote pareçe mais do que exagerado !!! Já falei essas mulheres do Oriente e o Médio mais do que nunca, precisam de um dia institocionalísssimo, para se centrarem ... Que dureza ...

Sou contra dotes! Não me considero objeto para ser comprada a qualquer título !!!!

11 de março de 2008 19:26  
Blogger Cadinho RoCo disse...

Se ele quiser receber as rosas num roseiral com escritura assinada da área, tudo direitinho, o negócio poderá ser mais que simples capricho.
Cadinho RoCo

11 de março de 2008 20:18  
Blogger MH disse...

Mais uma coisa...achei que so no cinema ou no teatro a gente via MAES SOFRENDO POR AMOR....aff...
nao deve ser facil.

11 de março de 2008 20:30  
Blogger luma disse...

Não é bem rosas que ela quer! Quer chamar o marido de avarento em público!! huahuahuahuahua !!!

Meninas, tem presentinho pra vocês lá no luz!!

Beijus

12 de março de 2008 08:33  
Blogger MH disse...

Tem preminho pra voce no meu blog.

12 de março de 2008 14:09  
Blogger amarsson disse...

eu faria questão de que elas viessem enfiadas no fiofó do sujeito (com esse pedigree ele não deve ter nenhum predicado, mesmo). Nem que fosse de cinco em cinco... hahahahahahahaha

13 de março de 2008 11:15  
Blogger Kira! disse...

Ah quando meu pai casou novamente também foi um desespero danado, no começo era uma beleza, depois a mulher tomou conta, complicado viu?

Beijos

14 de março de 2008 02:19  
Blogger Pitanga Doce! disse...

Que dote mais "furreco"...pode ser um dote bem dotado, mas flores e mais flores não me deslumbram!

Mas que doideiraaaa...kkkkkkkkkk


Beijos Doces

16 de março de 2008 04:22  
Blogger Larissa disse...

Com certeza eu iria pedir 124 mil reais em notas de 1.
Só pra andar com bolão de dinheiro.
Ia na concessionária e já comprava um carrinho e pagava com as notas de 1!

17 de março de 2008 12:39  
Blogger Ana Paula disse...

Iara... Aqui no Brasil? Sei não, amiga... Acho que não ia pegar...


Sarah... 29 anos mais novo? sua mãe é minha heroína, hahaha! Vc nem imagina o quanto.
E... jóias são sempre bem-vindas, né?


MH, muito estranha, mesmo. Eu preferia em espécia. Como disse o Adão, ia guardar pra eventuais pés na bunda... rs


DM, um dia é pouco, hahahaha!



Cadinho Roco, tô contigo. Se for assim, retiro tuuudo que eu disse!


MH, na vida real tb. Minha mãe é viúva. Depois que pai morreu ela disse que nunca mais queria saber de homem... Ah, tá... rs


Luma, eu não tinha pensado nisso.
Passei lá para pegar e agradecer, só falta por no ar... Obrigada!


MH, idem, idem!!!


Amarsson... Nossa, tb não tinha pensado nisso, hahahaha!


Kira!, o problema aqui é que o cara não queria casar... Ih, nem te conto!


Pitanga doce, flor de vez em qdo, a-do-ro. Mas 124 mil? tem dó, né?


Larissa, baby... Cada rosa custa uns dois dólares no Irã. Dava pra comprar um carrão em notas de um, hein? Delícia ver o vendedor contando, fala sério!!!


Beijos para todos e me desculpem a demora em responder... Me esqueci, pode?

19 de março de 2008 14:00  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker