terça-feira, 26 de agosto de 2008

LITERALMENTE VACA ...


Em um dia daqueles, em que parece que tudo dá errado MEEESMO, essa vaca que vos fala, sempre às pressas e literalmente atrasada, foi buscar como de praxe seu bezerro na escola, em horário mais do que de “rush”, típico da capital paulista...

No curso do trajeto, a vaca obrou por fazer uma conversão bovina à esquerda, esquecendo-se, inadvertidamente de ligar o bendito sinalizador do carro indicativo de tal conversão, para os bovinos que se seguiam atrás. E, aí não deu outra: O boi que estava irregularmente “grudado” na traseira do carro da vaca, baixou o vidro de seu carro e esbravejou para o mundo inteiro ouvir: VAAACAAAAA!

Por estar talvez a vaca em tão inusitado dia, em inesperado “estado de sensibilidade NÍVEL 8”, por uma fração de segundos se sentiu ela moral e copiosamente ofendida, pelo inenarrável exagero e descompasso do xingamento que lhe fora desferido, com a agravante ainda, de tal desagravo moral, haver sido presenciado por vários motoristas e transeuntes bovinos que por lá se encontravam.

Só para piorar as coisas, logo após o ocorrido, o maldito trânsito paulista emperrou, e o exaltado bovino que a havia xingado segundos atrás, veio a se postar de forma inapropriada e não menos estratégica ao lado direito de seu carro, prosseguindo então com seus xingamentos e gestos ininteligíveis para qualquer vaca de classe que se preze ...

Mas a reação/vingança bovina feminina, não demorou a emergir: A vaca respirou fundo, e então se despiu sutilmente de seus óculos, baixou o vidro esquerdo do carro, e passou a fitar o boi com cara de paisagem, embutindo propositalmente um cínico, mas não menos charmoso, inocente e receptivo sorriso de vaca-fêmea ....

O boi então se desconsertou ou "desconcentrou-se" com tão amável sorriso de vaca, e com a sua branda, e inesperada reação, que pareceu por instantes se acalmar, se mostrando paradoxalmente agora mais amável e receptivo ...

Mas, a vaca, por seu turno, percebendo a distração momentânea do boi de imediato bradou no brutal tom anteriormente desprendido pelo cara, a monossílaba palavra, com ênfase em todas as vogais: BOOIIIIIIIIIIIIIIIIIIII! – O boi então meio “desacorsoado”, mais do que subitamente retrucou: - Mas..., o quê foi que você disse, mesmo?

E a vaca automaticamente limitou-se a responder, com ênfase ainda maior nas vogais: BOOIIÍ, aquele quadrúpede QUE OSTENTA CHIFRES !!!!

Para surpresa de todos, o sinal de inópino avançou, e ambos foram obrigados a seguir suas trajetórias pessoais. Melhor dizendo: “animais...” !

LITERALMENTE,”UM DIA DE CÃO”, OU DE VACA mesmo, se assim preferirem, e que atire a primeira pedra, qualquer boi que nunca esqueçeu de fazer um sinal de uma mera conversão !!!



11 Comentários:

Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Aí.. é isso que eu falo de bandidagem. O cara vem todo certo na razão, bradando com a desatenta bandida, e ela lança o golpe.. "Help me.. meus hormônios tão em fúria.."..u.u
Chora.. Lágrima de mulher devia estar prescrito no código penal como arma letal!
um sorrisinho e ganha a vitima. Depois ainda xinga.
Sua Bandida!

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos.

26 de agosto de 2008 20:47  
Blogger Ana Paula disse...

Amigaaaaaaaaa! Perfeito, adorei a vingança! Beijos, vaca!

26 de agosto de 2008 20:53  
Blogger Beth disse...

Nunca tive esses problemas com sinal de conversão, mas sempre encontro manés grudados na minha traseira quando vou entrar em alguma via, daqueles que ficam buzinando para apressar. Se buzinar mando passar por cima e se responder ainda levanto o dedo. E se me chamar de vaca eu o chamo de corno.

:)

Bjs

26 de agosto de 2008 21:23  
Blogger Luma disse...

hahahaha o boi ficou sonso?? Não perdem a oportunidade, que coisa! Beijus

27 de agosto de 2008 08:50  
Anonymous Srta. Rosa disse...

O que é conversão?

27 de agosto de 2008 14:35  
Blogger DM disse...

Pois é capitão Nascimento, vezes precisamos mesmo ser bandidas! Questão de sobrevivência bovina...
Agora lágrimas de mulher, encaradas como armas, com tipificação penal, só vocês mesmo.
Algumas lágrimas de vaca são sinceras mesmo, pô !

AP - Juro, tava absolutamente "descompensada" no dia em questão ... Imagina eu, comprando "briga" em trânsito, sem medir conseqüências", me arrependi do episódio, mas que que o cara mereceu, ah isso mereceu mesmo, aliás admito sou vaca, mas o jeito que ele me xingou de VACA, foi horrível ....

Bethíssima: Também não tenho problemas com sinais em conversões ... Mas nesse dia tava péssima....Bom como você chamei o cara de corno "com STYLO....."

Luma: Atente-se: Bois não perdem a oportunidade... em qualquer situação por mais bizarra que ela seja, o cara realmente ficou "sonso", achando que DEPOIS do xingamento, eu ainda estava dando letra para ele! Pode um troço desses??? Só BOIS ...

Srta.ROSA: Conversão, dobrar a esquerda, dobrar a direita e sinalizar ! Só que as vezes a gente esqueçe ... Eles deviam ser mais compreensíveis, com esses pequenos deslizez bovinos femininos

Bjs em todos!!! And sorry about mistakes in comments ... Tô correndo hoje!!

27 de agosto de 2008 20:18  
Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

27 de agosto de 2008 21:17  
Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Ahhh.. mas o problema é o "vezes" na história, rapá! E claro qeu deveria constar nos autos como arma do crime. É golpe baixo! Vcs apelam. è só avistar a viatura chegar no pé do morro que começa o chororó com vela e tudo. Pra amolecer o coração das "otoridades" competentes.
E lágrima sincera de vaquinha? Ahh tá.. quando cai cisco no olho sua fanfarrona!

Beijo!
Cap. Nascimento

27 de agosto de 2008 21:18  
Blogger Nem Li disse...

Adorei seu blog Dona Vaca.

E ve se da seta da proxima vez!
UIAhauihaIu

29 de agosto de 2008 20:41  
Blogger Violeiro disse...

Que eu saiba,em Sampaulo ninguem mais dá seta!Os motoristas de taxi contam que se derem seta acabam avisando o carro de trás ,que avança rapidamente pra não deixar a conversão ocorrer!Portanto cara DM(seria Dona Mimosa?rs)....fez bem em não dar seta e o comportamento a seguir foi genital!!!!!!!

1 de setembro de 2008 17:13  
Blogger Pedro Taam disse...

Ei, dona vaca, vc se esqueceu da ortografia e escreveu "esqueçeu"

=p


Fantástico o blog!

2 de setembro de 2008 13:45  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker