quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Às vezes, os homens me assustam

Sim, eu, mesmo sendo vaquérrima, me assusto com os homens, ainda. Você pensa que conhece um, e quando dá por si, ele não era exatamente quem parecia ser... Sei lá. Como se Dr. Jekill e Mr. Hyde morassem dentro de todos os seres do sexo masculino... E não estou falando de algum deles em particular. Mas de todos...

Meu ex italiano, lá do outro lado do mundo, se faz de coitadinho e afirma que depois de mim, nunca vai encontrar outro amor... Ah, tá. Acreditei.

Meu sobrinho, um aninho apenas. Enquanto faz besteira, faz cara de mini-cafa e manda beijos. Homem desde sempre. Safado!

Meu filho me pediu para parar de namorar "homens normais" e sair apenas com algum jogador de futebol. Só assim, ele garante, eu vou ser feliz. Então tá. Meu filho quer me transformar numa Maria Chuteira!

Os homens me assustam... Tá, nem tanto... Ainda não desisti deles! rs

9 Comentários:

Anonymous Beth disse...

Dia desses meu sobrinho, de 8 anos, falou que não queria festa de aniversário no colégio para evitar àquela musica: com quem será? com será? com quem será que o Vitor vai casar. Já viu neh?? Tá fugindo do casamento desde agora...

:)
bjs

22 de agosto de 2008 01:12  
Anonymous Beth disse...

Depois de constatar com o casamento que boi engorda e ronca...minha filha...homens já não me assustam mais.

:)

Beijocas

22 de agosto de 2008 01:30  
Blogger Violeiro disse...

Minha primeira namorada séria(o namôro,nós nem tanto) tinha 15 anos e eu 16.Namoramos por 1 ano e 2 meses.O namoro era muito legal,mas um dia uma amiga de minha mãe comentou:"Nóssa....já namoram a mais de um ano?que maravilha!!Eu e o Carlos(marido dela à época)começamos a namorar na escola tinhamos 14 anos!Meninas.....fiquei siderado!!!Achei que teria que casar com a Vãnia....que seria um homem sério e trabalhador!Pronto...iriam acabar todas aquelas pequenas "sacanagens"de olhares e esbarrôes e sorrisos com promessas" na praia,nas festas,eu estava praticamente morto:casadão!!!Rompi o namôro correndo e vivi infeliz pra sempre,rodeado de mulheres e sorrisos e conquistas e felicidades e desencantos,enfim....solteiro,livre,disponível,magro ,enfim,só me senti pleno quando casei,descasei,casei,descasei...nem engordei e nem ronco.....demais...rs

22 de agosto de 2008 16:16  
Blogger Violeiro disse...

Minha primeira namorada séria(o namôro,nós nem tanto) tinha 15 anos e eu 16.Namoramos por 1 ano e 2 meses.O namoro era muito legal,mas um dia uma amiga de minha mãe comentou:"Nóssa....já namoram a mais de um ano?que maravilha!!Eu e o Carlos(marido dela à época)começamos a namorar na escola tinhamos 14 anos!Meninas.....fiquei siderado!!!Achei que teria que casar com a Vãnia....que seria um homem sério e trabalhador!Pronto...iriam acabar todas aquelas pequenas "sacanagens"de olhares e esbarrôes e sorrisos com promessas" na praia,nas festas,eu estava praticamente morto:casadão!!!Rompi o namôro correndo e vivi infeliz pra sempre,rodeado de mulheres e sorrisos e conquistas e felicidades e desencantos,enfim....solteiro,livre,disponível,magro ,enfim,só me senti pleno quando casei,descasei,casei,descasei...nem engordei e nem ronco.....demais...rs

22 de agosto de 2008 16:16  
Anonymous Beth disse...

Violeiro, uma vez meu irmão disse para minha cunhada mais ou menos assim: "Se for separar me avisa que antes tenho que voltar para a academia, voltar a velha forma e com os velhos papos de conquista. Escolhi você justamente para não me estressar com essas coisas - já tava dominado".

Meu maridoviski tá uma graça redondinho...fofinho...godinho...e de vez em quando solta cada ronc ronc de doer os ouvidos. hahahahahahahaha....

23 de agosto de 2008 09:17  
Blogger Antônio J. Xavier disse...

Hahahaha adorei a do sobrinho...

Dispensa o italiano de uma vez por todas... e dá um puxão de orelha no teu filho que vaquinha maria chuteira não tá com nada!

E (esse recado é para a DM) pode tirar onda com meu verdinho mesmo que o seu inter mandou no jogo!

bjinhosss

24 de agosto de 2008 17:59  
Blogger DM disse...

Mini-cafa é ótimo mesmo ... O meu de nove, não tá muito diferente não!!!

Homens são homens não adiante mesmo...Melhor tentar entende-los, se é que isso é possível ... Agora a exceção de doidos e malucos de todo gênero, serial-killers e por aí vai, acho que de tanto conviver com esse diversicado rebanho, não me assusto mais com eles, acho até que estão ficando cada vez mais previsíveis ... Já as VACAS, sei não, algumas as vezes me assustam...

25 de agosto de 2008 10:50  
Blogger Ricardo Rayol disse...

ainda bem, você é muito bonita para se tornar digamos indisponível.

25 de agosto de 2008 15:20  
Blogger Ana Paula disse...

Beth, por incrível que pareça, alguns fazem o caminho contrário... Emagrecem e não roncam... Raros esses...
Tô dizendo, esses pirralhos aprendem a "arte" de serem homens desde muito cedo. O filhote já desistiu do jogador de futebol: agora quer que eu me case com um piloto de F-1 (só melhora, hahahaha!)
Beijos!


Ô Violeiro, tá fazendo propaganda, hein? risos
Magro,disponível, ronca pouco... risos
Mas é verdade, a maioria dos homens surta qdo se fala em casamento...
Mas isso eu acho normal. o estranho é qdo o cara pede a mulher em casamento, insiste, ela aceita e aí ele surta...
Beijos!


Antonio, o italiano já foi pra escanteio há mais de um ano... Cartão vermelho perpétuo. Por isso eu me espanto com a tentativa descarada, entende?
O filho está devidamente instruído... risos
Beijo


Bom, querida amiga... Mães de bezerros são assiim, né? morrem de ciúme da cria, mas se orgulham ao constatar que são machos! riso
Mas eu JURO que os homens ainda me surpreendem. E muito.
Beijos!


Ricardo. Sempre gentil. Eu reclamo, reclamo, mas não vivo sem... risos
Beijos

26 de agosto de 2008 21:09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker