segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Caças e caçadores...

Tenho uma teoria. Quer dizer, tenho milhares de teorias, mas hoje quero falar de uma em especial. Vou logo avisando, pela milionésima vez, que não sou socióloga, psicóloga, cientista, nada disso. Sou palpiteira. Outra: não sou feminista. Acho que mulher tem que ser tratada com educação e delicadeza (a não ser que ela peça expressamente pelo contrário, mas isso é outra história... Muito controversa. Não é pro post de hoje).

Minha teoria é: saímos das cavernas, mas continuamos fazendo igualzinho aos nossos ancestrais... Os homens eram os caçadores. As mulheres cuidavam de todo o resto, que não era pouco. Daí, os séculos se passaram. Aqui estamos nós. Igualdade de sexos (blá, blá, bla...) e todo o resto. Os homens não saem mais para caçar a comida. Digo a comida de verdade, que mata a fome, sabem? Pois é. O que sobra? Vão caçar vacas, para dar vazão ao instinto. Caçar comida. Daí, se o cara não tem vaca alguma, beleza. Caça a que ele escolhe, puxa pelo chifre e leva pra casa. O problema é quando ele tem uma vaca em casa, linda, inteligente, legal, sem frescuras na cama ou quaisquer que sejam as qualidades que ela tenha... Tá, sei que nem todas as vacas são assim, mas se ele escolheu uma vaca, o que se espera é que ele a veja assim! Então, lá se vai o cara derrubando vaca após vaca, sem nem sequer ligar pra qualidade. E tome mulher burra, feia, fácil, muito fácil ou fácil demais. As explicações pro feito? "Ah, tenho que aproveitar a vida.", "Sou homem.", "Não me pergunta, você não aguenta a resposta.". E a vaquinha de presépio, lá em casa, certo? Errado.

A vaca que foi preterida em nome do instinto caçador resolveu que não fica em casa, esperando o caçador voltar. Vai atrás de ser caçada novamente. Ou, em alguns casos, ela caça. E o que acontece? Ah, vira novela. Porque além do caçador e da vaca, agora há as vacas sobressalentes e ou outro caçador... Ou outros caçadores! Ih, complicou. É personagem demais. Triângulo amoroso é pouco. As chances do mané perder a vaca e ver seu relacionamento ir para o brejo são altas, altíssimas. Mas, como homem que é, ele se garante e acha que sua posição de macho-alfa do curral está assegurada...

Às vezes, acontece de o caçador se cansar da caçada e voltar para a vaca: "todo caçador tem que ter seu porto seguro", dizem, abusando de nossa boa-vontade com o gênero. Às vezes, ele se contenta com o troféu que tem. Outras, ele é discreto quanto à caça... Mas, no fundo, são todos uns caçadores. E burros. Mas isso já é história pra outro post. E as vacas? Ah, são burras, também. Geralmente, elas aceitam o caçador de volta. E aí, começa tudo de novo... Mas isso é pra outro post...

19 Comentários:

Blogger Cirilo Veloso Moraes disse...

Quem não dá assistência, abre concorrência e perde a preferência.

A merda é que muitas mulheres depois de tudo ainda aceitam o cara de volta. É o velho sentido de impunidade que faz com que muitos homens não valorizem suas mulheres. Sabem que farão e depois elas sempre acabam aceitando-os de volta... Então, para quê andar na linha?

Assim, penso que homem em geral é safado e infiel, sim, mas as mulheres têm um quê de culpa nisso. Falo até por mim, que já fui raparigueiro, cabra safado, pegador e só parei depois que encontrei uma que não aceitaria nem fudendo meu comportamento sem noção, que é pressão e braba. Resultado, casei com ela e sou feliz pra caralho. Hoje não trocaria a minha por uma aventura nem a pau. E é por isso que digo ser importante bagunçar e fazer merda mais cedo, pra quando casar parar e se dedicar a uma única mulher - a sua.

9 de setembro de 2008 10:05  
Anonymous Anônimo disse...

Branca de Neve... You're back!

E o meu chopp na Lapa, quando sai? rs

9 de setembro de 2008 10:13  
Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Ah.. o homem é naturalmente predador, coisa de hormônio salientado pela sociedade que o criou para ser pegador. Mas olha.. tem nada melhor que o sabor da conquista e convenhamos, depois da conquista algumas vacas acomodam, e não dão mais trabalho no curral. Certo que alguns caçadores tambem não ajudam, caçam a vaquinha e empalham. Pronto.. sempre ao uso... Mas senhoras vaquinhas conquistadas, nos dêem trabalho... Vaca boa é a que é laçada todo dia.

Cap. nascimento

9 de setembro de 2008 10:18  
Anonymous Beth disse...

Concordo plenamente com Cirillo...creio que ele disse tudo. A mulher que aceita esse homem de volta, além de não se valorizar também não é vista com valor por ele, caso contrário, ele não estaria em eternas e incessantes buscas.

Bom ter alguém que se dedica a você e por quem você se dedica, com conquistas e reconquistas diárias.

Bjs

9 de setembro de 2008 10:44  
Blogger Violeiro disse...

olha....tem muita mulher caçadora tambem.A maioria que conheci(e são muitas as que conheci,tá?Não que peguei)iam muito bobamente empalhadas(adorei o termo) e bronzeadas,quando rolou o chifre.Daí pra frente,foi chifre pra todo lado e querem saber?Os bois,em sua maioria ficaram num acordo tácito!O pasto está em eterna transformação!!!

9 de setembro de 2008 15:16  
Blogger Taynar disse...

Ahhhh, odeiei o comentário do Capitão!
Pelo amor de Deus, por quanto tempo vamos ter que aguentar essa história de quem homem é predador, é do instinto, é hormonio?
Ora vá tomar no PIIIIIIIIIIIIII!!!

Me revolto com isso.. Pq se mulher fizesse isso, ela nem vaca seria, iam tachar de galinha...

Homens, como bons bois merecem é chifre!

Beijos, Ana

9 de setembro de 2008 21:40  
Blogger DM disse...

Pareçe que o curral esquentou ...

Mas to com a Beth e o Ciryllo, a vaca que aceita o predador de volta, de muitas caçadas fora do curral, não possue amor próprio .... E infelizmente existem muitas dessas por aí ...

O capitão Nascimentom apesar de seus comentários exacerbadamente machistas, convenhamos é divertido ...
Agora atentem-se: Boi já nasce com chifre, mas BOIS galinhas demais, os chifres crescem e muito ...

Bjs curral!

10 de setembro de 2008 08:30  
Blogger Ela disse... Ele disse.. disse...

Taynar: Ma que diabos! Até aqui!??! Sai do meu pé chulé!!!
Novidade seria se vc dissesse: "aah eu concordo com o sábio e idolatrado Capitão Nascimento!!!" aaahh.. e quer saber de uma?
Shiu!

DM.. eu ja disse que te adoro tb?!

Cap. Nascimento

10 de setembro de 2008 09:30  
Anonymous Mário disse...

Leva a mal não, Ana Paulo, mas mulher burra tem mais é que se ferrar: só sendo muito burra pra continuar com um cara desses quando existem milhões de outro, muito melhores, pelo mundo a fora. Esse negócio de homem caçador e mulher caçada é desculpa de quem não se ama o suficiente para se dar valor.

10 de setembro de 2008 13:39  
Anonymous Mario disse...

Ops. foi mal...rs. Corrigindo: "Ana Paula".

10 de setembro de 2008 13:40  
Blogger Taynar disse...

Olha, eu apenas comentei o que o nosso 'querido' capitão disse.
Não concordei e pronto!
=p

16 de setembro de 2008 16:16  
Blogger Fernanda disse...

E se os dois aceitarem uma relação aberta? Conheço amigos assim, e estão juntos até hoje.
E eu to pensando muito pra ver se eu aceito esse mesmo tipo de relacionamento com um moço ai ...

16 de setembro de 2008 18:37  
Blogger isasidney disse...

Você já leu LUA QUEBRADA?

Um livro para mexer com sua libido. Um romance inesquecível, pela carga de amor, entrega, paixão e erotismo no encontro nada convencional entre um professor e sua jovem aluna.

Você nunca mais será o mesmo depois dessa experiência.

LUA QUEBRADA:

Autor: Isaias Edson Sidney

ISBN: 978-85-61590-45-1

Publicação da Editora Biblioteca24x7, que comercializa obras pela Internet (edição on-line e impressa): buscar, na seção ERÓTICO (ÁREA, à esquerda), neste endereço:

http://www.biblioteca24x7.com.br

LUA QUEBRADA: PARA INCENDIAR SUA IMAGINAÇÃO!

Visite o blog:

http://luaquebrada24x7.blogspot.com/


Obrigado pela compreensão. Não é spam: você não voltará a receber essa mensagem.

17 de setembro de 2008 14:17  
Blogger Violeiro disse...

Pela demora em postar novotema,desconfioque a AP voltou pros seus aconchegos e a DM,data vênia,tá nel lavoro....então,vaquinhas:juntem,separem,acasalem,assumam,compromissos,riscos,cada um em seu pasto por aí,enfim...façam uma terapia de grupo....

17 de setembro de 2008 15:43  
Blogger Traidor Apaixonado disse...

Olha, o instinto é foda. O homem tem que procriar (conquistar, pegar, comer, se vangloriar) o maximo possivel, com o maximo de mulhers. As mulheres tem que achar o procriador (namorado, marido) correto para cuidar da cria. Ou seja, nós homens continuamos a seguir nossos instintos. Voces mulheres é que agora querem mudar tudo. To mentindo? Beijos

17 de setembro de 2008 19:33  
Blogger Tessa disse...

É... pegada forte é dificil resistir ehehehheehhe
Amei o blog
bjus,
Tessa.

19 de setembro de 2008 00:14  
Anonymous Cap. Nascimento disse...

Cara.. já disse que sou fã do Traidor?!

Taynar: Shiu!

19 de setembro de 2008 07:02  
Anonymous Pedro disse...

Vejo mulheres assim como dependentes finaceiramente do dito cujo chifrador. Não creio que existam mulheres, em pleno século XXI, capazes de tamanha anulação por amor ou por falta de amor-próprio. Em sua grande maioria são mulheres que dependem financeiramente do cara. Então é merecido para elas e que venham mais e mais chifres, pois mulheres assim não merecem o meu respeito e nem o respeito de homem algum.

AP, sempre acompanhando e agora comentando.

19 de setembro de 2008 09:38  
Blogger :: Cristina Cascardo :: disse...

Nossa que discussão! Os bois e vacas enlouquecidos!!!
Ana adorei te ler. Só vc para movimentar o curral.
Acho que falta um detalhe nesta história , o tal do amor... se houve delito,o boi pulou a cerca ou a vaca. Ha de se saber porque!
Se existe entrega de verdade é mais difícil e o medo ronge com o receio da perda do parceiro, caso descubra . Agora se ele ou ela não tá nem aí é porque não existia nenhum projeto, apreciação, respeito , menhuma razão realmente válida.O amor só não se sustenta... muito menos tesão.
Beijos.Cris

22 de setembro de 2008 20:10  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker