terça-feira, 2 de setembro de 2008

Ó dúvida cruel... Ó dúvidas cruéis... + Que tipo de bandida você é?

Estava eu pensando no que postar, quando recebo o seguinte e-mail de minha amiga Bia:

"Aninha, minha amiga-vaca mais querida. Tô na maior dúvida. Dividida entre dois homens, acredita? Entre dois amores...

Um, você sabe... É o amor da minha vida. Sei, é malandro. E se orgulha disso. É bom de cama, pra caramba. O melhor. É divertido, me faz rir o tempo todo. É inteligente. Me faz muito feliz quando estamos juntos. Passaria minha vida toda ao lado dele. O problema é que nem sempre ele está disposto a me fazer feliz, por que nem sempre está a fim de abrir mão da sua individualidade ou da sua eterna adolescência pra ficar um pouquinho ao meu lado... Me deixa insegura. Se esqueceu do meu aniversário. Da minha comida preferida. Nem se lembra que vai fazer um ano que saímos juntos. Desconfio que ele ainda fique comigo por hábito.

O outro... O outro é um fofo. Romântico. Apaixonado. Me liga, me manda mensagens. Me mandou flores no trabalho no dia seguinte em que ficamos juntos. Perfeito nas pequenas coisas: adivinha meus gostos, meus desejos. Torce pro mesmo time que eu, Botafogo. Diz que quer me namorar, casar, morar junto ou o que eu propuser. Eu gostaria muito de me apaixonar por ele.

Estou com medo de escolher um. Desisti de lutar por um e de dar força pro outro... O que eu faço? Caso com o perfeito ou compro uma bicicleta e vou atrás do malandro?"

Pô Bia, que bom que os homens não são iguais! (Sei que a gente adora dizer isso por aí, mas não são, não... O cpf é diferente...) Todas passam por isso: um lhe quer mais cheinha, o outro diz que está linda do jeito como é. Um lhe quer com marquinhas de biquíni, o outro lhe acha linda branquinha. Um lhe quer difícil, outro lhe quer disponível. Paciência! Não dá para agradar a todos.

Mas você pode se agradar, sim. Ouça seu coração. Eu já sei a resposta, mas não te digo, não...

Me lembrei que meu pai adorava me cantar essa música, quando eu me achava em alguma situação parecida:

"Quem eu quero não me quer
Quem me quer, mandei embora"





A quem interessar possa... Continuo recebendo os sms do homem simples. Quase apago sem ler. Quero mensagens do homem complicado...

Por falar em homem ser tudo igual... Ando conversando muito com o Capitão Nascimento. Aquele, lá do Distrito. Gente muito boa, quando não quer me enquadrar... Tudo que eu digo pode e é usado contra mim. Enfim, ele me chama de bandida. E, se me assumo vaca, por que não me assumiria bandida? Afinal, se ser vaca não quer dizer que eu dê para todo homem que me aparece, muito pelo contrário... Então, ser bandida não quer dizer que eu passe para trás todos os homens que me aparecem na vida... Concordam?

Então... Ele me chama de bandida. Eu digo que assumo, não me faço de santa. Ele me sai então com a pérola: as bandidas assumidas são as piores! Eu sou, de acordo com ele, uma bandida nivel alfa. Captain... Antes assim. Se é pra ser bandida, é pra ser direito. E tenho dito.

Vejam a classificação do moço e classifiquem-se, moças:

1 - As que não são e acham que são - caem na mediocridade;
2 - As que não são e sabem que não são - se tornam mentes criminosas perigosas;
3 - As que são, mas acham que não são - são perigosas por que a maioria não resiste ao jeitinho inocente e puro;
4 - As que são e fingem que não são - são as típicas fingidas;
5 - Nivel Alfa. - São, sabem que são, assinam a confissão de culpa - É morte certa pra vitima.

Mas deixa ele, que vou me aliar à Dona do Morro... Ah, se vou...

12 Comentários:

Blogger Thiago disse...

êeeita situaçãao.. =/

2 de setembro de 2008 21:47  
Blogger DrFox disse...

Ana e Bia,

Muito simples. Comece definindo o que você quer para a sua vida.

Se quiser só curtir, fique do jeito que está. Só não esqueça do direito de escolha dos bois, parece que está negligenciando esse fato para o segundo cara.

Mas esse não parece ser o caso.

Agora se o que quer mesmo é enrolar os cobertores, aí só tem uma solução. Sumir do radar dos dois.

O primeiro já deixou claro que só quer a parte boa.

O segundo você não respeita os sentimentos e irá acabar por feri-lo mortalmente.

Zere o cronometro e comece uma busca por um cara que tenha seus momentos cafa (que você gosta) alternado com momentos românticos (que você também gosta).

Não fazendo mal pra ninguém tudo é valido.

[]'s

DrFox

ps: Ana, que estória é essa de bandida mulher! :)

2 de setembro de 2008 22:34  
Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Ana Paulinha: Tu ainda não desingripou dessa ideia torpe de conhecer a Dona do Morro?!?!?!?! Vai conhecer ninguem não! u.u Ma que mania.......

Não sei pq eu ja tenho certeza da escolha da moça acima..Vai fazer enquete!?

Bjo!

Cap. Nascimento

3 de setembro de 2008 07:14  
Anonymous Sgto. Peixoto disse...

Dúvidas, não são elas que fazem nossa vida ficar divertida? Nós temos o políticamente correto e o deliciosamente gostoso, eu aprendi com uma música do Matanza muito tempo atrás que bom é quando faz mal.

Eu conheço uma mulher, senhora, bem resolvida que aos 40 anos disse as palavras: Eu fiz tudo certo, casei com o homem certo, trabelhei nos lugares certos, me formei no que eu quis, só esqueci de procurar quem eu amava e de fazer o que me faria feliz.

Opinião de quem se fode mas tá nem aí, escolhe oq ue faz bem, o que faz se sentir bem, se é o prático ou o desafio, ninguém pode opinar não dá pra entrar na sua cabeça e ligar o switch de função...

Ou vai pegando os dois até escolher...

Se isso for explícito e aberto não é bandidagem é cara de madeira mesmo. É como eu faço.

3 de setembro de 2008 10:03  
Anonymous Beth disse...

Se o cara é o amor da vida dela, então investe no cara - afinal, ninguém é perfeito.

Se for investir no outro vai sofrer e ainda vai fazê-lo sofrer. Dê chance ao outro de ser feliz com alguém que realmente mereça esse amor todo que ele tem para dar. Ele estando liberto, logo encontrará a mulher da sua vida...isso sempre acontece!!!

Mulher bandida??? Atualmente ando mais para mulher do dono do morro.
hahahahahaha...Amélia total !!!

3 de setembro de 2008 11:53  
Anonymous Mario disse...

Ué, não percebi a dúvida. A garota não disse "Eu gostaria muito de me apaixonar por ele"? Putz, então não tem dúvida alguma. Sem paixão, não vira. Vai atrás do malandro, que é dele que você gosta...rs. Ou compra um cachorro. Lembre-se do velho adágio popular: "Quanto mais conheço os homens mais eu gosto do meu cão"...rs.

3 de setembro de 2008 13:57  
Anonymous Srta. Rosa disse...

No dia em que os bonzinhos descobrirem que se fazer de difícil funciona.; o mundo vai ser um lugar melhor... mas só por um tempo, né? Não é pra ser difícil, egocêntrico e inatingível; é só não estar disponível o tempo todo...

Bezzos,

3 de setembro de 2008 14:07  
Blogger Leticia disse...

Ai ai encruzilhadas á parte , ser vaca e bandida é o poder hein?!

Van está vindo aí ,vamos marcar algo?
Bjks vaca-bandida , kkkk

3 de setembro de 2008 19:32  
Anonymous Cirilo Veloso Moraes disse...

A questão está em saber o que ela quer pra vida dela? Porque os dois são ótimos em diferentes contextos e situações.

Então, se ela quer optar por um ou outro, terá de ponderar se ela quer viver o momento ou se quer construir algo mais sólido.

Ou faz como algumas amigas minhas: fica com os dois. kkkkk

Tudo de bom e até muito breve, ana paula.

4 de setembro de 2008 10:03  
Blogger Fernanda disse...

Poxa, eu já me assumo burra. Já não está bom? rs
E bandida? Acho meio difícil, vide que a na maioria das vezes eu sou a vítima. rs

Beijos

4 de setembro de 2008 14:00  
Blogger Violeiro disse...

Eu,se fosse ela,ou alguma amigona minha mandava ver os 2.Um é pra dia de sol,desfilar no pasto,dar baba na boca das outras mimosas...e o outro é pra cair de boca,espalhar o carrapaticida,sair moida e com medo de passar o cio.E fica feliz que comessa vacilada já já,se for vaca boa nos aprumos,já já rola outro touro com flor,dor e fidelidades conquistadas....daí acaba toda essa dúvida !Óh vida cruellllllllll.......

4 de setembro de 2008 17:41  
Blogger DM disse...

Amei esse post, e os comentários ....
VACAS BANDIDAS, NÍVEL ALFA.... Sei não acho que até dá prá encaixar, dependendo da Vaquice da VACA!!!

Quanto ao dilema da BIA:

Putz, por incrível que pareça e isso é que é sintonia de vaca, com uma amiga com o mesmo problema ... "ENTRE DUAS AMORES", dá até título de filme Oscarizado, o dilema é parecido, nenhum é tipicamente um CAFA, muito embora todos sejam, no fundo, no fundo .... Um é rico, o outro é pobre, um é um HOMEM para casar, já resolvido profissionalmente, ter filhos, estabilidade, um cara legal, mas "burorático" ...

O outro, é um DEUS GREGO... SARADÉSIMO, divertido, botqueiro, prá cima alto astral, e vive sempre rodeado de vacas !!! O vida, ó ceus, o que digo prá essa vaca, hem, com toda a minha "experiência" vaquística, também fiquei na dúvida ....

Bjs curral! Se der tempo, escrevo na semana e visito vocês ....
AP, mandando bem, como sempre !!!

4 de setembro de 2008 18:35  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker