quinta-feira, 4 de setembro de 2008

A escolha de Sofia... digo, Bia!

Bia, a vaca-dividida, me escreve para contar outro capítulo de sua história... Ela acha que deve uma satisfação as leitores do STUV. Disse que vem, quando a situação se acalmar, responder pessoalmente aos comentários. Me pediu para agradecer os conselhos de todos. "A-do-rei!", ela diz.

"Aninha, eu não sou lá nenhum modelo de mulher super ultra mega blaster decidida, mas também não sou uma pamonha... Acho que tinha que dar um ponto final no que estava me enlouquecendo... Então, ouvi os dois lados, para depois me ouvir.

O Romântico... Ah, um fofo. Adoro a carinha de filhote de cachorro que ele tem. Adoro me sentir tão desejada, querida... Mas...

O Malandro me disse que me ama. Que sou precipitada, afobada e boba. Que por besteira vou jogar fora um relacionamento que ainda pode ser tão bom para os dois... Se ele sentiu o cheiro do outro macho rondando o curral? Sei lá, ele é muito seguro de si para se abalar com essas coisas... Estou com os dois pés atrás (coitado do cara...) mas, nesse momento, minha escolha é ele.

Falei com o Romântico. Ele ficou zangado. Brigou comigo por msn. Engraçado, me disse as mesmas coisas que o outro: "Você é precipitada. Vai jogar fora o que poderia ser o amor de sua vida". Fiquei triste, porque ele foi duro comigo. Me fez com que eu me sentisse uma vaca. E não num bom sentido. Me fez chorar. Disse que estou tentando colocá-lo na prateleira, pra usar quando o Malandro me deixar. Ah, sim, porque, segundo ele, isso vai acontecer em breve, muito em breve... Está de mal... Espero que passe, porque gosto dele.

O passado falou mais alto do que a promessa de futuro. A paixão e o fogo foram mais fortes do que o romance e o carinho. Agora, amiga, o negócio é ir em frente... Torcendo para não ter que voltar atrás. E... Haja Borderline da Madonna no mp3, para manter minha sanidade mental... rs"

Bia, eu já sabia... Era óbvio... Não havia o que escolher. Você já havia se decidido... Boa sorte, amiga. E, já sabe, esse curral é seu!

10 Comentários:

Blogger DrFox disse...

Cara Bia,

Que decepção! Vocês mulheres adoram reclamar da postura dos bois, mas sua atuação no caso foi lamentável.

Vejamos:

Terminou com o romântico por msn. Péssimo, poderia ao menos ter tido consideração pelo cara. Jogou o restinho de respeito no lixo e ainda espera que ele se torne um bom amigo.

Putz, mais prateleira que isso, só se a besta te aceitar de volta.

Pra piorar ainda mais um pouco, o Don Juan, não foi avisado da existência da concorrência.

Talvez por que você já saiba o resultado de contar esse "pequeno" detalhe.

Para o troux... quer dizer romântico, parece que não houve nenhum problema falar abertamente do outro macho na sua vida.

Poxâ, cade a dignidade das vacas?

Tá com medinho! Pede pra sair! :)

ps: palavras duras, eu sei, mas pense direito no que quer pra você.

Não adianta construir castelos nas nuvens e esperar que tenham alicerces de rocha.

5 de setembro de 2008 05:58  
Anonymous Cirilo Veloso Moraes disse...

Realmente mulheres e homens são diferentes. Um homem normalmente ficaria com a certinha, ainda que ele eventualmente pegasse a malandra.

Mas agora não adianta ficar de bla bla bla. Apenas desejo tudo de bom e muitos momentos felizes ao lado do malandro.

E o romantico, relaxa. Ele está zangado, mas logo logo passa. Se ele souber olhar para os lugares certos, não demora quase nada e ele será de outra, que provavelmente já se fudeu com vários malandros e agora percebe que o certinho é que vale a pena.

Esse contexto é baseado em experiências de diversas amigas que tenho...

E como disse no começo do comentário, é realmente interessante como homens e mulheres são tão diferentes.

Abraços.

5 de setembro de 2008 08:08  
Anonymous Beth disse...

Pelo menos ela se decidiu pelo coração dela....com o cara que ela gosta e que gosta dela também. Isso é que é importante...o resto a convivência decide, fortalece ou dissipa.

O cara romantico ficou zangado, chateado? E quem não ficaria? Até o malandro também ficaria. Afinal, há sentimentos envolvidos seja malandro ou romantico. E quem disse que o malandro não pode ser romantico? As vezes ele apenas não é explicito nos sentimentos.

Boa Sorte
E ouça sempre seu coração....

5 de setembro de 2008 08:42  
Blogger Fernanda disse...

Bom, a vida é feita de escolhas. Espero que a Bia seja feliz.

5 de setembro de 2008 20:36  
Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Alguem aqui ainda tinha dúvida da escolha da bandida? Não adianta rapá. Elas choramingam, dizem que não suportam mais.. mas vira e mexe é nos braços canalhas que repousam.
E o pobre Romantico na historia que se dane, pq bonzinho só se ferra mermo.

E como diz o Dr. Fox Lá em cima, usando meu jargão. Se aparecer chorando por aqui de novo. Vai levar lapada.

Agora pede pra sair, sua fanfarrona!

6 de setembro de 2008 11:11  
Anonymous Mario disse...

Decisão outra seria zebra...rs. Bom domingo, meninas.

7 de setembro de 2008 09:56  
Blogger Taynar disse...

Calmaaaaa...
Cai aqui de para-quedas e já vou logo ficando.
És a Ana Paula do msnchat?

Esse post me lembrou um pedaço do meu poema favorito:
Pudesse eu repartir-me e encontrar minha calma dando a Arlequim meu corpo e a Pierrot a minh’alma! Quando tenho Arlequim, quero Pierrot tristonho, pois um dá-me o prazer, o outro dá-me o sonho! Nessa duplicidade o amor todo se encerra: um me fala do céu... outro fala da terra!
Eu amo, porque amar é variar, e em verdade toda a razão do amor está na variedade...
Penso que morreria o desejo da gente, se Arlequim e Pierrot fossem um ser somente,
porque a história do amor pode escrever-se assim:
PIERROT
Um sonho de Pierrot...
ARLEQUIM
E um beijo de Arlequim!'


Sempre me senti como a Colombina, daí minha total identificação com o poema. E acho que toda mulher sofre entre Pierrots e Alerquins, mas sempre a gente fica com o segundo. Porque? Não tenho a mínima idéia. Já fiquei com um Pierrot, foi bom, mas sempre faltou alguma coisa.. Algo de Arlequim.
Acontece.
Infelizmente.


Quanto ao comentário do Capitão Nascimento: depois ele diz que eu sou reacionária... O Homem só reclama!!!!

Beijos

8 de setembro de 2008 19:26  
Blogger Taynar disse...

É, Ana Paula, mulher sofre com as mesmas coisas, sejam mulheres daqui, sejam de Marte.

Adorei o teu blog tbm.
Beijos

8 de setembro de 2008 22:26  
Blogger Mulher é tudo bandida disse...

Taynar.. tu me adora heim?
Vem pra blog dos outros falar de mim?

9 de setembro de 2008 10:21  
Blogger Lúcio disse...

Ufa !Esse texto só serviu pra reforçar minhas convicções. Adoro esse novo machismo criado só pelas mulheres nos anos 60, quando criaram o mercado sexual e enterraram o velho machismo religioso. Agora,pelos padrões machistas femininos, homem tem que ser mais alto que elas, malhado e com pegada (machismo pela dominânci física),tem que ser financeiramente estável (tradução= que ganhe mais que ela,ao menos um pouco mais, por que mulher não admite igualdade quando esta beneficia o cara que tem menos status que ela) ,machismo pela dominância finahceira, ou o cara tem que ser o mais inteligente ( machismo pelo domínio do intelecto) e o mais comum de todos, o cara tem que pisar em vocês sendo um malandro que come várias outras (machismo poligâmico),enquanto o otário do romântico " bom rapaz” só se fode. Só fico puto quando uma merda de feminista vem criticar o machismo na minha frente, um machismo que foi criado pelas próprias mulheres. Os homens precisam acordarem da letargia que os filmezinhos de hollywood ensinatram a eles. O homem não foi criado pra ser romantico, isso não faz parte do homem,isso é algo artificial construção social pura. Mulheres aqui,querem resgatar o macho antigo e com pegada pras próximas gerações,é só não enchrem seus filhos de sentimentalismo feminino. Deixem que o pai,um irmão ou um tio de vocês criem o pirralho com os valores masculinos, caralho. Leiam esse texto e chupem feministas.

20 de agosto de 2012 22:08  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker