terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Será que estou sensível demais?

Nossa, que delícia entrar aqui e saber de você, minha amiga!

Pois é, verdade, minha vida mudou um monte, mais do que vocês todos imaginam. Não, não deixei de ser vaca, felizmente. Só que agora sou uma vaca casada novamente. Sim, me casei com aquele namorado do ano passado, aquele comentava aqui, aquele que tinha um blog, aquele que me fez rir e me fez chorar.

Nos últimos tempos, ele me faz chorar. E muito. Quase que diariamente, eu diria, hahahaha... O motivo? Queridas vacas, queridos leitores... Conto em breve, prometo.

Bom, vamos ao post prometido. Acho todas as vezes que falei sobre gays aqui, foi para elogiar. AMO meus amigos gays. Um mora na Itália, outro na Inglaterra. Mor-ro de saudades deles. Bom, não é segredo algum que admiro gays de qualquer sexo, que respeito opções, que repudio preconceitos, etc, etc.

Em tempo, já contei para vocês que, aos dezoito, eu fui juíza de um concurso Miss Pernambuco Gay? E que a minha mãe me acha uma mulher-bicha? A-do-ro!

(Adoro, mas não consigo entendê-los, boa parte do tempo. Tipos: se eu fosse gay, homem gay, eu ia gostar de homens com aparência de homem, não femininos... Idem se eu fosse lésbica: mulheres femininas seriam minha escolha. Enfim, acho que os meandros que nos levam a escolher quem nós desejamos é complicado, não é? Quem sou eu para discorrer sobre o assunto? Sexóloga? Psicóloga? Antropóloga? Putz, nem gay eu sou...)

Bom, esclarecida a minha admiração, vamos adiante. Ando tendo problemas com cabelereiros, que, por acaso, são gays ou mulheres. Coincidência? Pode ser. Pré-conceito meu contra meus semelhantes? Espero que não.

Caso número um: fui no salão onde minha irmã corta o cabelo, só para acompanhá-la. Ela ia comprar um produto, apenas. Me apresentou ao profissional que havia cortado seu cabelo. Em vez de dizer "muito prazer", ele disse: "Essa cor não combina com você, esse corte tá muito pesado. Vamos resolver isso?". Eu, pra desespero da minha irmã disse: "Obrigada por sua opinião profissional não-solicitada. Mas não, obrigada". Na boa, dito de outra forma, teria conquistado uma fã.

Outro caso: Estava eu fazendo uma escova. Primeiro, o cara disse que meu cabelo era seco. Depois, que estava oleoso. Depois que precisava de corte. Apesar disso tudo, que eu tinha ficado leeenda, após a escova. Mas que se eu quisesse, ele poderia cortar meu cabelo e fazer uma hidratação modernérrima. Eu agradeci e dispensei os outros seriços, disse que ele era mágico, pois, apesar de tudo, ele havia conseguido me deixar linda... Putz, o cara não entendeu...

Exemplo com cabelereira: Mal me sento na cadeira, ela pergunta: "Vamos fazer um relaxamento nesses cabelos cacheados? Vai melhorar um pouco sua aparência e autoestima". Eu ri. Muito. Cabelos cacheados, moi? Ai, ai, antes fossem.

Enfim, amigos. Não sei se ando perseguida por profissionais do cabelo, se ando sensível demais ou se é apenas implicância minha. Mas até onde eu sei, depreciar uma coisa pra vender um serviço não é uma tática muito eficaz comigo. Deve funcionar com alguém. Comigo, não. Mas isso me parece coisa de mulherzinha invejosa, de vacas desclassificadas, isso de desdenhar, de depreciar... Mas eu posso só estar sendo preconceituosa, hein? Ou sensível demais, sei lá!

7 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Pode ser.
Sinceramente prefiro mulher. Nada contra gays.
Beijas da Ká

3 de fevereiro de 2009 18:34  
Anonymous Beth disse...

Seu texto já demonstra uma sensibilidade a flor da pele que me fez até cantarolar Zeca Baleiro.

Não tenho preferências por cabelereiros gays ou não..., mas apenas 2 metem a mão no meu cabelo. Mas..,quem tá pagando sou eu então o ultimo pitaco é meu. Acho um serviço muito caro para gastar dinheiro a toa com as várias opiniões que encontramos nos salões da vida.
Então acho certissima a tua falta de paciência com eles. :)

Bjs

3 de fevereiro de 2009 18:44  
Blogger DM disse...

Amiga, acho que andas sensível mesmo.... Absolutamente normal !!! Sobre os cabelereiros gays ou não, o que me importa sempre, é que cuidem bem das minhas madeixas, e eu sai´de lá melhor do que entrei !!!

Adorei que voltou ao reduto bovino!!!

3 de fevereiro de 2009 20:40  
Blogger darsh. disse...

não tinha parado pra pensar nisso...

4 de fevereiro de 2009 00:32  
Blogger Bridget Jones disse...

Fiz propaganda do blog das vaquinhas no Twitter.

Preciso te ligar. Ainda hj eu faço isso.

Ja disse q te amo hj? Não? Te amo!
Beijo
Brid

4 de fevereiro de 2009 09:15  
Blogger Fernanda disse...

Bom, é compreensível!

4 de fevereiro de 2009 17:32  
OpenID adaobraga disse...

Ao chegar no salão:

- Por favor, passe a máquina zero.

10 de fevereiro de 2009 02:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial



 

 

Um olhar feminino sobre o universo... digamos, bovino. Mulheres falando da vida e de outras mulheres.
Mulheres explicando às outras que, querendo ou não, somos todas umas vacas!




A calma alma má
A cor da letra
Adão Braga - Corpo, alma e espírito
Adão Braga - Conectado
Aletômetro
All Racing
Apoio Fraterno
Ansiosa e prematura
Avassaladora
Banana com peperoncino
Bomba MH
By Oscar Luiz
Coisas e tralhas - Mutumutum
Colóquio
Concerto em Dó Menor
Conversas furtadas
Eu sei, mas Esqueci
Eu sou garota?
Fábio Centenaro
Geek Chic
Gothicbox
Hipermoderna
Immortal lust
Instant Karma
Isso é Bossa Nova!
Irmãos Brain
Jornal da Lua
Juarez, o cabrito montês
Limão Expresso
Luz de Luma, yes party!
Jogando Conversa fora
Mas, bah!
Mais atitudes
Matérias repugnantes de um brejo
Melica
Memórias póstumas de um puto prestimoso
Meu cantinho
MOrsa sem pelo
Mulher é tudo bandida
Mulher Remédio
Neuróticos modernos - Filosofia mequetrefe
O estranho mundo de Mila
Oncotô?
Os pensamentos de eu e ela
Paola, a estranha
Papo de buteco
Pensar enlouquece, pense nisso
Pererecas em chamas
Pérolas políticas
Remembrança
Saber é bom demais
Sem frescura
She's like the wind
Sinceros receios
Smile
Sobre sapos, pererecas e afins
Somos todos uns cachorros
Sou para-raio de doido
Uma mente nada brilhante
Van Filosofia
Vertente
Wolverine responde



Fevereiro 2007

Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Dezembro 2009
Março 2010





Powered by Blogger



eXTReMe Tracker